Sexo, Drogas e Selfies

Capa
Joana perdeu a virgindade aos doze anos e é uma das raparigas mais populares do colégio. Ela e as amigas, aparentemente perfeitas para os pais, escondem um dia-a-dia de sexo com estranhos, sem preservativo, e muitas drogas. Noites levadas ao limite para contornarem o aborrecimento de um quotidiano em que estão sempre agarradas ao telemóvel. É o retrato de uma geração que não vive o momento, porque cada instante só lhe parece real se for registado pela câmara de um telemóvel. É a geração que depende das selfies e dos likes.Em pouco tempo, a vida da Joana e das amigas toma um rumo inesperado, e entra numa espiral descontrolada que condiciona definitivamente o seu futuro.
 

Opinião das pessoas - Escrever uma crítica

Não foram encontradas quaisquer críticas nos locais habituais.

Índice

Secção 1_
Secção 2_
Secção 3_
Secção 4_
Secção 5_
Secção 6_
Secção 7_
Secção 8_
Secção 23_
Secção 24_
Secção 25_
Secção 26_
Secção 27_
Secção 28_
Secção 29_
Secção 30_

Secção 9_
Secção 10_
Secção 11_
Secção 12_
Secção 13_
Secção 14_
Secção 15_
Secção 16_
Secção 17_
Secção 18_
Secção 19_
Secção 20_
Secção 21_
Secção 22_
Secção 31_
Secção 32_
Secção 33_
Secção 34_
Secção 35_
Secção 36_
Secção 37_
Secção 38_
Secção 39_
Secção 40_
Secção 41_
Secção 42_
Direitos de autor

Outras edições - Ver tudo

Palavras e frases frequentes

Informação bibliográfica