Pesquisa Imagens Maps Play YouTube Notícias Gmail Drive Mais »
Entrar
Livros Livros
" Julgando os crimes nunca os votos dava, Mais duro, ou pio do que a lei pedia; Mas devendo salvar ao justo ria, E devendo punir ao réu chorava. "
Revista do Instituto histórico e geográfico de São Paulo - Página 386
por Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo - 1914
Visualização integral - Acerca deste livro

Antologia Brasileira: Coletânea Em Prosa E Verso de Escritores Nacionais ...

Eugenio Werneck - 1842 - 490 páginas
...bons no gabinete o peito abria; Na rua a todos como iguais honrava . Julgando os crimes nunca o voto dava Mais duro ou pio do que a Lei pedia: Mas devendo salvar o justo, ria E devendo punir o réu, chorava. Não foram, Vila Rica, os meus projetos Meter em férreo...
Visualização integral - Acerca deste livro

Poesias. Cartas chilenas

Tomás Antônio Gonzaga - 1957 - 384 páginas
...bons no gabinete o peito abria, na rua a todos como iguais tratava. Julgando os crimes, nunca voto dava mais duro ou pio do que a lei pedia; mas devendo salvar ao justo, ria, e devendo punir ao réu, chorava. Não foram, Vila Rica, os meus projectos 10 meter em férreo cofre cópia d'oiro, que...
Visualização integral - Acerca deste livro

O Direito: revista mensal de legislação, doutrina e jurisprudencia, Volume 3

1874 - 674 páginas
...pincel do suavissimo e desditoso Dirceu, quando de si, egregio magistrado, assim dizia : « Julgando os crimes, nunca os votos dava Mais duro ou pio do...salvar ao justo, ria, E devendo punir ao réo, chorava. » À vida do magistrado, senhores, é uma labutação continua na conquista da verdade, e na violencia...
Visualização integral - Acerca deste livro




  1. A minha biblioteca
  2. Ajuda
  3. Pesquisa de livros avançada
  4. Transferir ePub
  5. Transferir PDF