Imagens das páginas
PDF
ePub

lo da gama, Niculao coelho, Bertolameu diaz, & Goçalo nunez a hüa quarta feyra a tarde toparào cổ Vasco da gama , & saluâdo ho cô muylos tiros dartelharia & trõbetas lhe falarão. E ao outro dia que forão sxviij. de Julho chegarão todos á ilha de Santiago : & surgirào na praya de santa Maria, onde fizerão agoada em sete dias, & forão cõcertadas as vergas dos navios do dầno ģ receberão na lormēta passada , & hüa quinta feyra que forão tres Dagosto se partio Vasco da gama despedindose primeyro dele Bertolameu diaz: ĝ dali se foy caminho da mina. E Vasco da gama seguio por sua nauegação indo caminho do cabo de boa Esperaça , & cổ todas as naos de sua cóserua se engolfou no mar, per ôde nauegou Agosto, Setembro, & Outubro cổ muytas tormētas de vêtos, chuuas & çarrações com ğ se todos virão è assaz de perigo, vendo a morte diãte muytas vezes. E sendo ja tempo de Vasco da gama ir demådar a terra , ido na volta dela hủ sabado quatro dias de Nouembro ás noue horas foy vista, de q todos forão muyto ledos. E juntos os capitães saluarão Vasco da gama vestidos todos de festa, & os naujos einbâdeirados, & chegarão bě jūto cổ terra & porque a não conhecerão mãdou Vasco da gama ĝ tornassem a virar na volta do mar, & forão nela ate a terça feyra seguinte q virarão pera terra ate q a virão , & foră ier a hùa grande baya â por ter bộ pouso surgirão nela pera fazerē agoada , & poseranlhe nome a angra de santa Elena. E segundo os nossos despois acharão, os homes ģ morauã no sertão dağla angra: sam peğnos de corpo, & feos de rosto, de coor baça , & quando falauão parecia q salucauão : 'seus vestidos sam de peles dalimarias, feytos como capas francesas. Trazë por armas hủas varas dazàbujo tostadas , & nos cabos metidos hủs cornos dalimarias tostados , lhes seruë de ferros, & ferem coeles. Mantense esta gente de rayzes deruas, & de lobos marinhos, & baleas, de que ağla angra he muyto abastada, & assi de coruos marinhos & gaiuotas : & tambề comề gazelas,

& rolas , & cotouias , & outras alimarias & aues que ha na terra em que tambè ha cães como os de Portugal. Surta a armada mådou Vasco da

gama

rodear a ãgra pera ver se se metia nela algù rio dagoa doce & achando que não mãdou Niculao coelho no seu batel ao longo da costa pera

diante

que ho fosse buscar, & achou hů dali a quatro legoas a s pos nome Santiago, & dele se proueo a frota dagoa. Ao outro dia sayo Vasco da gama em terra cổ os outros capitães & algũa gente pera ver que gente era a que moraua naquela terra & se poderia saber quanto aueria dali ao cabo de boa Esperança, porque ho não sabia que se não allirmaua ho piloto mór na certeza do q seria, porque quando foy com Bertolameu diaz não ouue vista do cabo se não tornandose pera Portugal, & da ida fora de largo, & por isso nã conhecia a terra. E com tudo faziasse trinta legoas do cabo ao mais. Assi q desenbarcado Vasco da gama, & andando pela terra tomarão os nossos hů homem dos seus moradores, que andaua apanhando mel aos pés das moutas, õde ho as abelhas fazião sem mais cortiços. E coele se tornou Vasco da gama muyto ledo ás naos cuydando que teria lingoa nele, mas não foy assi, que nenhů dos lingoas que leuaua ho pode entender , & madoulhe dar de comer , & comeo, & bebeo de tudo o que lhe derão. E vendo Vasco da gama que se não entèdia , ao outro dia ho mandou poer em terra bem vestido, o que parece q ele foy mostrar aos outros, porğ ao outro dia vierão obra de quinze onde estaua a nossa frota : & Vasco da gama lhes mostrou especiaria , ouro, & aljofar pera ver se teria ağla gente conhecimento dalgúa daquelas cousas. E na pouca conta que fizerão delas conheceo q não tinhảo nenhum, & étão lhes deu cascaueis, aneis destanho, & ceilis : & coisto folgarão muylo. E dali por diante ale ho sabado seguite vinbão muytos onde estaua a nossa frota : & recolhedose a gente da terra pera suas poucações, hů dos nossos chamado Fernão veloso, que desejaua muylo de

[blocks in formation]

ver a sua maneyra de vida pedio licença a Vasco da gama pera ir en sua companhia : que lhe ele deu mais por importunação que por võtade. E indo Fernão veloso com eles tomarào hù lobo marinho, que logo assarão ao pee de hüa serra , & ho cearão todos. E segundo despois pareceo a gente da terra tinha ordenada treyção aos nossos, porque ağla com que Fernão veloso ceou, tanto que teve acabado de cear ho fez tornar pera a nossa frota q eslaua perto. E despois de partido foră a pos ele de vagar, & quando Fernão veloso chegou a borda dagoa estauão os nossos ceâdo , & ouuindo ho Vasco da gama bradar, & vědo a gente da terra que ho seguia, pareceolhe que lhe queria fazer mal, deixou de cear & cổ os de sua nao se meteo logo no batel & foyse a ter

