Imagens das páginas
PDF
ePub

ra lha rem , como pera lhe pedir que os tirasse de catiueiro. E ele vista esta caria, quisera responder a ela pelo mouro & que ficara ho moço: mas ele não quis , dizêdo que de necessidade auia de tornar cố ho mouro: porque lhe derão licença pera leuar a carta com condição q nã tornado que cortassem as cabeças aos nossos que ficauão em Calicut, a que Lopo soarez mandou dizer de palaura , que quando fosse pera Cochi surgiria ho mais perto que podesse de Calicut , & que fugissem eles de noyte pera a frota, ou a nado, ou em almadias: & isto porğ soube do mesmo moço que os catiuos andauão sem ferros pela cidade cô dous Naires ở os goardauão, & de noy.te dormião em hü çarame. E despois disto partiose pera Calicut, oude chegou hů sabado sete de Setembro. E como surgio foy a ele ho moço que lhe leuara a carta a Cananor & foy coele hů mouro criado de Cojebequim que lhe leuou bum presente dos regedores de Calicut. De cuja parte lhe disse, que se quisesse dar seguro a Cojebequim que iria falar coele sobre ho concerto de paz. A que ele respôdeo que não auia de tomar ho presente, në outra cousa algủa ale a paz não ser feyta, & quãto a Cojebequim que lhe poderia ir falar seguramente como seruidor del Rey de Portugal. E mandou dizer aos nossos que trabalhassem por fugir. Sabida esta reposta pelos regedores, mandarão logo Cojebequim q leuasse a Lopo soarez dous dos nossos que estauão cativos, crendo que coisso ho prouocarião a fazer paz, pedindelhe que esperasse quatro dias que

el rey poderia tardar, porque ja erão a chamalo, & que sabião que faria quanto ele quisesse. E ele respondeo, que não auia de fazer cousa algủa ate lhe primeyro não entregarem os dous Italianos que se lançarão em Calicut: & que sendo lhe entregues faria o que fosse bem. E não lhe mandou nhů recado sobre os catiuos, porque tinha pera

si que poderião fugir : mas não poderão, porque sabendo os Italianos como Lopo soarez os pedia, conselharão aos regedores q teuessem grande goarda 80

bre os catiuos: porque polos auer faria ele a paz com as condições que el rey quisesse, porque erão muyto estimados antre os nossos : & que os não auia de deixar por nhũ preço. E erendo os regedores isto, esfriarão de falar mais na paz, & poserão os catiuos em tal recado que não poderão fugir. E ficarão assi ate ho těpo do viso rey dô Fræcisco dalmeida que fugirão algùs : & os outros morrerão de doença.

CA P I T O L O XCII.

Da destruição que ho capitão mór Lopo soarez fez en

Calicut: g de como chegou a Cochim. Vendo Lopo soarez ĝ os regedores não tomauảo nhữä concrúsam coele : & desesperado de auer os catiuos quis se vingar em esbombardear a cidade hữ dia & meo, em que fez nela muyto grande destruição, que derribou ho çarame del rey , & parte dủa mezquita & outras muytas casas, & matou muyta gële ğ acodio á de q ele estaua perto com sete naos das mais pequenas da frota , & pegados com terra todos os baleis artilhados. Feyto isto partiose pera Cochim , õde chegou' hữ sabado quatorze de Setembro : & este dia esteue no mar, & foy visitado dos nossos. E ao outro dia desembarcou na nossa fortaleza da mesma maneyra que desembarcou em Cananor. El rey de Cochim ho estaua esperâdo á porta da fortaleza : & dali ho recebeo com grande festa. E despois de se abraçarem se tomarão peļas mãos, & se forão a bữa sala : em que estaua feyto hů estrado real cô hữa cadeira despaldas. E porque el rey se assentou no estrado segundo seu costume, q he assentarse no chão: madou Lopo soarez afastar a eadeira pera fora do estrado , & assentouse nela: o que lhe foy tachado per todos , & disserão que se ouuera dassentar no estrado com el rey: a quem ele deu hìa carta del rey de Portugal de muytos agardecimêtos do

que

fi

zera por amor de seus vassalos ; offrecendoselhe muylo por essa causa : & el rey disse que de tudo era pago, no que Duarte pacheco fizera", por ele. E ao outro dia The mandou Lopo soarez hùa boa soma de dinheiro que lhe el rey de Portugal mandaua, porque sabia que estaua pobre. E despois disto mậdou a Pero de mendoça, & a Vasco carualho q fossem darmada e suas naos a goardar aquela costa ate a de Calicut pera que tomassem as naos dos mouros que saysem com a especiaria. E assi mandou A fonso lopez da costa, Pedrafonso daguiar, Lionel coutinho, & Ruy dabreu ģ fossem carregar a Coulão por saber que auia la especiaria em auondança. E madou a Tristão da silua ġ fosse a Craganor por dentro dos rios cô quatro bateis armados pera pelejar cõ algüs paraós de Calicut que andauảo darmada : & Tristão da silua esbõbardeou algus : & assi algus Naires que lhe sayrão em algüas pontas : & sem chegar a Cranganor tomou hů zambuco de Calicut carregado de pimenta com que se tornou a Cochim, onde carregou com os outros capitães que carregarão muy pacificamente; & foy a especiaria tanta que sobejou muyta.

