Imagens das páginas
PDF
ePub

nassè, & tornaranse todos. E espalmado ho berrio estando a capitaina a mõte, & todos os capitães em terra, veo ter coeles hủ homem em hů paraó & seria deidade de corenta annos, & não parecia daquela terra porque trazia hứa cabaya de pano branco dalgodão que The chegaua ate ho artelho, & na cabeça hủa touca muyto foteada , & na cinta hů terçado: & como desembarcou foy logo abraçar Vasco da gama como ĝ ho conhecera , & ho mesmo fez aos outros capitães, dizendo que era Christão leuantisco & que fora trazido aquela terra em idade muyto pequena , & que viuia com hů mouro chamado çabayo senhor de hüa ilha chamada Goa que estana dali doze legoas & de muyta terra no sertão, & que tinha corenta mil homês de caualo. E por quàto andaua antre os mouros goardaua de fora a sua ley, mas dentro em sua alma era Christão. E estando em casa do çabayo soubera que forão ter hûs homěs por mar a Calicut em naos de feyção nunca vista na India , & que ninguem entendia a sua lingoagë, & que andauão todos vestidos. E quâdo ele aquilo ouuira logo lhe parecera que erão Christãos & pedira licêça -ao çabayo pera 'os ir ver, a quem dissera tanto bem deles que desejaua muyto de os ver, & The mandaua dizer q lhe daria tudo o que quisesse de sua terra : & se andasse enfadado do mar,

& quisesse morar nela lhe daria renda de que fosse contente. E por derradeyro lhe pedio hů queijo, dizendo que o queria pera mandar a hủ côpanheiro que trazia , ĝ com medo não quisera passar da terra firme, & pera que ho não ouuesse & soubesse que era viuo lhe queria mandar ağle queijo por sinal. E Vasco da gama Tho deu & mais dous påes moles : & alentando Paulo da gama nisto, & no muylo q aquele homem conheceo que era espia : pelo ģ preguntou a esses bomês da terra ģ hi estauão se ho conhecião. E sabendo deles que era capitão das oyto naos que auia pouco que forão cometer Vasco da gama, disselho. E ele ho inãdou logo meter na capitaina, onde por tormětos confessou q era espia

do çabayo, & ya saber como estaua a percebido: porą estauão muytos naujos darmada por esses rios da costa pera irë sobrele, & detinhâse por corēta naos grossas que esperauão porque lhes não podesse escapar. E sabido isto por Vasco da gama mådou ho preder pera ho leuar a Portugal por testemunha das cousas da India. E receando que aquela armada fosse sobrele, parliose logo a hùa sesta feira cinco Doutubro. E dali a duzentas legoas confessou aquele home que ya preso a Vasco da gama que era mouro , & ya por parte do çabayo pera Thos leuar: porở lhe disserão ĝ andauão perdidos ao lõgo da costa. E este se tornou despois Christão, & Vas, co da gama ġ foy seu padrinho lhe pos nome Gaspar á hõrra dů dos tres Reys magos , & deulhe ho seu apelido da gama , & despois se disse que este Gaspar da gama era judeu por se achar q fora casado com hứa judia que noraua em Cochim.

CA P.IT O L O XXVII.

Do q acõteceo a Vasco da gama ale a ilha Santiago. E

continuando Vasco da gama sua viage pera Melinde despois de bê engolfado achou grandes calmarias q dảo no mar muyto grãde fadiga como eu tenho visto na vjagè da India. E passados muytos dias de calmarias sobreuierão ventos côtrajros com ģ The lhe foy forçado pairar & andar ás voltas quãdo nå podião pairar no ģ passauão immenso trabalho : & cessando estes ventos tornarão as calmarias , & apos elas tornarão os vēlos , & hora hủa cousa hora outra durou isto quatro meses com que a gếte andaua pasmada credo que aqueles tempos erã ali naturais, & q não auião de poder passar auante, & mais por adoecerem os mais deles de lhe incharem as gengiuas & Jhes apodrecerè assi como no rio dos bõs sinais & fazjāselbe medonhas chagas nas pernas & nos braços de que morrerão trinta pessoas & os outros tanto

TOMO I.

M

montauão como mortos ģ não se podião bolir, & coisto
ya
faltado a agoa

&
apertauase a regra.

E pera mayor descổsolação afbrmauão os pilotos q aqueles tempos erão ali gerais & por isso duração tanto, que se ho não forào ja se acabarão : & assi ho cria a gěte pelo ĝ desmayarão de todo & se derão por mortos, & bradauão todos a grådes brados que arribassem a Calicut ou ao outro lugar da India ģmelhor seria morrerem em terra que no mar: & requerião a Vasco da gama & aos outros capitães que arribassem , & tambem ho requerião os pilotos & os mestres em muytos conselhos q Vasco da gama fazia sobrisso : & respõdia com muyto esforço que não podia ser que aqueles têpos ali fossem gerais porque se ho forão nå se podera nauegar, por aquele golfão como nauegaua pera Melinde & outras partes, por isso q cressem que aqueles têpos auião de ter fim : & dizialhes outras muytas cousas pera os esforçar, porē os pilotos não ficarão nada côtentes , & fizerão todos cõjuração cổ os mestres , & marinheiros,

