Historia da universidade de Coimbra nas suas relações com a instrucção publica portugueza por Theophilo Braga, Volume 2

Capa
Por ordem e na typ. do Academia real das sciencias, 1895
0 Críticas
As críticas não são validadas, mas a Google verifica a existência de conteúdo falso e remove-o quando é identificado
 

Opinião das pessoas - Escrever uma crítica

Não foram encontradas quaisquer críticas nos locais habituais.

Outras edições - Ver tudo

Passagens conhecidas

Página 378 - Alvará se impremirá outrosi no principio da dita obra, o qual ey por bem que valha e tenha força e vigor, como se fosse Carta feita em meu nome por mim assinada e passada por minha Chancellaria, sem embargo da Ordenação do segundo livro tit.
Página 345 - Arábia, Pérsia e da índia, etc. Faço saber aos que esta minha carta...
Página 345 - Rei de Portugal e dos Algarves, daquem e dalem mar, em África, senhor de Guiné e da Conquista, Navegação e Commercio da Ethiopia, Arabia, Persia e da India etc.
Página 210 - Eu el-rei, faço saber aos que este alvará virem, que eu hei por bem e me praz...
Página 232 - Rei de Portugal e dos Algarves, daquém e dalém mar em África, Senhor da Guiné e da Conquista, Navegação e Comércio da Etiópia, Arábia, Pérsia e da índia...
Página 407 - Almeirim aos quatro dias de jujunho de 1580.» (Arch. nac., Livro dos Estatutos, Provisões, Privilégios e Liberdades, fl. 78.) «Dom Pelippe per graça de Deos Rei de Portugal e dos Algarves d'aquem e d'alem mar em África, Senhor de Guiné, etc. faço saber a vós Reitor e padres do Collegio de Coimbra da Comp.
Página 211 - ... vinte que diz que as cousas cujo effeito houver de durar mais de um anno passem por cartas, e passando por alvarás não valham...
Página 211 - Ordenação do segundo livro, titulo vinte, que diz que as cousas, cujo effeito houver de durar mais de um anno, passem por cartas; e passando...
Página 183 - Remdas aas terças segundo ordenança, e os começara a vemcer e auer do dia que começar a seruir o dito carguo em diante. E este Aluara ey por bem que valha e tenha força e viguor como se fosse carta feyta em meu nome por mym assinada e passada por mynha chancellaria.
Página 382 - Collegio está ordenado que nelle aja, e este alvará me pras que valha e tenha força e vigor como se fosse carta feita em meu nome per mim assinada e passada per minha chancellaría, etc. Gaspar de Seixas o fes em Almeirim, vinte e tres de fevereiro de 1572. Jorge da Costa o fes escrever.

Informação bibliográfica