A sociedade de corte

Capa
Jorge Zahar Editor, 2001 - 312 páginas
Na corte francesa de Luís XIV, o Rei-Sol, todos eram tragados por uma poderosa rede de interdependências. As elites encontravam-se sob forte pressão para competir por prestígio social e o rei sustentava seu poder através da sutil manipulação dessas rivalidades. Numa notável síntese de erudição histórica e teoria sociológica, Norbert Elias mostra que a sociedade de corte não é apenas uma curiosidade histórica, mas também uma rica fonte de dados para se compreender as sociedades atuais.

Opinião das pessoas - Escrever uma crítica

Não foram encontradas quaisquer críticas nos locais habituais.

Outras edições - Ver tudo

Informação bibliográfica