Pesquisa Imagens Maps Play YouTube Notícias Gmail Drive Mais »
Entrar
Livros Livros
" Do teu Príncipe ali te respondiam As lembranças que na alma lhe moravam, Que sempre ante seus olhos te traziam, Quando dos teus fermosos se apartavam; De noite, em doces sonhos que mentiam, De dia, em pensamentos que voavam. "
Nacionalidade, lingua e litteratura de Portugal e Brazil - Página 146
por João Manuel Pereira Silva - 1884 - 410 páginas
Visualização integral - Acerca deste livro

De la littérature du midi de l'Europe, Volume 2

Jean Charles Léonard Simonde de Sismondi - 1837
...0 nome que no peito eserito tinhas. Do teu Principe alli te respondiam As lembranças , que na alma lhe moravam ; Que sempre ante seus olhos te traziam , Quando dos teus formosos se apartavam ; De noito em doces sonhos que mentiam , De dia em pensamentos que voavam ; E quanto em Ga, cuidava , e...
Visualização integral - Acerca deste livro

Os Lusiadas poema epico de Luis de Camões: restituido a' sua primitiva ...

Luís de Camões - 1846 - 585 páginas
...ho peito escriptõ titihas. cxxi. « Do teu principe âlli te respondiam As lemhranças, que n' alma lhe moravam; Que sempre ante seus olhos te traziam , Quando dos teus fermosos se apartavam; De noite em doces sonhos, que mentiam; De dia em pensamentos , que voavam :...
Visualização integral - Acerca deste livro

Ricordi d'una missione in Portogallo al re Carlo Alberto

conte Luigi Cibrario - 1850 - 378 páginas
...no peilo escriplo tinlias. Do leu principe alii te rcspondiam As lembrancas que n'alma Ihe mora vani Que sempre ante seus olhos te traziam Quando dos teus formosos se aperlavam ; De noite em doccs sonhos que meotiam; De dia cm pensamenlos quo voavam; E quanto cinfini...
Visualização integral - Acerca deste livro

Obras, precedidas de um ensaio biographico, augmentadas com ..., Volume 6

Luis Vaz de Camoens - 1870
...nome. que no peito escrito tinhas. GXXI Do leu Príncipe ali te respondiam As lembranças, que na alma lhe moravam ; Que sempre ante seus olhos te traziam....apartavam; De noite em doces sonhos, que mentiam, De dia cm pensamentos, que voavam; E quanto em fim cuidava, c quanto via, Eram tudo memórias de alegria....
Visualização integral - Acerca deste livro

Selecta camoniana: ou, excerptos dos Lusiadas

Luís de Camões - 1863 - 314 páginas
...nome, que no peito escripto tinhas. CXXI Do teu Principe alli te respondiam As lembranças, que na alma lhe moravam, Que sempre ante seus olhos te traziam,...formosos se apartavam. De noite em doces sonhos, que mentiamt De dia em pensamentos, que voavam: E quanto em fim cuidava, e quanto via, Eram ludo memorias...
Visualização integral - Acerca deste livro

Os Lusiadas do século XIX: poema heroi-comico (parodia)

Francisco Augusto de Almeida - 1865
...que na cara escripto tinhas. CXXI «Do teu bom Conde alli te respondiam As lembranças que na alma lhe moravam, Que sempre ante seus olhos te traziam, Quando dos teus tortinhos se apartavam; De noite em doces sonhos, que mentiam, De dia em pensamentos, que voavam ;...
Visualização integral - Acerca deste livro

Camões e os Lusiadas

Joaquim Nabuco - 1872 - 286 páginas
...onde ella se expande. _ Para lá volve sempre os olhos, lá deixou a alma : « Do teu príncipe alli te respondiam As lembranças, que n'alma lhe moravam...sempre ante seus olhos te traziam, Quando dos teus formosus se apartavam; De noite em doces sonhos, que mentiam, De dia em pensamentos, que voavam ; E...
Visualização integral - Acerca deste livro

Os Lusiadas de Luiz de Camões, Volumes 5-8

Luís de Camões - 1873 - 266 páginas
...nome, que no peito escrito tinhas. 121 Do teu Principe ali te respondiam . As lembranças , que na alma lhe moravam ; Que sempre ante seus olhos te traziam,...Quando dos teus formosos se apartavam; De noite em doce* sonhos, que mentiam, De dia em pensamentos, que voavam; E quanto em fim cuidava, e quanto via,...
Visualização integral - Acerca deste livro

Os Lusiadas, Lief. Vergleichung der besten Texte, mit Angabe de ...

Luis Vaz de Camoens - 1874
...CXXI. Do teu principe ali te respondiam As lembranças, que na alma lhe moravam, 3 Que sempre ante sens olhos te traziam, Quando dos teus formosos se apartavam. De noite em doces sonhos, que mentiam, 6 De dia em pensamentos que voavam; E quanto em fim cuidava e quanto via, Eram tudo memorias de alegria....
Visualização integral - Acerca deste livro

Os Lusiadas de Luiz de Camões

Luís de Camões - 1874 - 318 páginas
...CXXI. Do ten principe ali te respondiam As lembranças, que na alma lhe moravam, 3 Que sempre ante sens olhos te traziam, Quando dos teus formosos se apartavam. De noite em doces sonhos, que mentiam, 6 De dia em pensaiuentos que voavam; E quanto em fim cuidava e quanto via, Eraut tudo memorias de alegria....
Visualização integral - Acerca deste livro




  1. A minha biblioteca
  2. Ajuda
  3. Pesquisa de livros avançada
  4. Transferir ePub
  5. Transferir PDF