O Arqueólogo português, Volume 11

Capa
Museu Nacional de Arqueologia e Etnologia, 1906
 

Opinião das pessoas - Escrever uma crítica

Não foram encontradas quaisquer críticas nos locais habituais.

Outras edições - Ver tudo

Passagens conhecidas

Página 158 - Senhorios faço saber aos que esta minha Carta Patente virem, que tendo respeito aos merecimentos que concorrem na pessoa de D.
Página 155 - Carta que por firmeza de tudo lhe mandei passar por duas vias por mim assignada e sellada com o sello grande de minhas armas. Dada nesta Cidade de Lisboa acs vinte e nove dias do mez de Outubro.
Página 235 - ... eo outro para ser depositado no Real Archivo da Torre do Tombo. O Ministro e Secretario de Estado dos Negócios do Reino assim o tenha entendido e faça executar. Paço, em 16 de janeiro de 1906.= REI.
Página 173 - O terceiro, que alludia ao commercio de Portugal no Oriente e que era puxado por oito cavallos alazões tostados, de raça dinamarquesa, era prateado e enfeitado com pinturas que representavam meninos a apanhar pérolas, coral e ouro. No quadro grande do fundo, os «Génios» colhiam folhas de uma palmeira e com ellas coroavam os «Portugueses». Era a primeira vez que em Paris apparecia um coche prateado, e por isso este causou sensação. O quarto, igualmente rico, tinha a forma chamada de estufa....
Página 51 - Transcmlanos se chamaram em tempos anteriores á época portuguesa os povos que habitavam numa das margens do rio Côa. Ha no território de Riba-Côa muitas povoaçSes, sendo as principaes: Sabugal, Alfaiates, Villar Maior, Castello Bom, Castello Rodrigo, Castello Melhor e Almeida. Mencionaremos ainda as freguesias seguintes: Aldeia do Bispo, Aldeia da Ponte, Aldeia da Ribeira, Aldeia Velha, Alfaiates, Badamallos, Bismulta, Ruivoz, Ruvina, Rebolosa, Nave, Soito, Valle das Éguas, Villa Boa, Rendo,...
Página 152 - ... e soldados facão o mesmo cumprindo e executando as ordens que lhe der como deuem e são obrigados e por firmeza do que dito he lhe mandey dar esta carta por mim asinada e selada com o sello grande de minhas armas. Dada na cidade de Lisboa a...
Página 57 - Saybam quantos esta carta virem, e Leer ouvirem que como fosse contenda sobre Villas, termos, e partimentos, posturas, e preytos antre nós D.
Página 172 - Logo de manhã cedo partiram os coches para o convento; ás 1 1 horas seguiu o Conde o mesmo destino, sendo ali recebido solemnemente pelo superior e religiosos que o vieram esperar á porta. A l hora da tarde recebeu o nosso embaixador os cumprimentos dos gentis-homens dos príncipes e princesas que estavam em Paris, dos ministros estrangeiros e dos grandes de França, sendo as apresentações feitas por Mr. Merlin, secretario de Luis XIV. As 3 horas, tendo concluído a recepção, chegaram no coche...
Página 175 - No arco superior da orla, a legenda: NECTIT ET FIRMAT. e no exergo, que é separado por um traço, em duas linhas, outra legenda: PAX -TRAIECTENSIS.
Página 172 - As 3 horas, tendo concluído a recepção, chegaram no coche real, que vinha buscar o embaixador, o marechal de Tallard e Mr. de Sainctôt. introductor, que apresentaram ao Conde da Ribeira os cumprimentos da parte do Rei. Depois d'estas formalidades, organizou-se o majestoso cortejo. Na frente ia o coche do introductor, puxado a seis cavallos, junto do qual marchavam, em duas alas, os vinte e quatro criados do Conde, todos de libré verde, com enfeites de ouro e prata. Logo a seguir ia o...

Informação bibliográfica