Pesquisa Imagens Maps Play YouTube Notícias Gmail Drive Mais »
Entrar
Livros Livros
" Eu não, e agora com dor Quero perder meus sentidos. Os que mais sabem do mar Fogem de ouvir as Sereias; Eu não me soube guardar: Fuy vos ouvir nomear, Fiz minha alma e vida alheias. "
Historia dos quinhentistas - Página 18
por Teófilo Braga - 1871 - 328 páginas
Visualização integral - Acerca deste livro

Historia da litteratura portugueza, Volume 1

Joaquim Theophilo Braga - 1871 - 320 páginas
...demasia com magoas e querellas de amor : Cerra a serpente os ouvidos A' voz do encantador; Eu não, o agora com dor Quero perder meus sentidos. Os que mais...amores que deixara em Coimbra? D. Gonçalo Coutinho (1) Canc. geral, fl. 110. declara que as suas obras estão cheias de allusões a successos do tempo...
Visualização integral - Acerca deste livro

Poesias de Francisco de Sâ de Miranda

Francisco de Sá de Miranda - 1885 - 1118 páginas
...Nace outro maior desejo. 132. Esparsa XI. Cerra a serpente os ouvidos A' voz do encantador; Eu n3o e agora com dor Quero perder meus sentidos. Os que mais sabem do mar Fogem d'ouvír as sereas, Eu não me soube guardar : Fui vos ouvir nomear, Fiz minha alma e vida alheas....
Visualização integral - Acerca deste livro

Os melhores sonetos da lingua portuguêsa desde Sá de Miranda

Fidelino de Figueiredo - 1907 - 104 páginas
...A outros móres sabores, Liamos pelos amores Do bravo e furioso Orlando, Envoltos em tantas flores. Os que mais sabem do mar Fogem de ouvir as sereias: Eu não me soube guardar, Fui-vos ouvir aomear Fiz minha alma e vida alheias. Esta e outras inumeras semsaborias provocava-as...
Visualização integral - Acerca deste livro

Studies in Portuguese Literature, Volume 10

Aubrey Fitz Gerald Bell - 1914 - 274 páginas
...esparsa in the Cancioneiro de Resende : " Cerra a serpente os ouvidos A voz do encantador ; Eu nao, e agora com dor Quero perder meus sentidos. Os que mais sabem do mar Fogem d'ouvir as sereas ; Eu n&o me soube guardar : Fui vos ouvir nomear, Fiz minha alma e vida alheas."...
Visualização integral - Acerca deste livro

Poesias de Francisco de Sá de Miranda

Francisco de Sá de Miranda - 1885 - 1128 páginas
...Nace outro maior desejo. 132. Esparsa XI. Cerra a serpente os ouvidos A' voz do encantador; Eu n2o e agora com dor Quero perder meus sentidos. Os que mais sabem do mar Fogem d'ouvir as sereas, Eu n3o me soube guardar: Fui vos ouvir nomear, Fiz minha alma e vida alheas. Texto:...
Visualização integral - Acerca deste livro




  1. A minha biblioteca
  2. Ajuda
  3. Pesquisa de livros avançada
  4. Transferir ePub
  5. Transferir PDF