Imagens das páginas
PDF
ePub

& a terra tantos erão. E nisto os dos machados derão na estacada (sem os nossos atentarem com acupação que tinhão ) & como a acharã sem goarda por serê fugidos os de Cochir começarão de a cortar: & entrarão logo algûs frecheiros dando grandes gritas, & tirarão aos nossos que ficarão cercados de todas as partes: de ġ os combatiã fortemente. Duarte pacheco ở vio a estacada entrada esteue em grădes duuidas, porą se lhe acodisse êtrauão os imigos ho vao & dãdolhe nas costas ho tonarião ás mãos, & se lhe não acodia entrarião por ela todos & irião destruyr Cochi sem lho poder defender. E por derradeyro determinou dacodir á estacada, porque nela se poderia melhor emparar dos immigos & offendelos, que do batel. E dizêdo isto aos seus ,

seus, remeteo à ela desparando sua artelharia em rodauiua, & tirando cô as rocas de fogo, & com outros arteficios , & arremessos, & entra polos imigos que yão pera a estacada, & tolheolhes q não passassem auante matando algůs. E andådo nisto quasi que ficou em seco por ser muyla agoa vazia. E logo Nåbeadarim carregou sobrele com dezaseys mil homềs , & dando grandes gritas chegarão tanto ao batel que lhe lançauão mão dos remos, & à barafunda era tamanha q parecia que se fundja homundo , & ás frechadas dos immigos & arremessos erão tão bastos ĝ matauão a eles meśnios, & os nossos se defendião com grande esforço de detras de suas arrombadas, &

por isso os não podião entrar, porem afoghuãños por serern tantos. E desta vez éstèuerão quasi perdidos se lhe nosso senhor não acodira cô sua misericordia, porở tinhão rachado hů trauessam : & desfeytas quasi lodas às arröbadas , & gastadas as munições q durou a pelejà nais tempo do q Duarte pacheco cuydou. E estãdo nesta a fronta chega a táré q se não via cô à grâde reuolta : & pola falta q tinha de munições , & sé reformar da gente por ter ferida muyta lhe foy forçado chegar á boca do vão onde esperaua dachar tudo por deixar dito a Pero rafael que lho mädasse, & leuou trabalho grâdissi.

mo em sayr donde estaua , que nüca ho batel pode virar cố os imigos que ho tinhão cercado, & cercado deles sayo com a popa por diante, & assi foy ate chegar a Christouão jusarte, q tambè teue assaz de fadiga em defèder a boca do vao , & matou co os seus muyto grãde soma dos imigos. E achando aqui o que ya buscar, refezse de tudo cổ Christouảo jusarte: & leuouho consigo por não ser necessario defender mais a boca do vao por amor da enchète dagoa ğ ho fazia despejar dos imigos,

& ho mesmo fizerão outros ģ estauão na estacada polos apertarem muyto cô a artelharia, & muytos forão mortos, hûs de feridas, outros dafogados : & os nossos os seguirão ate a banda de Porquá onde estaua el rey de Calicut muyto enuergonhado pelo que dissera a seu irmão & ao senhor de Repelim & não fazia mais q eles : & apertados os imigos dos nossos fugirão todos. É indo el rey fugindo pela borda dû palmar defrôte das carauelas : madoulhe Pero rafael tirar com hùa bombarda grossa, ğ The matou dû tiro treze homes & hù deles daua ho betele a el rey, & matouho tão perto dele ğ ho encheo de sangue: & el rey se baqueou do ädor cô medo, ficardolhe na peleja morta gěte sem conto, sem dos nossos morrer nhů, durando ela de pola manhaå ate ho meo dia. E quando el Rey dở Manuel de Portugal soube despois esta vitoria por amor da lealdade q el rey de Cochi vsou cổ os nossos na guerra passada & nesta, & do seruico que lhe fez lhe deu seys centos cruzados de tença de juro, ğ se lhe pagão cô grande solenidade: & ho padrão desta tença lhe leuou despois dom Francisdo dalmeida primeyro visorey da India como direy no segundo livro.

CA P I T O LO LXXVI.

Do que Duarte pacheco disse ao principe de Cochi sobre

a treyção s lhe foy feyta.