& marinheiros, & outra gente algủa, ģ como tornasse vento q arribassẽ cổ ele a Calicut. Ho ĝ sendo discuberto a Vasco da gama predeo os pilotos, & ele tomou ho cuydado de madar a via , & ho deu aos outros capitães em quãto andassem naĝle trabalho. E auendo nosso Senhor piedade dele: mandou vēto q em obra de dezaseis dias pos a frota a vista da outra costa diante da cidade de Magadaxo, ở virão a dous de Feuereyro; & por ser de mouros, è passando ao longo dela , The mandou Vasco da gama tirar muytas bobardadas. E a hů sabado cinco de Feuereiro defronte de hüa vila chamada Pate lhe sayråo, oyto nauios darmada que com medo da artelharia lhe fugirão, & dali foy surgir a Melinde onde se deteue cinco dias por amor dos doentes que leuaua, & com licença del rey madou meter em terra hû padrão com hùa Cruz & armas reais de Portugal : & partiose a dez de Feuereyro leuâdo bû embaixador que el rey mandaua a el Rey do Manuel, & aos dezasele de Feuereyro queimou ho nauio sam Ra

fael nos baixos deste nome assi por fazer muyta agoa como por não ter gente que podesse marear mais de dous nauios: & Paulo da gama foy coele, & dali corn Niculao coelho foy ter á ilha de Zanzibar ģ está em altura de seys graos dez legoas da terra firme. He grande & muyio viçosa , & abastada de mantimètos , & os malos sam larăjais: he pouoada de mouros, gếte fraca pera armas, tratanse bem de suas pessoas, sam os mais mercadores & tratão na terra firme: tem rey sobre si que tambem he mouro. E sabêdo el rey ğ Vasco da gama estaua no seu porto assentou coele amizade. E partido dali Vasco da gama foy surgir ho primeyro de Março aos ilheos de sam lorge, & mandando meter hû padrão naquele, em que a ida ouuio missa se partio & aos tres de Março fez agoada & carnagem nágoada de sam Bras de lobos marinhos & sotilicairos que não auia outra carne, & esta leuou pera ho resto da viage per que prosseguió sein nenhů contraste nem tomar mais lerra ate a ilha de Santiago.

CAPITOLO XXVIII.

De como Niculao coelho deu noua a el rey Manuel

que a India era discuberta.

auegãdo Vasco da gama & Niculao coelho pera esta ilha de Sãtiago, apartouse Nicolao coelho bữa noite & foise caminho de Portugal pera ir diante dizer a el rey do Manuel como a Judia era discuberta, & ganhar as aluisaras de tam boa noua como sabia q aquela auia de ser pera el Rey. E aos dez dias de Julho do ano de mil & quatrocentos & nouãta & noue chegou á vila de Cascays. E sabendo hi como el rey dổ Manuel estaua na vila de Sintra desembarcou & se foy logo laa & contou a el rey quanto acôtecera a Vasco da gama despois ĝ · partira de Portugal & chegar a Calicut & se tornar , do que el rey ficou lão contente como a quem se daua hûa

noua de tamanho prazer como aquela era, & fezlhe por isso muyla merce dacrecentamento de hõrra & de lěça : posto q muytos nå podião crer que a India era discuberia, & mais não vendo nenhữa mostra despeciaria në de nenhùa cousa da India, porque tudo trazia Vasco da gama que criảo que era morto pois não chegara com Niculao coelho, nem chegou se não da bi a dous meses. E auião todos por muylo impossiuel este descobrimēto por auer sessenta annos que se andaua a pos ele sem se poder saber nem rastejar: & parece que por inspiração diuina coineçou ho Ifante dom Anrrique este descobrimento por mar mais q outro nhũ principe da Europa ģ erão senhores de muyto mayor estado que ele, porque dele herdassem os reys de Portugal que forào dali por diante este descobrimèto principalmente ho inuictissimo Rey dở Manuel, pera quem a diuina prouidencia tinha goardado ho effeito dele que era a India, cujo deseobrimento estaua profilizado dantes pola Sibila Cumea segûdo se cola em hů autentico liuro que anda impresso em latim que se intitula da sagrada antiguidade, em que se contě muylos letreiros antigos, ğ furão buscados & achados e muytas partes Dasia , Dafrica & Deuropa, per mãdado do Papa Niculao quinto & dalgîs señores ecclesiasticos lào curiosos destas antiguidades, que com muylo grande despesa as madarão buscar polo můdo. E antrestas foy achado hů letreiro següdo no mesmo liuro conta hů Valetino morauio: que diz ĝ no anno de mil & quinhentos & cinco que foy seys anos despois deste descobrimêto, aos noue dias Dagosto nas rayzes do monte da lìa a que chamamos agora a rocha de Sintra junto da praya do mar forão achadas debaixo da terra tres colünas de pedra quadradas, & cada hứa tinha ê hứa das quadras cortadas nas mesmas pedras hũas letras romanas, das quaes em hüa das colunas se poderão ler por as outras estarė gastadas do tempo, & ainda estas que se lerão forão as pedras em q estavão cozidas com grande arte.

« AnteriorContinuar »