Obras de Luis de Camões ..., Volume 3

Capa
Na Offic. de S.T. Ferreira, 1783
0 Críticas
As críticas não são validadas, mas a Google verifica a existência de conteúdo falso e remove-o quando é identificado
 

Opinião das pessoas - Escrever uma crítica

Não foram encontradas quaisquer críticas nos locais habituais.

Páginas seleccionadas

Outras edições - Ver tudo

Passagens conhecidas

Página 362 - Gonçalves, sabei que as portuguezas todas cahem de maduras, que não ha cabo que lhe tenha os pontos, se lhe quizerem lançar pedaço. Pois as que a terra dá além de serem de rala, fazei-me mercê que lhe falíeis alguns amores de Petrarca, ou de Boscão ; respondem-vos huma linguagem meada de hervilhaca, que trava na garganta do entendimento, a qual vos lança agua na fervura da mor quentura do mundo.
Página 316 - Amor. Se fosseis maior, Em maior valia Vos estimaria. Minha saudade, Caro penhor meu, A quem direi eu Tamanha verdade ? Na minha vontade De noite e de dia Sempre vos teria.
Página 238 - Virando o papel, dizia assi : Tendes nem migalha assada ; Cousa nenhuma de molho ; E nada feito em empada; E vento de tigelada ; 'Picar' no dente em remolho : De fumo tendes taçalhos ; Ave da pena que sente Quem da fome anda doente ; Bocejar de vinho e d'alhos ; Manjar em branco excellente.
Página 314 - Madre, si me fuere, doquiera que vó, no lo quiero yo, que el Amor lo quiere. Aquel niño fiero hace que me muera por un marinero a ser marinera. El que todo puede, madre, no podrá, pues el alma va, que el cuerpo se quede. Con el por quien muero voy, porque no muera; que si es marinero, seré marinera.
Página 288 - Mi nueva y dulce querella Es invisible á la gente; El alma sola la siente, Que el cuerpo no es dino della. • Como la viva centella Se encubre en el pedernal. De dentro tengo mi mal.
Página 219 - E aquele poder tão duro dos afeitos com que venho, que encendem alma e engenho, que já me entraram o muro do livre alvídrio que tenho...
Página 210 - Ali, depois de acordado, co rosto banhado em água, deste sonho imaginado, vi que todo o bem passado não é gosto, mas é mágoa. E vi que todos os danos se causavam das mudanças e as mudanças dos anos; onde vi quantos enganos faz o tempo às esperanças.
Página 287 - Pues cuanto más me lo dan, Tanto menos siento dél. Que descubra lo que siento? No lo haré, que no es tan poco; Que no puede ser tan loco Quien tiene tal pensamiento. Sepan que me manda Amor, Que de tan dulce querella.
Página 220 - ... a ajuda celeste contra ti prevalecer, e te vier a fazer o mal que lhe tu fizeste; Quem com disciplina crua se fere mais que...
Página 88 - Minha vontade não to merecia. Se com amor o fazes, eu te digo Que amor que tanto mal me faz em tudo Não pode ser amor, mas inimigo.

Informação bibliográfica