Imagens das páginas
PDF
ePub

que seja el

pera ğ tambe

a causa, ně que polos emparar fauorece Deos contra mi a el rey de Calicut, porque ho não faz se não por offensas q The tenho feylas, & quer que aja esta causa pera as pagar,

&

rey de Calicut ho execuior de sua justiça ,

por outros peccados que fez os pague, por amor q me destruye por goardar a fé aos estråjeiros & hospedes (cousa a q todos temos tanta obrigação ) por isso não vos pareça que por emparar os frangues recebo estes castigos, nề cuydeis que el rey de Calicut me pode destruir de todo, q ainda que me agora lançasse fora de Cochim, nã tardara muyto a armada dos frågues , & ho seu capitão mór me tornara a restituir: & être làto recolherposemos á ilha de Vaips: & por sua fortaleza , &

por
ho inuerno que

temos á porta espero em Deos que escapemos del rey de Calicut. E pois eu que perco mais que vos me consolo coisto, cósolaiuos vos, & não acrecèleys minha tristeza com ho aluoroço que fazeys. Vendo os seus sua grande constancia muyto espantados dela assessegaranse do' aluoroço que tinhão contra os nossos, prometendolhe de comprir seu mandado , & assi ho fizerão. E fuy tamanha' a cốstancia del rey que mandandolhe ainda el rey de Calicut cometer ğ The desse os nossos , & que desistiria da guerra, não quis : respondendo q ele tinha a vitoria mais por treyção que por valëtia: que se fora por ela seu irmão, nem seus sobrinhos não morrerão mas matarão a quě os quisera matar: & pois eles erão mortos não sentia perder Cochim, porque os frangues que esperaua muy cedo ho restituirião & vingarião dele. O que sabido por el rey de Calicut, mandou logo destruir a terra a fogo & a sangue, de que foy

foy ho medo tamanho nos moradores de Cochim, que os mais fugirão da cidade: & de volta coeles fugio ho terceyro principe de Cochim, parecendolhe que el rey de Calieut ho fizesse rey, & assi fugirão dous milaneses lapidairos que estauảo com ho feytor, que sabjà fundir artelharia, hum chamado loão Maria & outro Pedro An

TOMO I.

U

[ocr errors]

tonio: estes disserão a el rey de Calicut ho medo que ya em Cochim , & quão pouca gente el rey tinha pera se defender, pelo que determinou de ir sobrele, & partiose logo: & el rey de Cochim lhe sayo ao encontro com a gente que tinha & com os Portugueses que aquele dia fizerão cousas marauilhosas e hùa batalha que os reys se derão, em ģ el rey de Cochi foy ferido & desbaratado. E por ficar ferido & ter perdida a major parte de sua gěte nã quis dar outra , & passouse a hùa ilha chamada Vaipim s está de fronte de Cochim que os Malabares tem em gråde veneração por ser antreles cousa santa: & era seu costume que quem se ali acoIbia nå podia receber nhů mal, & leuou consigo os Portugueses & a feytoria. E vendo el rey de Calicut que era ali acolhido, nå curou mais dele, mas mandou queymar Cochim , & por

etrar ho inuerno se recolheo a Cråganor , deixando em Cocbim gente de goarnição em tranqueyras que mandou fazer. E ficầdo os Najres de Cochim muyło tristes pela morte dos principes, & por seu rey ser věcido. Quatorze deles ở ho mais sintirão determinarão de vingar esta injuria, & morrer sobrisso, & assi ho jurarão , & deixară crecer os cabelos das barbas & das cabeças. E a estes taes chamão na lingoa Malabar Chauer que na nossa quer dizer morto, & assi se tem eles por mortos quando assentão em iais determinações, & geralmente lhes chamão na India Amoucos, & estes så muyto temidos dos outros homềs porque sabem que vão a morrer,

vão a morrer, & por medo da morte nå hão de deixar de matar quem quiserề. Estes quatorze A moucos partirão de Vaipim cô determinação de fazerë a el rey de Cali

de Calicut todo ho mal s podessem : & dando no seu arrayal que tinha em Cranganor The matarão muyta gěte, & vendo que se punhão em ordè de lhes resistir passarão a Calicut: & entrado de supito matarão muytos dos seus moradores & queimarão parte da cidade, & a gêle matou onze deles , & os outros se recolherão a hùa serra,

õde andarão cinco annos , de que

os de Calicut auião medo grandissimo, polos supitos rebates que lhes dauão. E despois de receberem deles muyto dâno acabarão as vidas.

CAPITOLO LIIII.

