Pesquisa Imagens Maps Play YouTube Notícias Gmail Drive Mais »
Entrar
Livros Livros
" Onde pode acolher-se um fraco humano, Onde terá segura a curta vida, Que não se arme e se indigne o Céu sereno Contra um bicho da terra tão pequeno? "
Obras de Luis de Camões ... - Página 30
por Luís de Camões - 1779
Visualização integral - Acerca deste livro

Obras do grande Luis de Camões ..., Volume 1

Luís de Camões - 1815
...caminho da vida nunca certo ! Que aonde a gente põe sua esperança Tenha a vida taõ pouca segurança ! cvi. No mar tanta tormenta, e tanto dano, Tantas vezes...apercebida ! Na terra tanta guerra, tanto engano, Tanta necessidade aborrecida ! Onde pôde acolher-se hum fraco humano ? Onde terá segura a curta vida ?...
Visualização integral - Acerca deste livro

Obras do grande Luis de Camões ..., Volume 1

Luís de Camões - 1815
...caminho da vida nunca certo! Que aonde a gente põe sua esperança Tenha a vida taõ pouca segurança! cvI. No mar tanta tormenta, e tanto dano, Tantas vezes...apercebida! Na terra tanta guerra, tanto engano, Tanta necessidade aborrecida.' Onde pôde acolher-se hnm fraco humano ? Onde terá segura a curta vida ?...
Visualização integral - Acerca deste livro

Os Lusiadas, Volumes 1-2

Luís de Camões - 1818
...da vida nunca certo ! Que aonde a gente poe sua esperanca Tenha a vida taõ pouca segurança ! i06. No mar tanta tormenta , e tanto dano , Tantas vezes...apercebida ! Na terra tanta guerra , tanto engano , Tanta necessitado aborrecida ! Onde póde^acolher-se hum fraco humano ? Onde terá segura a curta vida ,...
Visualização integral - Acerca deste livro

Os Lusiadas: poema epico

Luís de Camões - 1819 - 420 páginas
...caminho de vida nunca certo ! Que aonde a gente poem sua esperança, Tenha a vida ta"b pouca segurança. cvi. No mar tanta tormenta, e tanto dano, Tantas vezes...apercebida! Na terra tanta guerra, tanto engano, Tanta necessidade aborrecida! Onde pode acolher- se hum fraco humano, Onde terá segura a curta vida? Que...
Visualização integral - Acerca deste livro

Obras completas de Luis de Camões, correctas e emendadas pelo cuidado e ...

Luís de Camões - 1843
...caminho da vida nunca certo! Que aonde a gente põe sua esperança Tenha a vida tão pouca segurança! cvi. No mar tanta tormenta, e tanto dano. Tantas vezes...apercebida! Na terra tanta guerra, tanto engano, Tanta necessidade aborrecida! Onde pôde acolher- se hum fraco humano? Onde terá segura a curta vida, Que...
Visualização integral - Acerca deste livro

Obras completas de Luis de Camões, correctas e emendadas pelo cuidado e ...

Luís de Camões - 1843
...caminho da vida nunca certo! Que aonde a gente põe sua esperança Tenha a vida tão pouca segurança! cvi. No mar tanta tormenta, e tanto dano, Tantas vezes...apercebida! Na terra tanta guerra, tanto engano, Tanta necessidade aborrecida! Onde póde acolher- se hum fraco humano? Onde terá segura a curta vida, Que...
Visualização integral - Acerca deste livro

Os Lusiadas poema epico de Luis de Camões: restituido a' sua primitiva ...

Luís de Camões - 1846 - 585 páginas
...caminho da vida nunca certo ! Que aonde a gente põe sua esperança, Tenha a vida tam pouca segurança ! cvi. No mar tanta tormenta, e tanto dano ; Tantas...apercebida ! Na terra tanta guerra , tanto engano ; Tanta necessidade aborrecida ! Onde pode acolher-se um fraco humano? Onde terá segura a curta vida , Que...
Visualização integral - Acerca deste livro

Os Lusiadas de Luiz de Camões

Luís de Camões - 1847 - 415 páginas
[ O conteúdo desta página está restrito ]
Visualização de excertos - Acerca deste livro

Os Lusiadas

Luís de Camões - 1859 - 415 páginas
...põe sua esperança, Tenha a vida tão pouca seguranca! c vi. No mar tanta tormenta, e tanto dauo, Tantas vezes a morte apercebida! Na terra tanta guerra, tanto engano, Tanta necessidade aborrecida! Onde pode acolher-se hum fraco humano, Onde terá segura a curta vida ? Que...
Visualização integral - Acerca deste livro

Obras de Luiz de Camões: Vida de Luiz de Camões. Elogios dedicados a L. de ...

Luís de Camões - 1860
...o norte, o ultimo sentimento é pela terra que nos viu nascer: dulce moriens reminiscitur Argos. 96 No mar, tanta tormenta, e tanto dano, Tantas vezes...apercebida ! Na terra tanta guerra, tanto engano, Tanta necessidade aborrecida ! Onde pode acolher-se num fraco humano, Onde terá segura a curta vida? Que...
Visualização integral - Acerca deste livro




  1. A minha biblioteca
  2. Ajuda
  3. Pesquisa de livros avançada
  4. Transferir ePub
  5. Transferir PDF