& ho mesmo fizerå os outros capitães, & todos yão desarmados parecědolhes que os negros não farião o que fizerão : & eles em aparecendo os nossos bateis deitarão a correr.com grande grita, & assi sayrào outros que estauão escondidos no mato. E em os nossos desembarcando derão sobreles tirandolhes cô suas azagayas: de maneyra que aos nossos lhe foy forçado tornarse a embarcar com muyta pressa , recolhendo todauia Fernâ veloso. E vědoos os negros embarcados tornaranse, mas Vasco da gama foy ferido & assi tres homës. E ainda que os nossos ali esteuerão despois quatro dias não tornarão mais os negros : & por isso nã se pode Vasco da gama vigar deles.

ra,

CAPITOLO III. De como Vasco da gama dobrou ho cabo de boa Esperança, f do que lhe aconteceo ate passar ho rio do Iffante.

Feyta

eyta agoada & carnajem , partiose Vasco da gama húa quinta feyra pela menhaà que forão dezasey's de Nouembro & fez seu caminho na volta do mar com sul susueste. E ao sabado a tarde ouue vista do cabo de boa Esperança , & por lhe ser ho vento contrayro que era susueste, & o cabo jaz nordeste sudueste tornou a virar na volta do mar em quanto durou ho dia, & de noyte na volta da terra : & ho mesmo lhe aconteceo ale a quarta feyra seguinte ğ forão vinte de Nouembro, em s dobrou este cabo, indo ao longo da costa cổ vēto a popa, com muyto prazer de folias & langer de trombelas em toda a frota, porque todos esperauão em nosso senbor de acharem o q buscauão. E indo assi ao logo da terra vião andar nela muyto gado grosso & meudo, & todo muylo grande & gordo: & não parecião nenhũas pouoações, porque por esta terra não as ha ao longo do mar, se não metidas pelo sertão , & sam tudo casas de terra & palhaças, & a gente he baça : & vestese como a da angra de sancta Elena , & assi falão & da mesma maneyra vsam azagayas, & tem mais outras armas. A terra he muyto viçosa daruoredos & dagoas, & junto com este cabo da banda do sul se faz hủa angra muyto grande que entra pela terra hem seys legoas, & na boca tera bê outras iantas. Dobrado ho cabo de boa Esperança, logo ao domingo seguinte que foy dia de santa Catherina chegou Vasco da gama a agoada de sam Bras, que he sessenta legoas avante do cabo. He hùa baya muy to grande abrigada de todos os ventos somele do norte: a gente he baça & cobrese com peles, pelejão com azagayas

de

paos lostados, & cornos & ossos dali

marias por ferros & cô pedras. Na terra ha muytos alifâles & muy grandes, & assi boys que sam muylo mansos & gordos em estremo, & sam capados, & deles nå tē cornos. E dos mais gordos se seruě os negros pera andar neles, & trazệnos albardados cõ albardas casteThanas de tabua & sobrelas hûs paos q fazê feyção dàdilhas & nelas âdão. E aos q querè resgatar metělhe hů pao desteua pelas vētàs. Nesta angra está em mar tres iros de bésta hů ilheo em q ha muytos lobos marinhos, & deles sam tamanhos como vssos muyto grandes, & sam muyto temerosos & tě. grandes dềtes, & sam tảo brauos q se vão aos homěs : & tê a pele lå dura q nénhừa làça os pode passar por grâde força q leue, & estes då hurros como liões & os peğnos berrå como cabritos: & sam tầlos q indo os nossos folgar hû dia a este ilheo vira obra de tres mil ätre grădes & peĝnos. Ha tåbe hüas aues a ğ chamão sotilicayros q sam tamanhas como patos & não voão porở não tê penas nas asas & azurrão como asnos. Surto Vasco da gama nesta angra, fez despejar a nao dos mantimělos nas outras paos & mandouba queimar como leuaua por regimèto. E nisto & em outras cousas se deteue aqui treze dias. E logo a sesta feyra seguite despois q a armada chegou , estado os nossos nos naujos aparecerão obra de nouèta homës hủs ao lỏgo da praya, outros pelos oyteiros. E vềdo os Vasco da gama se foy a terra cổ os outros capitães, & toda a gèle ya armada, & os bateys com tiros dartelharia, porở lhes nå acôtecesse como na angra de santa Elena : & chegados os bateis jūto cổ lerra, lançaua Vas co da gama nela cascaueis , & os negros os lomauão , & The yão tomar da mão outros q lhe dauâo: do q se ele espantaua por saber de Bertolaineu diaz â quâdo ali esteuera fugião dele. E vědo a mansidão dos negros sayo ē terra cõ os seus, & fez coeles resgate de barretes vermelhos por manilhas de marfim. E logo ao sabado vierão obra de duzệtos negros antre homềs & moços ở trouuerão doze boys & quatro carneyros : & como os nosSOS

« AnteriorContinuar »