De como se perdeo Vicente sodré go outros em Curia

muria. Partido

artido Vicente sodré cổ sua armada do porto de Cochim sem querer dar ajuda a el rey, ně aos nossos que estauão na feytoria, foyse na volta do reyno de Cambaya em busca das naos de mouros q viessẽ do mar roxo a Calicut

que

vinhão muyto ricas. E na costa de Cambaya tomou por força darmas co-ajuda dos outros capitầes cico naos destas que digo, em ở em dinheiro se tomarão passante de duzētos mil pardaós, & a moor parte dos mouros foråo mortos, & as naos queimadas. E dali se foy a hìas ilhas chamadas Curia muria que estão ao mar do cabo de Goarda fů pera consertar seus navios por fazeré muyta agoa & chegou a vīte Dabril de mil & quinhentos & tres. E cỏ quanto as ilhas erão pounadas de mouros sayo em terra, porğ os moradores nå erão homềs de guerra , åtes cô medo fizerão muyto bỏ recebimêto aos Portugueses vedēdolhes måtimělos & cõuersådo coeles. E têdo Vicēte sodré hìa carauela tirada a mõte, disseranlhe ĝ no mes de mayo sobreuinha ali tamanha tormềta de vèto norte q nã auia nao qsteuesse no porto ở nå desse á costa & por

isso não
paraua

ali nhừa naquele tempo: & que assi ho deuia ele de fazer, & mudarse pera a outra banda da ilha abrigada de norte: & passada a tormenta tornaria a surgir ondestaua. E cuydando ele que lhe qrião fazer algủa treyção por serè mouros, nůca se quis mudar, dizêdo q as naos que dauảo á costa erão as q tinhảo ảcoras de pao, & as suas erão de ferro, & por mais que os mouros ho tornarão a persuadir nunca quis mudarse: o que não fizerão Pero

rafael, nem Fernão rodriguez badarças, ně Diogo pirez que logo se mudarão ho derradeyro Dabril: & Vicente sodré & seu irmão ficarão, & quando a tormenta veo as suas naos derão á costa, por mais ancoras que tinhão & forão espedaçadas: & foy morta muyta gête: antre ela morrerão os dous irmãos & perdeose tudo quanto estaua nas naos. E os naujos de Pero rafael & de Fernão rodriguez & de Diogo pirez escaparão õde se acolherão & assi a carauela de Pero dataide que estaua a monte. E bem lhes pareceo q a perdiçã dos dous irmãos, fora pelo peccado que fizerão è nã acodir a el rey de Cochim , & deixarë os Portugueses em tamanho perigo como ficauão : & por isso determinarão de se tornar a Cocbim pera os ajudarem se disso teuessem necessidade, E fizerão capitão mór a Pero dataide , & partirå na entrada de Mayo, & por ho inuerno da India lhe fazer ja rosto passarão na viagem muyto grådes tormentas com que se virão quasi perdidos : & não podendo arribar a Cochim tomarão A njadiua: onde lhes foy forçado inuernarem por amor do tempo. E passados tres ou quatro dias que ali chegarão, chegou tambem hùa nao de que era capitão Antonio do campo, que indo com dom Vasco da gama lhe morreo logo ho piloto: & por isso foy sẽpre ao longo da costa , pelo que se deteue tanto , & com muylo trabalho chegou a Anjadiua, onde inuernarão todos, com assaz de fadiga , por não terem que co

mer.

CAPITOLO LV.

De como partirão pera a India por capitães mores de

tres armadas Francisco dalbuquerque, f Afonso dalbuquerợ, g Antonio de saldanha, Neste anno de mil & quinhentos & tres, parecēdo a el rey de Portugal, que ho Almirante dõ Vasco da

gama deixaria assentadas pacificamente as feytorias de Cochim, & de Cananor , & que não averia necessidade de mandar grande armada, não quis mandar mais de seys naos repartidas em duas capitanias. Das primeyras tres foy capitão mór hů fidalgo chamado A fonso dalbuquerque, que despois gouernou a India , como direy no terceyro liuro. E forão seus capitães Duarte pacheco pereyra de que faley atras, & Fernão martiz Dalmada que dizē que morreo na viagem de gordo: & este partio logo. Das outras tres naos foy por capitão mór Francisco dalbuquerque que foy seu primo Dafonso dalbuğrą. Forão seus capiiães Niculao coelho, que foy no descobrimento da India, & Pero vaz da veiga. Outra armada de tres naus partio tambè pera descobrir ho estreito do mar roxo, & esperar na boca dele as naos dos mouros de Meca : & desta foy capitão mór hủ tidalgo Castelhano chamado Antonio de saldanha , & forão seus capitães Ruy Loureço rodriguez rauasco, & Diogo fernandez peteyra. E esta armada partio despois das duas, de ģ a Dafonso dalbuậrò partio a seys Dabril, & a de Francisco dalbuquerque a qualorze. E assi hûs como os outros passarão no caminho muytas tormentas, cổ que se perdeo Pero vaz da veiga. E Francisco dalbuquerque ģ partio derradeyro chegou primeyro q Afonso dalbuquerque cổ Niculao coelho a Anjadiua em A gosto: onde ainda achou Pero dataide, & os outros capitães q hi inuernarão, de que sabendo a guerra que era declarada del rey de Calicut, & del rey de Cochim sobre os nossos ,

« AnteriorContinuar »