Imagens das páginas
PDF
ePub

gal Cuidadofo, e Laftimado, que fobre as attendiveis Authoridades, e Monumentos coetaneos referidos no feu Prologo publicou o P. Jofé Pereira Bayaố nefta Cidade de Lisboa em o anno de 1737.

pag. 22.

PROVA NUM. IV. S. 96. ALVARÁ do Senhor Rey D. Sebaftiao para o Collegio das Artes fer provido de paỡ, mantimentos, e mais coufas neceffarias. Extrahido do Livro, que tem por titulo: Eftatutos, Privilegios, e Liberdades do Collegio das Artes entregue aos Padres da Companhia por ElRey D. Joao III, e vem a fol. 77 verf. do dito Livro, que fe conferva na Torre do Tombo no Armario Jefuitico, para onde foi tranfportado com a folemnidade, que confta do Auto, que no mesmo Armario fe conferva. pag. 31.

PROVA NUM. V. S. 97. PROVISAO do Senhor Rey D. Sebaftiaỡ, pela qual houve por bem, que os Jefuitas do Collegio das Artes poffaõ traxer pelos olivaes da Cidade de Coimbra trezentos carneiros, e feis cabras, fem pagarem coima ; e ifto fem embargo de qualquer defeza, ou Provifaõ, que em contrario haja. Extrahida do dito Livro dos Eftatutos, Provisões, Privilegios, e Liberdades a fol. 54. verf. pag. 37.

PROVA NUM. VI. S. 98. ALVARÁ, pelo qual o Senhor Rey D. Sebaftiao houve por bem, que os Religiofos da Companhia de Jefus, que forem examinados, fejaõ admittidos a tomar gráo na Univerfidade gratis fem obrigaçao do juramento; e nao os querendo admittir, fejao havidos por graduados. Extrahido do dito Livro dos Eflatutos fol. 56, e feg. pag. 38. PROVA NUM. VII. §. 99.

ALVARÁ, pelo qual o Senhor Rey D. Schaftiaō houve por bem, que todos os Regulares da Companhia, que foffem

gra

graduados fóra da Univerfidade de Coimbra pelos Privilegios que tem, ou graduados em qualquer outra Univerfidade, fejaõ tidos, e havido como se fossem graduados em Coimbra. Extrahido do dito Livro dos Eftatutos a foh 57. pag. 40. PROVA NUM. VIII. S. 100. ALVARÁ, pelo qual o Senhor Rey D. Sebaftiao houve por bem, que Eftudante nenhum passasse a ouvir Canones, ou Leys ás Efcolas da Univerfidade de Coimbra, fem levar Certidao do Principal do Collegio das Artes. Extrahido do dito Livro dos Eftatutos a fol. 60.

pag. 41.

PROVA NUM. IX. S. 101. CARTA do Senhor Rey D. Sebaftiaõ, pela qual o Collegio das Artes, e o Collegio de Jefus fe unem, e incorporao á Univerfidade, e gozao de todos os Privilegios della. Extrahida do dito Livro dos Eftatutos a f.61. pag. 43.

PROVA NUM. X. S. 102.

ALVARÁ do Senhor Rey D. Sebaftiao fobre o Confervador da Universidade conhecer das dúvidas dos Eftudantes do Collegio das Artes. Extrahido do dito Livro dos Eftatutos a fol. 60. pag. 44.

PROVA NUM. XI. §. 103. PROVISAO do Senhor Rey D. Sebaftiao, para que os paga mentos, que fe fizerem ao Confervador, e Meirinho da Universidade de feus ordenados, fe lhes façaõ com Certidao de Reitor do Collegio das Artes, c. Extrahida do dito Livro dos Eflatutos a fol. 62,

[ocr errors]

pag. 46.

PROVA NUM. XII. §. 104. PROVISAO do Senhor Rey D. Sebaftiaõ, para que os defpcdidos, e fahidos da Companhia nao poffa fer elegidos para Examinadores dos Bachareis, ou Licenciados, que Se examinarem no Collegio das Artes; e que nenhum del

les

les difpute, nem fe affente no lugar dos Meftres em todos os actos públicos. Extrahida do dito Livro dos Eftatutos a fol. 63. verf.

pag. 47.

PROVA NUM. XIII. §. 105. ALVARÁ fobre varios Apontamentos. Extrahido do dito Livro dos Eftatutos a fol. 70.

pag. 48. PROVA NUM. XIV. S. 108. ALVARÁ do Senhor Rey D. Sebaftiao, pelo qual ordenou, que nenhuma peffoa déffe porção, falvo no Collegio. Extrahido do dito Livro dos Eflatutos a fol. 76. pag. 51.

PROVA NUM. XV. §. 109.

ALVARÁ do Senhor Rey D. Sebaftiao, pelo qual houve por bem, que o Confervador da Universidade caftigaffe qualquer peffoa, ainda que foffe Eftudante das Escolas maiores, que viele ás Efcolas menores fazer algumas defcortexias, ou as fixeffe em outras partes aos Meftres, e Eftudantes dellas. Extrahido do dito Livro dos Eftatutos a fol. 77. pag. 52.

