Imagens das páginas
PDF
ePub

foy logo com toda a frota que era de seys yelas, pera Cananor, pera hi saber o que passava & Cochim. É em Cananor fizerão os nossos grande festa com sua vinda. E el rey foy falar ao mar á Fråcisco dalbuquerģ, & cõtoulhe o que sucedera em Cochim , & onde el rey estaua. E sabido isto partiose logo pera Cochim, & chegou quasi noyte, a hů sabado dous de Setembro do mesmo anno. E logo foy visto por el rey ler vigias, ģ ja sabia sua vida. E foy a festa muyto grande em Vaipim por sua chegada , não somente em el rey , & nos Portugueses, mas em todos os moradores de Cochi: & fazião grădes tangidas, & folias: em que logo os de Calicut que estauão nas tranqueyras atentarão. E sabềdo a causa disso, como foy noyte fugirão pera Cranganor, & assi ho tinha mandado el rey de Calicut, que tambě sabia a vinda do capitão mór pela via de Cananor, dôde foy auisado. E ao domingo como foy manhaå Fråcis. co dalbuquerque foy surgir na boca do rio de Cochim: & el rey ho mãdou visitar polo nosso feitor. E a segunda feyra pela manhaă deixando Francisco dalbuquerque as naos a recado se foy nos bateis armados a Vaipim : & assi leuou consigo as duas carauelas pera lhe ajudarë, se viessem paraós de Calicut. E indo hů pedaço das naos chegou Duarte pacheco: que sabendo ao que ya Francisco dalbuquerque se lançou logo no seu batel com algũa gente, & partio apos ele com låta pressa dos remeyros, que ho alcançou antes de chegar a Vaipim, onde ho el rey de Cochim estaua esperando á borda dagoa cô os Portugueses , & com quanta gente estaua recolhida na ilha. E era ho prazer tamanho em todos, que vendo el rey de Cochim os nossos bateis começou de bradar alto, Portugal Portugal: & ajudouho toda a outra gente. E os Portugueses dos bateys respõderão pelo mesmo modo, Cochim Cochim a pesar de Calicut. E quando Francisco dalbuquerque saltou em terra, el rey ho leuou nos braços com as lagrimas nos olhos de prazer, dizendo que nã queria mais vida que ate ser res.

tituydo em Cochim, pera que soubessem os seus quanta rezão teuera de passar tanta fadiga por emparar os nossos, & seruir a el rey de Portugal: em cujo nome The ho capitão mór deu muy los agradecimentos, & lhe prometeo vingåça de seus immigos: & de sua parte The deu dez mil eruzados pera gastar entre tanto q não recolhesse suas rêdas : & isto do cofre que leuaua. O que el rey de Cochim teue em muyto, porque estaua muy pobre. E os seus teuerão aquilo por grandeza: & fuy muylo falado antreles & ja lhes parecia bě fazer el rey o que fizera polos Portugueses. E logo el

rey foy leuado a Cochim, & entrou com grande alegria que fazião os seus : & os nossos que dali por diante forão muylo bě quistos dos de Cochim. E não tardou nada que as nouas del rey estar detro forão a el rey de Calicut, & dos eruzados que lhe dera ho capitão mór. E vendo que a guerra se aparelhaua mãdou algîs Caimais pera suas terras por confinarem cô as del

rey

de Cochim.

CAPITOLO LVI.

De como Francisco dalbuquerque começou de fazer guer

ra aos immigos del rey de Cochim. Metido

etido el rey de posse de Cochi, Fräcisco dalbuquerg sé despedio dele, pera aida dali ate noyte lhe dar algùa vingança de seus immigos , & foyse á ilha que está defronte de Cochim. E como os moradores dela estauảo bị fura de serem cometidos aquele dia , tomaränos 08: nossos de sobresalto, & fizerão neles gråde matança , & queimarão algúas pouoações, & despois se embarcarão sem nhúa afrota. E indose Francisco dalbuquerque pera a frota, disse a el rey o que fizera. E ao outro dia tornou á mesma ilha pera a destruir de todo. E leuaua seyscêntos homês, que tantos tinha com os dos naujos q achou: & yảo coele todos os capitães. E ho Caymal da ilha o estaua esperădo á borda dagoa cỏ obra

de dous mil Naires, os mais deles frecheiros, & os outros de lanças, despadas, & escudos :

que

trabalhou quáto pode por tolher a desembarcaçã aos Portugueses, ģ sem receberê nhủ dâno fizerão muyto nos immigos com as setas : & os fizerão fugir, indo apos eles ate a outra båda da ilha : & foråo tão apertados q não teuerão outro remedio se não lançarse ao mar. E ficando muytos mortos, & feridos : & não tendo os nossos com quě pelejar, poserão fogo ás pouoações da ilha , & destruirảna toda. E ao outro dia foy Frãcisco dalbuquerque a outra chamada Charauaipim, que era dů Caimal vassalo del rey de Cochim, que fora è ajuda del rey de Calicut: porque por espias del rey de Cochim sabia que estaua ho Caimal bề apercebido pera se desèder : & tinha tres mil Naires, setecentos frecheiros, & corenta espingardeyros : & suas casas fortalecidas cổ tranqueyras. É assi tinha por mar algůs.paraós artilhados, que The dera el rey de Calicut. E estes estauão no porto, onde os Portugueses aujão de desembarcar, pera lhe tolher que não ětrassem nele. E sobre isso ouue grâde peleja de bombardadas: & os imigos por derradeyro fugirão , & os Portugueses ficará no porto, onde estauão. metidos - nagoa ate á cinta grande numero dos imigos, defendendolhes que não pojassem em terra, tiradolhe muyta soma de frechas, & de lanças , & infindas pedradas. Mas como a nossa artelharia começou