Despois que

el

rey de Calicut fugio, partiose Duarte pacheco pera as carauelas sem querer falar ao principe de Cochim por amor da treyção ở lhe fizerå os seus Naires em deixarê a estacada : & pareceolhe que ele fora em consentimento disso pois não viera a těpo : & mandandolhe ele pedir q lhe falasse a borda dagoa, lhe mandou dizer q não podia por leuar sua gête cansada , & ģ pola manhaà lhe ouuera de falar quãdo lhe mãdou dizer q el rey de Calicut ya pelejar coele no vao: & pois não fora nå tinha mais ģ falar ĝ deixarlhe Cochỉ seguro del rey de Calicut & coisto mandou remar rijo : & tirar bõbardadas , & dar gritas. E parecềdo ao pricipe aquela reposta aspera : & de que estava agrauado dele, lornoulhe a mãdar pedir ĝ lhe falasse, & ele de importunado lhe foy falar: queixandose ho principe de sua reposta , lhe pregůtou ở culpa lhe daua. E ele lho disse, & que lhe parecia ğ ayuilo fora treyção do Mangate & de seus parètes : & porem que não cresse que lhe podia empecer: porą a descõfiança ğ tinha dele & dos seus The faria fazer suas cousas com melhor recado, & què tão mal goardaua sua terra q leueměte a perderia, & se aquilo fora trato que pouco ganbasa em se ele perder, & se ho não era que nå podia disculpar os seus de fracos, ainda ģ ser a gente fraca , ou esforçada lhe vinha do capitão. Ao principe vierão as lagrimas aos olhos cô aspereza destas palauras: & disse q lhe não desse culpa no ĝ dizia, porġ a não tinha , nè cresse dele o que dizia, porğ seu recado lhe não fora dado mais cedo, nem soubera q el rey de Calicut auia dir ao vao, & q ho não julgasse por homem de tratos, & mais què tantas vezes se auenturaua a morte por amor del rey

...

& mais pera

el

de Cochim, que se lhe mais cedo fora dado seu recado, mais cedo fora: & coisto disse outras cousas com ğ Duarte pacheco perdeo a sospeita s tinha & ficarão amigo3. E Duarte pacheco se foy pera as caravelas õde el rey de Cochim ho foy ver saindo ele em terra a recebelo: & el rey ho abraçou co muyto amor, & a todos os nossos: & assi mãdou ở o fizesse os señores Ở yão coele. E qrėdo el rey desculpar ho pricipe da culpa que lhe deu, disselhe q não soubera que rey.

de Calicut auja de ir ao vao se na quando ele mâdara chamar bo principe que fora ja tarde: & que não vira os Bramenes : porquem lhe mãdara dizer da vinda del rey de Calicut. Duarte pacheco lhe disse, que ele quisera escusar de falar naquilo, mas q pois vinha aproposito que lhe diria o q entendia: que era não lhe serem ho Mangale, nem seus parentes lào leays como ele cuydaua, &

que se ho eles nã forầo dầles, como ho aujão de ser querendo sua amizade mais por consträgimento de temor ģ por amor : & que era certo q eles fizerão que os Bramenes lhe dessem seu recado pois mandarão ir a tal tempo a sua gente da estacada : & por a culpa que sabiảo que tinhảo ho pão forão ver, & pois não tinha necessidade deles pera que os queria em Cochim , que os deixasse ir pera el rey de Calicut: porque lá se temeria deles menos que em Cochim. E que tambem os seus Naires ho deixarå ja duas vezes que não sabia q aquilo era , que se lhes mådaua hůa cousa perante ele : & outra em secreto q ho desenganasse, & que isto lhe não dizia por necessidade ĝ teuesse dos seus : mas porque não conbecessem es immigos quão fracos.erão. El rey de Cochim ficou muyto triste do que lhe Duarte pacheco disa se : & disculpouselbe tanto que ele ficou satisfeyto: & outra vez tornou el rey a mandar aos seus que lhe obedecessem como a ele mesmo.

CAPITOLO LXXVII.

De como el rey de Calicut mádou deitar peçonha nos

mantimétos que os nossos auião de comprar.

rey de Calicut ficou muyto espantado de ver tantos mortos dû só tiro : & teue por grande marauilha eseapar dali viuo: & porem ficou muyto corrido de não fazer mais que os outros indo ele em pessoa ,

& poloencobrir tornaua a culpa aos bramenes & feiticeyros que lhe conselharão q desse a batalha : & disselhes que eră muyto grandes mintirosos, que cada dia ho enganauão, & que os não auia mais de crer, que se ho assi fizera da primeyra vez q ho éganarão, que não recebera tanta perda como recebeo. E assi disse muytas injurias aos Naires : & estaua tão meněcorio que parecia doudo. Os reys que ali est auão lhe disserão que não tinha rezão de os culpar de fracos : porque não ouuera outros homës que lhe resistirão se não os frangues que erå feyticeiros & com feytiços podião tanto. Ao que ho senhor de Repelim tambem quis ajudar. E el rey The disse ĝ se eles erão pera tão pouco como lhe nã aferrara as carauelas cổ tão grossa armada como leuaua : & quê lhe matara tåla gěte, & porở lhes não entrara ho vao: dizėdolhe muytas vezes q se calasse q não fizesse tão pouco era täto, q se não podia vencer cổ tantos milhares de homës, ģ nå posesse a culpa de serê os seus věcidos aos feytiços se não a seu pouco esforço : do q ele ficou grandemete euergonhado & dissimulou, & cõselhoulhe que mãdasse deitar peçonha na agoa de q se presumisse ģ 08 nossos podião beber : & assi os mâtimètos ĝ lhe věc desse & ğ mådasse Naires a Cochỉ, q matássě secretaměte dos nossos os mais q podessem , & por esta maneyra os apouquentaria pois não podia por outra. E este conselho mandou logo el rey ğ se posesse em obra : & ouuera dauer efeyto se não fora por Charcanda hů Naire

do ģ

« AnteriorContinuar »