Dissidências de Género e Sexualidade na Literatura Brasileira: uma antologia (1842-1930) - Volume 1. Desejos

Capa
César Braga-Pinto, Helder Thiago Maia
INDEX ebooks, 21/06/2021 - 400 páginas
0 Críticas
As críticas não são validadas, mas a Google verifica a existência de conteúdo falso e remove-o quando é identificado

César Braga-Pinto e Helder Thiago Maia reuniram nos dois abrangentes volumes desta antologia quase cem anos – “um longuíssimo século XIX” – de textos ilustrativos das dissidências de género e sexualidade da literatura brasileira, cruciais para se “compreender o lugar do Brasil na história do género, das sexualidades e das homossexualidades ocidentais.”

Segundo os organizadores, “mais importante do que criar um subcânone LGBT, a contribuição desta antologia será, ao contrário, de ampliação e desestabilização do cânone literário, reconstruindo o contexto em que este se consagrou. Esta antologia “contém inúmeras descobertas, seja de autores esquecidos, como Laurindo Rabelo, Ferreira Leal, Nestor Vitor, João Luso, Vinício da Veiga, Laura Villares e outros, seja de textos menos conhecidos de autores consagrados. Assim, mesmo autores como Machado de Assis, ao serem lidos em companhia de tantos inusitados escritores, poderão ser lidos sob um prisma até agora insuspeito, menos como uma exceção de seu tempo, mas em diálogo com seus contemporâneos e antecessores.”

O primeiro volume, “Desejos”, debruça-se sobre o desejo homoerótico, incluindo o desejo dito “homossocial”, que se alarga num amplo contínuo do qual a misoginia, a homofobia e o “pânico homossexual” não estão excluídos.

O segundo volume, “Performances”, reúne as representações não-normativas de género – homens efeminados, mulheres masculinas, assim como personagens que transitam entre géneros – e que raramente permitem afirmar algo sobre a (homo)sexualidade dos personagens.

 

Opinião das pessoas - Escrever uma crítica

Não foram encontradas quaisquer críticas nos locais habituais.

Páginas seleccionadas

Acerca do autor (2021)

César Braga-Pinto é doutor em literatura comparada pela Universidade da Califórnia, Berkeley, e professor de literatura brasileira e comparada na Northwestern University. É autor, entre outros, de A violência das letras: amizade e inimizade na literatura brasileira (1888-1940). (EdUERJ, 2018), além de dezenas de artigos sobre João do Rio, Raul Pompeia, Adolfo Caminha, Gilberto Freyre, Mário de Andrade, entre outros. Vive entre São Paulo e Chicago.

Helder Thiago Maia é doutor em literatura comparada pela Universidade Federal Fluminense, e atualmente realiza estágio de pós-doutorado em Estudos Comparados de Literaturas de Língua Portuguesa, na Universidade de São Paulo, com bolsa FAPESP 2018/19521-4. É autor de O devir darkroom e a literatura hispano-americana (2014) e Cine[mão]: espaços e subjetividades darkroom (2018). É editor da revista Periódicus (UFBA) e pesquisador do NuCuS (UFBA).

Informação bibliográfica