Imagens das páginas
PDF
ePub

ADVERTENCIA

Q

UANDO ainda residente em Itú, emprehendi em meus momentos de lazer, recolher e colligir dados e apontamentos, rebuscando documentação que por ventura pudesse existir nos archivos locaes e to mando depoimentos pessoaes fidedignos aproveitaveis á genealogia dos Paula Leite oriundos da velha e tradicional terra da Convenção republicana, ramo que é da arvore frondosa implantada na Capitania de São Vicente ao alvorecer do seculo XVI pelos irmãos Barros, Pedro Vaz e Antonio Pedroso.

Meu intuito, levando a effeito tal estudo, era o dc, exclusivamente, prestar pleito e homenagem de veneração aos meus antepassados: jamais me occorreu que este despretencioso e modesto trabalho, traçado sem pretenções literarias, mas organisado com escrupulosa fidelidade, pudesse vir a lume da publicidade. Acontece, porem, que parentes e amigos meus e tambem interessados em estudos genealogicos assediaram-me aconselhando a que desse divul

1

gação ás minhas singelas notas, e foi assim que ellas appareceram enfeixadas em livro, em 1901.

Entregues ao prelo os originaes em primeiro rascunho e, portanto, sem a indispensavel revisão; correndo a impressão longe de minhas vistas, aconteceu ao meu modesto estudo o que fatalmente deveria acontecer: sahir inçado de erros graves que alteraram profundamente a verdade historica, truncando não raras vezes as linhas de ascendencia por mim constatadas.

Ao descobrir os lapsos e as omissões que enfeiavam o trabalho prejudicando a verdade genealogica, tratei de recolher os exemplares já distribuidos, no intento de os corrigir quando se me depa rasse opportunidade.

Ponderando melhor, entretanto, e como ficassem ainda em circulação varios exemplares da condemnada edição, pareceu-me mais curial refundir meu trabalho ampliando-o tambem com informes colhidos posteriormente á distribuição da edição provisoria, afim de o entregar á publicidade em edição definitiva.

E' o que faço neste momento.

DR. JOSÉ DE PAULA LEITE DE BARROS.

[graphic][merged small]

1-1

GERAÇÃO PORTUGUEZA

- Pedro Vaz de Barros. Pedro Taques citado por Siiva Leme, affirma que Pedro Vaz de Barros e seu irmão Antonio Pedroso de Barros, foram pessoas de qualificada nobreza, e vieram para o Brasil providos. o primeiro, em Ouvidor da Capitania de São Vicente, e o segundo em Capitão-mór da mesma Capitania, com clausula de, fallecendo Antonio Pedroso, accumulasse o cargo de Capitão-mór governador o ouvidor seu irmão, Pedro Vaz, ou fallecendo este fossem os cargos accumulados por Antonio Pedroso, como consta da carta patente passada em Lisboa em 1605, com a qual tomou posse Antonio Pedroso na Camara de São Vicente, em 1607, e que se acha archivada na Camara de São Paulo.

Entretanto, Pedro Vaz de Barros já se havia transferido para São Paulo muito antes d'aquella época, pois consta ter exercido o cargo de Capitãomór governador da Capitania pelos annos de 1602. (Cartorio da Provedoria da Fazenda Real e Archivo da Camara de São Paulo).

2-1

2-2

Pedro Vaz, bem como seu irmão Antonio, era natural do reino do Algarve, donde se passou para Lisboa, vindo em seguida para São Vicente.

Foi casado com Luzia Leme, filha de Fernão Dias Paes e de sua mulher Lucrecia Leme, natural de São Vicente, esta, filha de Braz Esteves e de sua mulher Leonor Leme, ambos naturaes da ilha da Madeira.

Leonor era filha de Pedro Leme e de sua segunda mulher Luzia Fernandes, tambem naturaes da mesma ilha. Pelo seu lado Fernão Dias Paes era filho de Pedro Leme e de sua primeira esposa Isabel Paes, neto de Antão Leme, bisneto de Antonio Leme e tataraneto de Martim Leme. Luzia Leme falleceu em 1655, onze annos depois do marido, o qual morreu em São Paulo a 28 de Março de 1644, com testamento. Teve do seu casamento oito filhos:

- Valentim Pedroso de Barros. Marchou em 1639, em soccorro de Pernambuco, então invadido pelos hollandezes, servindo na companhia do mestre de campo Antonio Raposo Tavares, o extraordinario bandeirante, no posto de Capitão. Tornou-se notavel pelos seus feitos de guerra e casou-se na Bahia com Catharina de Goes Siqueira de quem houve dois filhos, Fernando e João. O Capitão Valentim falleceu em São Paulo em 1651.

Sua viuva contrahiu segundas nupcias com dom João Matheus Rendon, indo o novo casal residir na Ilha Grande.

Antonio Pedroso de Barros. E' o que segue.

2-3 - Luiz Pedroso de Barros, como seu irmão Valentim, tambem marchou em defeza de Pernambuco em 1639, debaixo do commando do insigne cabo de guerra, Antonio Raposo Tavares levando em sua companhia

« AnteriorContinuar »