Imagens das páginas
PDF
ePub
[ocr errors]

ou a sua contemplaçaó para com os Era vulg. emulos do Heróe benemerito, que paTa com elle esqueceo a politica, e der. terrou a justiça. Ainda que pelas mes. mas ordens da Corte Nuno da Cunha estava livre e totalmente isento do poder do Viso-Rei, quando elle houve de se embarcar para o Reino com Martim Affonso de Sousa, que picado de o nao deixarem seguir os Turcos na retirada de Dio, naó quiz mais servir na India; D. Garcia recusou a homem tamanho hum lugar nas náos d'ElRei, e foi obrigado a pagar a sua para sagem em navio mercante gou. Sempre atacado da afflicçao de tratamento tað indigno , passado o Ca. bo de Boa Esperança, sentindo-se morrer cantou como cisne a triste, e desentoada letra : Ingrata Patria , tu nao lograrás os meus offos.

Morreo Nuno da Cunha nos braços dos desgostos , ainda ignorante das injúrias, que o esperavað, se che. gaffe ás Ilhas Terceiras, em premio de dez annos de serviço admiravel na India, aonde álem das victorias, fun

dou

paco que alu.

[ocr errors]
[ocr errors]
[ocr errors]

Era vulg. dou as Fortalezas de Chale , de Bas

çaim, e de Dio. Aberto o leu testa- . mento , dizia nelle , que se morrefle no mar, lançafsem o seu corpo ao fun do delle atado a camaras de falcao, que se pagaria) a El-Rei , protestando pela hora em que estava , que outra cousa nao devia á sua fazenda em todo o tempo que o servio. Ambas as man. das forao executadas ; e quando seus filhos acompanhados de seu Avó o reneravel velho Tristao da Cunha fe apresentáraó a El-Rei para lhe pagarem o valor das camaras , declarando-lhe as suas disposições testamentarias, entao este Principe deo mostras de que acordava de hum lethargo , advertio quem era Nuno da Cunha , compreliendeo a desgraça dos Principes, que pela credulidade facil se deixað fazer Promotores nas causas da inveja , das prevenções, da paixão daquelles, que shes rodeia os lados como féras devo: rantes da honra alheia.

Pelas tuggestões de homens deste caracter , resuscitado o exemplo de Lupo Vaz de Sampayo , El-Rei mandára antes ás Ilhas Terceiras a Antonio Cor. Era vulga rea Baharem com hum grande , e pezado grilhaó para trazer carregado, e preso com elle para o Castello de Lisboa a Nuno da Cunha: aquelle Herbe , que depois do Grande Albuquerque,

an.

era o mais digno dos Portuguezes, que com o maior zelo, e defintereffe fervira a Pátria, e fizera honra á Naçao, Eu formára hum cotejo elpeciolo, e triste entre as acções, e as remunerações destes dous Portuguezes tað grandes. Esquecendo a segunda parte, bein sei que na primeira nad os igualaria em tudo. Mas se diflefle de Affonfo de Albuquerque, que elle tinha hum espirito heroico, hyma grande superioridade na extensão do genio firmeza na alma , sciencia da guerra, constancia nos trabalhos, expedientes nos negocios, resoluções de cisivas nas emprezas , e outras qualidades mais bem ponderadas por quern melhor foube conhecellas :

De Nuno da Cunha diria : Que elle nao estava despido de muitas destas prerogativas : que le nað as possuio ta5 &TOM. XIII, K

lu

[ocr errors]

Era vulg. luminosas, que com inimitavel defina

tereffe as soube fazer brilhantes : que depois de déz annos de governo da India já nas idades da ganancia , acabou tao pobre , que declarou , quando niorria , que em seu poder nao tinha mais bens alheios, que seis moedas de ouro de Sultao Badur

que pela fin gularidade do seu cunho , havia guardado para as offerecer a El-Rei : que elle era hum Fidalgo generoso , intrepido nos combates, amigo da gloria, na guerra humano; que a perda de hum dos olhos em hum jogo de cas nas era o unico defeito do seu formoso talhe alta estatura , e agradavel presença.

[ocr errors]
[ocr errors]

ii CAPITULO IV.

. Do que obrou o Vifo-Rei D. Garcia de Noronha depois do' levant amento do sitio de Dio, e outros suce

ceffos do seu tempo. EU

U deixo dito que quando Fran Era vulgi cisco de Siqueira , o Malabar , chegou a Goa com a noticia de haverem os Turcos levantado o sitio de Dio , achou com a Armada prompta ao Vifo-Rei, que o esperava para tomar as suas resoluções ulteriores. Tanto que elle foube o fucceffo glorioso , em que nað tivera a menor parte , todo devido á corage de Antonio da Silveira ;

D. Garcia, transportado de prazer, mandou embandeirar a sua Capitánia , descarregar toda a artelharia , e ordenou que fizeffern o mesmo as náos da Armada. Os seus Officiaes receberaõ esta ordem com affectos bem oppostos aos da alegria do Viso-Rei. Elles e todos os soldados metcidos ein furor tomados da cólera clama.

Kii

vao,

[ocr errors]
« AnteriorContinuar »