CAPITOLO XCIII.

3

De como Duarte pacheco se partio de Coulão

pera Cochim. Duarte

uarte pacheco que adaua na costa de Coulão como la vio os capitães , & q era chegado capitão mór : porở não tinha mais q fazer, partiose pera Cochim a vile dous Doutubro : & indo por seu caminho ouue vista de hùa nào muyto alamar, á que deu caça todo aquele dia & parte da poyte, que se lhe acolheo a Coulão, onde auėdo fala dela soube que era de nossos amigos , '& qı

que vinha de Choramandel, & ở detras vinhão tres naos de Calicut: pelo que foy togo em sua busca , & perlõgou aquela noyte a costa co ho terrenho. E em amanhecen

do que ya na volta do mar ouue vista de bûa vela que The fugio tanto q a não pode alcançar se não tarde perto da costa , onde pelejou coela hủ pedaço, porque trazia muyla gěte & defendiase: & por derradeyro amainou, não se atreuendo a defender. Rendida a nao, que os nossos a entrarão, mandou Duarte pacheco alijar dela algủa da gente em terra : & a outra mandou meter na sua nao presa em ferros. E sabendo que esta nao era bìa das tres de Calicut que ele ya buscar, metedo nela dos nossos que a goardassem a leuou consigo , & as outras duas. E sendo tantò auãte como Comorim , deulhe hứa toruoada com que se ouuera de perder: & passada dela surgio na costa hứa legoa de terra & ali esteue ağla noyle em que lhe fugirão a nado trinta mouros, tomarão doze com ho batel : & despois disso andou doze dias as voltas esperando pelas naos. E vendo que não vinhảo, nè achado nouas delas, leuou a nao ở trazia a Coulão. E despois de a entregar ao feytor com toda a fazêda que era muyla, se foy pera Cochỉ.

de que

CAPITOLO XCIIII.

De como ho capitão mór Lopo soarez pelejou em Cran

ganor com hứa armada de Calicut. Acabad

cabadas de carregar as naos que carregauã em Cochim : & chegadas as que carregarão fora, pos Lopo soarez em conselho se daria em Cranganor, por quanto era da parte del rey de Calicut, que ja estaua em Calicut fora do turcol : & estaua ho seu capitão mór do mar com oytěta paraós, & cinco naos : & em terra Nambeadarim com boa soma de gente. E auia noua q conio se Lopo soarez partisse pera Portugal que auia el rey de Calicut de tornar a prosseguir a guerra. E acordado per todos os capitães q dessem em Cranganor, partio de Cochim hůa noyte com quinze bateis & vinte cinco paraós de Cochim todos artilhados , & apadessados : &

[ocr errors]

hùa caravela em que irião passanle de mil dos nossos & mil Naires : & ante mạnhaà chegou a Paliporto q não pode mais andar por os baixos do rio: & os bateis erå pesados por amor das padessadas & artelharia. E ali foy ter coele ho principe com oytocentos Naires, & hûs per terra , & outros per mar partirão pera Crăganor, õdestaua ho capitã mor do mar de Calicut è duas naos nouas : & tinha as ēcadeadas & artilhadas & bastecidas de muyta gète de guerra, os mais deles frecheiros : & detras destas naos, & das ilhargas estauão os paraós tambem cô muyta gente: & tinba consigo dous filhos valentes homès. Chegada a nossa frota começou de jugar a artelharia důa parte & doutra : & 'Tristão da silua, Afonso da costa, Vasco carualho, Pedrafoso daguiar, & Antonio de saldanha que yão pa diäteira abalrroarão com as duas naos sobre o que pelejarão hů pouco. E entradas as naos forão despejadas , morrendo primeyro ho seu capitão mór , & seus dous filhos q pelejarão muyto valenteměte, & outros muytos: porque aqui foy toda a força da peleja, q nos paraós a quem os outros capitães começerão ouue pouco que fazer, que logo que virão as naos entradas se desbaratarão. Desbaratados os immigos do mar, mandou Lopó soarez que desembar, cassem os nossos : & desembarcarão primeyro os cinco capitães que digo q leuauão a dianteira, a que Nambeadarim quis resistir com algüs Naires que tinha com que os nossos pelejarão com tanto esforço que os fizerão fugir indo a pos eles , & poserão fogo a algúas casas, que todo ho lugar estaua despejado dos mouros , & dos gentios, que bem souberão como yão sobreles. 'E tambem Nambeadariņ & sua gente assi como fugirão da praya yazarão logo fora. Duarte pacheco, & o feytor Diogo fernầdez correa desembarcarão por outro cabo cô os outros capitães, & começarão de queimar. E Lopo soarez ficaua na praya tendo a gěte que se não desmandasse. Os Christãos da cidade que estauão escondidos pelas casas como virã que lhe punhão ho fogo sayrão

« AnteriorContinuar »