Pesquisa Imagens Maps Play YouTube Notícias Gmail Drive Mais »
Entrar
Livros Livros
" Tantas vezes me esteve a vida cara. Agora exp'rimentando a fúria rara De Marte, que nos olhos quis que logo Visse e tocasse o acerbo fruto seu (E neste escudo meu A pintura verão do infesto fogo... "
Obras de Luiz de Camões: Vida de Luiz de Camões. Elogios dedicados a L. de ... - Página 44
por Luís de Camões - 1860
Visualização integral - Acerca deste livro

Memoirs of the Life and Writings of Luis de Camoens, Volume 1

John Adamson - 1820 - 340 páginas
...amado, Pacsando o longo mar, que ameaçando Tantas vezes me esteve a vida chara. Agora exprimentando a furia rara De Marte, que nos olhos quiz que logo Visse, e tocasse o acerbo fructo sou : This action took place in the Streights, and the vessel in which Camoens was stationed,...
Visualização integral - Acerca deste livro

Obras completas de Luis de Camões, correctas e emendadas pelo cuidado e ...

Luís de Camões - 1843 - 502 páginas
...Passando o longo mar, que ameacando Camões II. 22 Tantas vezes m'esteve a vida chara. Agora exprimentando a furia rara De Marte, que nos olhos quiz que logo Visse, e tocasse o acerbo fructo seu. E neste escudo meu A pintura verão do infesto fogo. Agora peregrino, vago, errante, Vendo...
Visualização integral - Acerca deste livro

Ensaio biographico-critico sobre os melhores poetas portuguezes, Volumes 3-4

José Maria da Costa e Silva - 1851 - 682 páginas
...amado, Passando o largo mar, que ameaçando Tantas vezes me esteve a vida chara, Agora exprimentando a furia rara De Marte, que nos olhos quiz que logo Visse, e tocasse o acerbo fructo seu, E neste escudo meu A pintura verão do infesto fogo; Agora perigrino, vago, errante Vendo...
Visualização integral - Acerca deste livro

Ensaio biographico-critico sobre os melhores poetas portuguezes, Volume 3

José Maria da Costa e Silva - 1851 - 356 páginas
...Passando o largo mar, que ameaçando Tantas vezes me esteve a vida chara, Agora exprimentando a l'uria rara • , De Marte, que nos olhos quiz que logo Visse, e tocasse o acerbo fructo seu, E neste escudo meu A pintura verão do infesto fogo ; Agora perigrino, vago, errante Vendo...
Visualização integral - Acerca deste livro

Obras de Luiz de Camões: Vida de Luiz de Camões. Elogios dedicados a L. de ...

Luís de Camões - 1860 - 554 páginas
...se vê que fora sanguinolento, e onde elle encetou a sua carreira militar. Fe/, me deixar o pátrio ninho amado Passando o longo mar, que ameaçando Tantas...veram do infesto fogo. Temos á vista uma carta sua (inédita) escripta de Ceuta, a um cavalheiro, seu amigo, depois de chegai' áquella praça, que mostra...
Visualização integral - Acerca deste livro

Obras, precedidas de um ensaio biographico, augmentadas com ..., Volume 2

Luis Vaz de Camoens - 1861 - 620 páginas
...amado, Passando o longo mar, que ameacando Tantas vezes m'esteve a vida chara. Agora exprimentando a furia rara De Marte, que nos olhos quiz que logo Visse, e tocasse o acerbo fructo seu. E neste escudo meu A. pintura verüo do infesto fogo. Agora peregrino, vago, errante. Vendo...
Visualização integral - Acerca deste livro

Obras de Luiz de Camões: Sonetos. Canc̜ões. Sextinas. Odes. Oitavas

Luís de Camões - 1861 - 624 páginas
...amado, Passando o longo mar, que ameaçando Tantas vezes m' esteve a vida chara. Agora exprimentando a furia rara De Marte, que nos olhos quiz que logo Visse, e tocasse o acerbo fructo seu. E neste escudo meu A pintura verão do infesto fogo. Agora peregrino, vago, errante, Vendo...
Visualização integral - Acerca deste livro

Obras, Volume 2

Luís de Camões - 1861 - 614 páginas
...amado, Passando o longo mar, que ameaçando Tantas vezes m' esteve a vida chara. Agora exprimentando a furia rara De Marte, que nos olhos quiz que logo Visse, e tocasse o acerbo frncto seu. E neste escudo meu A pintura verão do infesto fogo. Agora peregrino, vago, errante, Vendo...
Visualização integral - Acerca deste livro

Obras, Volume 1

Luís de Camões - 1861 - 532 páginas
...esforçado, como attestam as honrosas cicatrizes que apresentava no seu rosto. Agora expérimentando a furia rara De Marte, que nos olhos quiz que logo Visse e trocasse o acerbo fruto seu, E neste escudo meu A pintura verão do infesto fogo. Em o seu poema se...
Visualização integral - Acerca deste livro

Historia da litteratura portugueza, Volume 11

Joaquim Theophilo Braga - 1873 - 456 páginas
...Passando o longo mar, que ameaçando Tantas vezes me estava a vida cara. Agora experimentando a fúria rara De Marte, que nos olhos quiz que logo Visse e tocasse o acerbo fructo seu. E n'este escudo meu, A pintura verão do infesto fogo. Â. Náo S. Pedro dos Burgalezes,...
Visualização integral - Acerca deste livro




  1. A minha biblioteca
  2. Ajuda
  3. Pesquisa de livros avançada
  4. Transferir ePub
  5. Transferir PDF