PROVA NUM. XVI. §. 150. CARTA, que o Jefuita Lourenço Magio, Provincial de Auftria, efcreveo ao feu Geral S. Francisco de Borja em Março de 1571. Extrahida da Hiftoria geral da Companhia, compofta por Francisco Sacchino da mefma Sociedade. Part. III. Liv. VII. num. 139. pag. 358. com as feguintes.

pag. 53.

P.R OVA NUM. XVII. §. 173. RELAÇAO dos mortos, e cativos na batalha de Alcacer, ex

trahida do Abbade Diogo Barbofa Machado, Tom. IV. das Memorias de ElRey D. Sebaftiao, Liv. II. Capit. XVII. num. 107. e 108. e Cap. XVIII, num. 1 1o. III. e 112,

pag. 54. PRO

PROVA NUM. XVIII. §. 190.

DECRETO para fer prezo Pedro de Alcaçova Carneiro; ac1 cufações contra elle feitas, e fuas refpoftas; fendo tudo extrahido do Livro II. Cap. XXXVIII. pag. 452. com as feguintes da Hiftoria Sebaftica, efcrita por Frei Manoel dos Santos. pag. 58.

PROVA NUM. XIX. §. 192. DECRETO para fer prezo Luiz da Silva; accusações contra elle feitas, e fuas refpoftas, fendo tudo extrahido do Liv. II. Capit. XXXVIII. defde a pag. 458. até a pag. 472. da mefma Hiftoria Sebaftica.

pag. 67: PROVA NUM. XX. S. 233.. AUTO das Cortes de Lisboa, congregadas no anno de 1579 pelo Senhor Rey D. Henrique, com os Juramentos, que nellas fe preftárao. Extrahido do Liv. I. do dito Senhor Rey a fol. 6. que fe conferva no Senado da Camera, p.71.

PROVA NUM. XXI. S. 247. CARTA, ou Representaçaõ dirigida ao Summo Pontifice Sixto V. no anno de 1589. pelos Regulares da Companhia denominada de Jefus do Reyno de Portugal, Sacerdotes Theologos ainda nao profeffos de Quarto Voto; referin do as violencias, que commettiao os Profeffos; e fupplicando providencia Apoftolica, que occorreffe a tantos ef candalos, e calamidades. Extrahida de hum Livro manu fcripto, que foi achado no Archivo fecreto da Casa Profella de S. Roque, donde paffon para a Torre do Tombo, onde fe conferva no Armario Jefuitico, pag. 1. com as Seguintes. pag. 85. PROVA NUM. XXII. §. 261. COPIAS das Sentenças, que o Arcebispo de Lisboa no anno e os Miniftros da Cafa da Supplicaçað em 1613, e1614. proferíraó fobre e Embargo, que o Pre

de 1612,

po

pofito da Cafa Profeffa de S. Roque mandou fazer nas obras, que o Conde da Vidigueira continuava no quintaľ das fuas cafas. Extrahidas dos volumofos Papeis defta contenda, que fe achaō no Armario Jefuitico da Torre do Tombo. pag. 90.

na,

PROVA NUM. XXIII. §. 262. COPIA da Inhibitoria emanada do Tribunal da Rota Romaavocando a fi tudo o que pertencia ao pleito entre o Prepofito da Cafa Profeffa de S. Roque, e o Conde da Vidigueira. Extrahida dos Papeis defta contenda, que fe confervao no Armario Jefuitico da Torre do Tombo. p.93.

PROVA NUM. XXIV. §. 263. Fé das Citações feitas á inftancia do Prepofito da Cafa Profella de S. Roque ao Arcebispo de Lisboa, ao Colleitor Apoftolico, aos Defembargadores da Cafa da Supplicação, e ao Conde da Vidigueira. Extrahida dos Papeis defta contenda, que fe confervao no Armario Jefuitico da Tor re do Tombo. Debaixo defta mefma Prova se acha a Querela, que Jorge Pereira, moço dos Jefuitas, deo contra os criados do Conde da Vidigueira; e os Artigos de Sufpeição, que contra o mesmo Conde puzerao os ditos Jefuitas. pag. 99. PROVA NUM. XXV. S. 269. CERTIDAO authentica, pela qual confta que no Armario Jefuitico da Torre do Tombo fe conferva entre outros hum Volume, que contém a Collecção do que fe passou nefte Reyno a refpeito do Interdicto pofto pelo Colleitor Octavio Accorambono Bifpo de Foffombruno por intrigas dos Jefuitas.

pag. 108. PROVA NUM. XXVI. §. 302. CARTA do Cabido de Evora a D. Jorge de Ataide, Bifpo de Viseu, no tempo que fervio em Madrid no Conselho de

Por

« AnteriorContinuar »