O homem da minha vida

Capa
Companhia das Letras, 2003 - 296 páginas
0 Críticas
No final de 1999, a Catalunha se prepara para uma eleição decisiva. Nacionalistas ameaçam o governo autônomo, proliferam seitas satânicas e grupos europeus poderosos tentam criar uma multinacional de informação. A alta sociedade de Barcelona é abalada pelo assassinato do filho de um grande empresário durante um ritual macabro. Para desvendar o crime, é chamado o famoso detetive catalão Pepe Carvalho, ex-comunista e ex-agente da CIA. O detetive logo depara com muitos suspeitos e, para se reciclar, se inscreve num curso de espionagem pós-moderna. Três mulheres complicam ainda mais o trabalho de Carvalho; a antiga namorada, uma ex-hippie e uma espiã nacionalista. À medida que a investigação avança, o detetive-gourmet guia o leitor num passeio turístico e gastronômico pelas ruelas do Barrio Chino, pelos becos do Barrio Gotico e pelos bares das Ramblas.

Opinião das pessoas - Escrever uma crítica

Não foram encontradas quaisquer críticas nos locais habituais.

Informação bibliográfica