Historia da universidade de Coimbra nas suas relações com a instrucção publica portugueza por Theophilo Braga: (1555 a 1700)

Capa
Por ordem e na typ. do Academia real das sciencias, 1895
0 Críticas
As críticas não são validadas, mas a Google verifica a existência de conteúdo falso e remove-o quando é identificado
 

Opinião das pessoas - Escrever uma crítica

Não foram encontradas quaisquer críticas nos locais habituais.

Páginas seleccionadas

Outras edições - Ver tudo

Passagens conhecidas

Página 206 - valha, e tenha força e vigor, como se fosse carta feita em meu nome, por mim assignada e passada pela chancellaria, sem embargo da Ordenação do segundo livro, titulo vinte, que diz que as cousas, cujo effeito houver de durar mais de um anno, passem por cartas; e passando por alvarás,
Página 281 - livros dos registos da dieta Universidade e Collegio, para que a todos seja notório e se cumpra inteiramente. O qual hei por bem que valha, e tenha força e vigor como se fosse carta feita em meu nome, por mim assignada e passada por minha chancellaria, posto que
Página 228 - Universidade, para se saber como o assim tenho mandado, o qual hei por bem que valha, e tenha força, e vigor, como se fosse Carta feita em meu nome por mim assinada, e passada por minha Chancellaria, posto que por ella não
Página 226 - as taes Provisões pelo Escrivão do Conselho delia; o qual hei por bem que valha, e tenha força, e vigor como se fosse Carta feita em meu nome, por mim assinada, e passada por minha Chancellaria; e posto que
Página 217 - Universidade de Coimbra tiver em contrario. E este me praz que valha, e tenha força, e vigor, como se fosse Carta feita em meu nome por mim assinada, e passada por minha Chancellaria, sem embargo
Página 332 - e d'alem mar, em África, senhor de Guiné e da conquista, navegação e commercio da Ethiopia, Arábia, Pérsia e da índia, etc. Faço saber aos que esta minha carta virem, que havendo eu respeito
Página 205 - guardar este alvará, como se nelle contém, o qual hei por bem que valha e tenha força e vigor, como se fosse carta feita em meu nome, por mim assignada e
Página 228 - e quero que valha, e tenha força, e vigor, como se fosse Carta feita em meu nome, por mim assinada, e passada por minha Chancellaria, e posto que por ella
Página 305 - Arábia, Pérsia e da índia, etc. Faço saber aos que esta minha carta virem, que por parte do Reitor, lentes, deputados e conselheiros da Universidade da cidade de Coimbra, e do Provincial e Padres da
Página 332 - D. Sebastião, por graça de Deus, rei de Portugal e dos Algarves, d'aquem e d'alem mar, em África, senhor de Guiné e da conquista, navegação e commercio da Ethiopia, Arábia, Pérsia e da índia, etc. Faço saber

Informação bibliográfica