Pesquisa Imagens Maps Play YouTube Notícias Gmail Drive Mais »
Entrar
Livros Livros
" Ó gente ousada, mais que quantas No mundo cometeram grandes cousas, Tu, que por guerras cruas, tais e tantas, E por trabalhos vãos nunca repousas, Pois os vedados términos quebrantas E navegar meus longos mares ousas, Que eu tanto tempo há já que... "
Archivo Bibliographico - Página 10
por Universidade de Coimbra. Biblioteca Geral - 1877
Visualização integral - Acerca deste livro

Obras do grande Luis de Camões ..., Volume 1

Luís de Camões - 1815
...por guerras cruas, taes, e tantas, E por trabalhos vãos nunca repousas : Pois os vedados terminos quebrantas, E navegar meus longos mares ousas, Que eu tanto tempo ha que guardo, e tenho Nunca arados de estranho ou proprio lenho > xi- u. Pois vêes ver os segredos escondidos...
Visualização integral - Acerca deste livro

Obras do grande Luis de Camões ..., Volume 1

Luís de Camões - 1815
...por guerras cruas, taes, e tantas, E por trabalhos vãos nnnca repousas : Pois os vedados terminos quebrantas, E navegar meus longos mares ousas, Que eu tanto tempo ha que guardo , e tenho Nunca arados de estranho ou proprio lenho : XLII. Pois vêes ver os segredos escondidos...
Visualização integral - Acerca deste livro

Os Lusiadas, Volumes 1-2

Luís de Camões - 1818
...por guerras cruas , taes , e tantas , E por trabalhos vaõs nunca repousas : Pois os vedados terminos quebrantas , E navegar meus longos mares ousas , Que eu tanto tempo ha que guardo , e tenho Nunca arados de estranho ou proprio lenho : 4r». fois vçns ver os segredos escondidos...
Visualização integral - Acerca deste livro

Os Lusiadas: poema epico

Luís de Camões - 1819 - 420 páginas
...que por guerras cruas, taes e tantas, E por trabalhos va~bs nunca repousas : Pois os vedados terminos quebrantas, E navegar meus longos mares ousas, Que eu tanto tempo ha que guardo, e tenho, Nunca arados d' estranho , ou proprio lenho : x L. CANTO Y. Pois vens ver os segredos...
Visualização integral - Acerca deste livro

Obras completas de Luis de Camões, correctas e emendadas pelo cuidado e ...

Luís de Camões - 1843
...que por guerras cruas, taes e tantas, E por trabalhos vãos nunca repousas; Pois os vedados terminos quebrantas, E navegar meus longos mares ousas, Que...tanto tempo ha ja que guardo e tenho. Nunca arados d' estranho ou proprio lenho: XL1I. Pois vens ver os segredos escondidos Da natureza e do humido elemento,...
Visualização integral - Acerca deste livro

Obras completas de Luis de Camões, correctas e emendadas pelo cuidado e ...

Luís de Camões - 1843
...que por guerras cruas, taes e tantas, E por trabalhos vãos nunca repousas; Pois os vedados terminos quebrantas, E navegar meus longos mares ousas, Que...tanto tempo ha ja que guardo e tenho. Nunca arados d' estranho ou proprio lenho; XLII. Pois vens ver os segredos escondidos Da natureza e do humido elemento,...
Visualização integral - Acerca deste livro

Os Lusiadas poema epico de Luis de Camões: restituido a' sua primitiva ...

Luís de Camões - 1846 - 585 páginas
...mundo commetteram grandes cousas ; Tu , que per guerras cruas , taes e tantas , E per trabalhos vãos nunca repousas : Pois os vedados términos quebrantas...navegar meus longos mares ousas, Que eu tanto tempo ha já que guardo e teuho, Nunca arados d' estranho, ou próprio lenho : XLII. « Pois vens ver os segredos...
Visualização integral - Acerca deste livro

Os Lusiadas de Luiz de Camões

Luís de Camões - 1847 - 415 páginas
[ O conteúdo desta página está restrito ]
Visualização de excertos - Acerca deste livro

A Grammar of the Portuguese Language

Antonio Vieyra - 1858 - 443 páginas
...que por guerras cruas taes e tantas, E por trabalhos vaos nunca repousas, Pois os vedados terminos quebrantas, E navegar meus longos mares ousas, Que eu tanto tempo ha que guardo e tenho, Nunca arados de estranho ou proprio lenho ; Pois vens ver os segredos escondidos...
Visualização integral - Acerca deste livro

Obras, precedidas de um ensaio biographico, augmentadas com ..., Volume 6

Luis Vaz de Camoens - 1870
...No mundo commetteram grandes cousas; Tu, que por guerras cruas, taes e tantas, E por trabalhos vãos nunca repousas: Pois os vedados términos quebrantas,...navegar meus longos mares ousas, Que eu tanto tempo ha já, que guardo e tenho, Nunca arados dVsl ranho ou próprio lenho: XLII Pois vens ver os segredos...
Visualização integral - Acerca deste livro




  1. A minha biblioteca
  2. Ajuda
  3. Pesquisa de livros avançada
  4. Transferir ePub
  5. Transferir PDF