de

jugar, se afastarão pera ho sertão : & feylos ali em.corpo, derão assaz ğ fazer aos Portugueses no desembarcar: porque se defèdião muy rijo. E por mais q apertauão coeles, nunca deixară ho câpo de golpe, se não pouco a pouco se forão recolhendo aos palmares. E ali com họ embaraço que as palmeiras fazião se defenderå hû pedaço, & despois fugirão sem nhũa ordě : & os nossos ho seguirà. É indo no encalço ho condestabre de Francisco dalbuquerợ, que se chamaua Pero de lares se achou só tres Naires que virarão a ele, & hů deles lhe deu hûa frechada nos peitos : & por amor dhủ peito ģ

[ocr errors]

leuaua lhe nå fez nojo: & e ho Naire desfechando, desfechou ele hûa espingarda que leuaua de tres tiros, & todos ceuados : & deu ao Naire pelos peylos, & vazouho da outra parte: & logo desfechou ouira vez em hů dos dous ĝ ficauão & matouho: & nisto ho ferio ho terceyro cố a agumia ở hữa perna , & quisera fugir , & Pero de lares ho matou cô a espada. E desharatados os imigos, posse Francisco dalbuquerque em caminho pera as casas do Caimal, que tinha recolhida nela sua gente,

& estaua forte cổ tranqueiras. E levaua os capitães repartidos por åbas as bandas da ilha, cada hồ cổ sua gente: & polo meyo da ilha a gente de Cochi. E nesta ordem yão todos queimando, sem auer quem lhes resistisse. E indo nesta ordenança sobriuierà algủs paraós de Calicut da båda da ilha, por

onde

ya

Duarte pacheco: & por serem muytos saltarã em terra, & pelejarão coele, de maneyra ĝ foy necessario acodir Francisco dalbuquerq com a gente de sua capitania , & por achar muyto mais dura resistencia nos imigos do que cuydou : & se temeo que acodisse ho Caimal cỏ toda a gente q tinha: que ho poeria em muyto grãde trabalho. E mandou a Niculao coelho, ở cõ Antonio do cấpo, & Pero dataide, fosse dar nas casas do Caimal, ho que logo foy feyto. E Niculao coelho foy ho primeyro q chegou ás tranqueiras q ho Caimal tinha feytas diãte das suas Casas pera as ter mais fortes. E foy aqui a peleja muyto grande, que antre os immigos auja muytos frecheiros, & cổ tudo os Portugueses pelejarả cổ tamanho esforço, que entrarão as tranqueiras. E ho primeyro q sobio foy hừ Garcia mendez morador na vila de Santarë, escriuả da nao de Antonio do câpo. E entradas as tranqueiras, os nossos forão apos os imigos ate as casas do Cajmal, que hi foy morto defendědose muy bem. E assi forão mortos & feridos muytos dos seus , & as casas roubadas. E dos nossos forão feridos dezoyto, & hů morto. E no espaço è q isto passou Francisco dalbuquerq', & Duarte pacheco desbaratarão os da armada de Cali

[blocks in formation]

cut, ficando na praya muytos mortos , & feridos : & os outros se recolherã aos paraós & fugirào. E per memoria de tamanho feyto como este foy, armou Francisco dalbuquerque ali algus caualeyros, que certo bo feyto foy pera isso: porque de tres mil Naires ģ ho Caimal tinha , os menos escaparão: & a ilha foy toda destruida a ferro & a fogo. E assi ficou el rey de Cochim bem vingado do Caimal.

CAPITOLO LVII.

De como Francisco dalbuquerque começou de edificar ho

castelo Manuel. Despois disto, determinado Francisco dalbuğrque, de fazer guerra ao senhor de Repelim , .partiose hùa noyle cổ os outros capitães pera hồ lugar seu, que esta quatro legoas de Cochim, onde chegou ao outro dia as oyto horas. E estauảno esperando á borda dagoa bem dous mil Naires : de que os quinhệtos erão frecheiros. E chegando a tiro de berço de terra despararå sua artelharia, cổ que fizerão despejar a praya aos immigos, & recolherse aos palmares : & ali esperarão Francisco dalbuquerģ: que desẽbarcado cô os nossos, os foy cometer , indo Niculao coelho na dianteyra, q logo cô os seus deu nos imigos, & apos ele outros capitães. E neste primeyro encontro forão feridos algüs dos nossos, de frechadas q os îmigos tirauão detras das palmeiras, cổ que se emparauão: pelo que vendo os Portugueses q lhe nã podião por diante fazer nhů nojo, cometerånos de traues, tirådolhe cõ as béstas , & espingardas , & derribando algûs os fizerão fugir pera ho lugar, ale onde os forão seguindo: & no lugar fizerão neles muyto mór destroço que no cảpo, onde andauão espalhados: porğ ali tomauãonos juntos nas ruas, & podiảnos melhor ferir: & matarão muytos , & outros fugirão. E ficãdo ho lugar despejado foy ğimado, roubado ho primeyro os Naires de

« AnteriorContinuar »