Pesquisa Imagens Maps Play YouTube Notícias Gmail Drive Mais »
Entrar
Livros Livros
" Longo tempo apos si me trouxe cego, De vós me aparto, si; porém não nego Que inda a longa memoria, que me alcança, Me não deixa de vós fazer mudança, Mas quanto mais me alongo, mais me achego Bem poderá a Fortuna este instrumento Da alma levar... "
Obras de Luis de Camões ... - Página 89
por Luís de Camões - 1783
Visualização integral - Acerca deste livro

Obras completas de Luis de Camões, correctas e emendadas pelo cuidado e ...

Luís de Camões - 1843
...me achego Bem poderá a Fortuna este instrumento Da alma levar por terra nova e estranha, Offerecido ao mar remoto, ao vento. Mas a alma, que de cá vos acompanha, Nas azas do ligeiro pensamento Para vós, águas, voa, e em vós se banha. CXXXIV. Senhor João Lopes, o meu baixo estado...
Visualização integral - Acerca deste livro

Obras completas de Luis de Camões, correctas e emendadas pelo cuidado e ...

Luís de Camões - 1843
...me achego Bem poderá a Fortuna este instrumento Da alma levar por terra nova e estranha, Offerecido ao mar remoto, ao vento. Mas a alma, que de cá vos acompanha, Nas azas do ligeiro pensamento Para vós, águas, voa, e em vós se banha. CXXXIV. Senhor João Lopes, o meu baixo estado...
Visualização integral - Acerca deste livro

Obras de Luiz de Camões: Sonetos. Can̨cões. Sextinas. Odes. Oitavas

Luís de Camões - 1861
...achego. Bem poderá a Fortuna este instrumento Da alma levar por terra nova c estranha, Offerecido ao mar remoto, ao vento. Mas a alma, que de cá vos acompanha, Nas azas do ligeiro pensamento Para vós, águas, voa. e em vós se banha. CXXXIV Senhor João Lopes, o meu baixo estado...
Visualização integral - Acerca deste livro

Obras, precedidas de um ensaio biographico, augmentadas com ..., Volume 2

Luis Vaz de Camoens - 1861
...achego. Bern poderá a Fortuna este instrumento Da alma levar por Ierra nova e estrariha, Offerecido ao mar remoto, ao vento. Mas a alma, que de cá vos acompanha, Ñas azas do ligeiro pensamento , 67 CXXXIV Senhor Joâo Lopes, o meu baixo estado Hontem vi posto...
Visualização integral - Acerca deste livro

Sonetos

Luís de Camões - 1880 - 354 páginas
...achego. Bem poderá a Fortuna este instrumento Da alma levar por terra nova e estranha, Offerecido ao mar remoto, ao vento. Mas- a alma, que de cá vos acompanha, Nas azas do ligeiro pensamento CXXX1V Senhor João Lopes, o meu baixo estado Hontem vi posto em grao tão excellente, Que...
Visualização integral - Acerca deste livro

Luiz de Camões, Volume 1

José Maria Latino Coelho - 1880 - 374 páginas
...me achego. Bem poderá a Fortuna este instrumento Da alma levar por terra nova e extranha Ofterecido ao mar remoto, ao vento. Mas a alma, que de cá vos acompanha. Nas azas do ligeiro pensamento Para vós, aguas, voa, e em vós se hanha. N'estas quérulas palavras parece que o poeta...
Visualização integral - Acerca deste livro

Seventy Sonnets of Camoens: Portuguese Text and Translation. With Original Poems

Luís de Camões, John James Aubertin - 1881 - 288 páginas
...achego. Bem poderá a Fortuna este instrumento Da alma levar por terra nova e estranha, Offerecido ao mar remoto, ao vento. Mas a alma, que de cá vos acompanha, Nas azas do ligeiro pensamento Para vós, águas, voa, e em vós se banha. t CXXXIII. On leaving Coimbra and the object...
Visualização integral - Acerca deste livro

Camões, Os Lusiadas e a renascença em Portugal

Joaquim Pedro Oliveira Martins - 1891 - 324 páginas
...achego. Bem poderá a fortuna este instrumento Da alma levar por terra nova e estranha, Ofíerecido ao mar remoto, ao vento. Mas a alma, que de cá vos acompanha Nas azas do ligeiro pensamento Para vós, agoas, voa e em vós se banha. 2 0 Mondego, onde se lhe havia de banhar sempre...
Visualização integral - Acerca deste livro

Os melhores sonetos da lingua portuguêsa desde Sá de Miranda

Fidelino de Figueiredo - 1907 - 89 páginas
...achego. 3 Bem poderá a Fortuna, este instrumento Da alma levar por terra nova e estranha, Offerecido ao mar remoto, ao vento. Mas a alma, que de cá vos acompanha, Nas azas do ligeiro pensamento Para vós, aguas, voa, e em vós se banha. SONETO 34.° Aquclles claros olhos que chorando...
Visualização integral - Acerca deste livro




  1. A minha biblioteca
  2. Ajuda
  3. Pesquisa de livros avançada
  4. Transferir ePub
  5. Transferir PDF