Cartas de Affonso de Albuquerque: seguidas de documentos que as elucidam, Volume 1

Capa
Typ. da Academia real das sciencias de Lisboa, 1884
0 Críticas
 

Opinião das pessoas - Escrever uma crítica

Não foram encontradas quaisquer críticas nos locais habituais.

Páginas seleccionadas

Outras edições - Ver tudo

Palavras e frases frequentes

Passagens conhecidas

Página 21 - ... que vam pera portugall, que tamto que suas cargas forem acabadas, me vam buscar amjediva, porque já emtam serei voluido de canbaya de asemtar as pazes, trato e feitoria, e tirar esses catiuos que lá jazem, e vir amjediva e aly nos ajumtarmos todos e tornarmos sobre goa e fazermos o que podermos : espero em nosso senhor que nos ajudará ; do que aly fezermos ou nam fezermos, voss alteza será diso sabedor, e minha temçam he no cabo deste tempo entrar o mar Roxo, e se for seguro de...
Página 136 - Rey de syam e tanaçary e sarnau : os bemgalas recebem vosos seguros e desejam em seus portos vosas mercadarias e naaos: el Rey de çamatora farês dele quamto quiserdes; e todolos rex da imdya asy estam asombrados e asenhoreados do feyto de malaca ; el Rey de campar e de menemcabo, onde está a mina do ouro, todos vem com suas mercadarias e ouro a malaca; el Rey de campar vos paga trebuto e amda na guerra em ajuda dos vosos : el Rey de pam, domde vem ouro a...
Página 61 - Goa, casaram aquele ano mais de seiscentas pessoas; haverá em Cananor e Cochim cem casados, e em Goa perto de duzentos; e estão tantos criados de Vossa Alteza e dos duques e condes de Portugal em Goa para casar, que o não...
Página 134 - ... tiverdes soldo que lhe dar: neste lugar e porto de damda memtregaram a nao dos mercadores do cairo com toda sua especiaria que carregou em calecut: dabull está em toda vosa obidiemcia eo çabayo senhor dela desejador de vosa paz e de ser voso servidor, porque perdemdo dabull, he de todo perdydo, que lhe nam pode por outro lugar emtrar cavalos, nem jemte bramca pera reformar seu arrayall...
Página 94 - Rezõees pera ser muito voso serviço fazello, mostramdo que ha carga nam se perde, mas tomando adem ea porta do estreito, se segura a carga pera sempre, e que as naos podem levar sua carga ho ano que vem; e posto que m este parecese boom comselho, porque sam desta cativa comdiçam nas cousas de vosa fazemda e voso proueito, alargar ás vezes a mãao por se dobrar por outro cabo, ho nam ousey de fazer mais que haquelas que quaa ficam, pelas Rezõees que dito tenho em 1512 minhas cartas.
Página 20 - ... a mim me parece que deitando os mouros dela fora, ela se pode bem segurar e defemder com menos jemte, aimda que o que me mais comtemta do feito de goa, poder ela sofrer e soster muita jemte sem nenhum gasto nem despesa vossa; e despois que goa se segurar bem sem ter mouros demtro, quatrocemtos portugueses a teram viua pera sempre; mas ainda diguo que, pois ela pode...
Página 25 - ... e fiqar aquy nesta terraa, e me pediram fazemda, e eu os casei com elas e lhe dei o casamento ordenado de vosa alteza, ea cada hum seu cavalo e casas e terras e gado, aquylo que arrezoadamente me parecya bem: averá hy qatrocentas e cymqoemta almas; estaas cativas e estas molheres que casão, tornam...
Página 281 - ... maneira, e sostel a, se tiver agua demtro em sy, porque hy nam ha outra cousa demtro no mar Roxo que tenha nome amtre os mouros, senam judá, e mais he a porta de meqa: daly se pode vos alteza melhorar em suez ou no tor; poderemos ser hy visitados dos frades de samta caterina de momte synay, que estaam na serra á vista do mar Roxo, e de cartas e recados de vos alteza, se por esa via nolos quyser imviar.
Página 281 - ... a cavalo, boons homeens, e mais, senhor, semdo a travesa tam piqena: mayores cousas que estas que digo, me revela o esprito, se fazemos asemto e liamça co a terra de preste joam, e segurarmos mamtimemtos e boom porto pera nosas naos. E porque noso asemto com forteleza averá mester tempo, minha determinaçam he, ajudamdonos noso senhor, ficar aquele ano demtro no mar Roxo com parte d armada, e com outra parte dela mamdar dom garcia meu sobrinho ha imdia. Ho que destas cousas, senhor, me parece,...
Página 378 - Eu nam espreuo a vos alteza per minha mâo, porque, quando esta faço, tenho muito grande saluço, que he sinal de morrer: eu, senhor, deixo quá ese filho per minha memoria, a que deixo toda minha fazemda, que he asaz de pouca, mas deixo...

Informação bibliográfica