Imagens das páginas
PDF
ePub

, que o nað

[ocr errors]

mem vil , baixo Portuguez, temera. Era vulg. rio , c sem respeito a huma Testa Co. roada ainda que dizem conhecêra, o atraveffou duas vezes com hum chuco, levou-o a corrente, e dera appareceo o cadaver do infeliz Sultað Badur do grande Rei de Cambaya , que pela mistura das suas boas, e más qualidades se fez hum grande homem; que pela vastidao longa dos seus Estados merecia o respeito correspondente á dignidade de grande Principe.

Os famosos Capitães Coge Çofar, Carecen, e Frangis-Caó tambem luta. . vao com as ondas abertos em feridas. Çofarfoi recolhido por Antonio de Sotomaior, e por seu irmao Diogo de Reinoso a pesar dos soldados, que queriaố degollalo : Carecen ferrou a terra com trabalho : Frangis-Cao chegou á praia do baluarte do Cais, e chamou para lhe acodirem no seu eftado de. ploravel; mas os Portuguezes, que o conhecêraó e virao que nao podia mover-se, o cobriraó de pedras, e com mórte cruel despacháraó do mundo ele te espantalho de tantas differentes aven

tu:

Era vulg. turas. A este tempo chegavað tres fus.

tas de Mangalor em soccorro de Badur: soccorro, que achou o mar coberto dos nossos navios, e bateis, que as fizeraó em cinza, e ao pôr do Sol se acabou a accaó, em que perdemos oito homens , e tivemos 40 feridos muitos delles das settas, que com deftreza notavel despedia hum criado de Badur Abexim de naçao.

Da Capitania via o Governador a refrega sem saber o que nella se paffava. Os moradores de Dio sobre as muralhas eraõ testemunhas oculares do espectaculo de horror, em que os seus olhos presenciárað o mafsacro cruel do seu Soberano sem o poderem soccorrer : vista horrivel, que depois de hum affaffinato tað barbaro os deixava fóra da esperança de poderem sobfiftir : que occupados de imaginações funeftas apenas lhes permittirao acordo para huma fugida precipitada, taố cega, e rapida, que sobre abandonarem quanto ha no mundo de amavel, á sahida das pórtas muitos se elinagárað, encontrando no medo a mesma mórte, de que

fu.

e

fugiað. Nuno da Cunha , já bem infor- Era vulg, mado, usou de vários expedientes para remediar estas delordens. Elle fez

publicar hum bando com pena de morte contra os Portuguezes

que tiraffem da Cidade o menos importante despojo : mandou assegurar franqueza plena aos Capitães dos navios, que estava) Ko porto : poz em liberdade a Coge Çofar, para que este foffe á Cidade, e com o seu grande respeito obrigaffe os moradores a voltarem para ella Jhes desterrasse o temor panico , o esa cufaffe na morte de Badur , que lhes devia propôr como hum accidente caJual , a que o mesmo Badur déra a origem, sem designio algum premeditado da parte dos Portuguezes.

Nuno da Cunha veio a terra, e se apoderou do Palacio Real, dos Arsenaes, dos Armazens, de 120 navios, de joias infinitas de inoveis preciolos, de artelharia em quantidade, de munições, e viveres immensos, de riquezas de hum Rei de Cambaya. Em dinheiro nao se acháraó as somas, que fe esperavaš , ou foffe porque Badur

, TOM. XIII. E

ha

[ocr errors]
[ocr errors]
[ocr errors]

Era vulg. havia mandado hum thefouro para Me

ca, ou porque a Rainha tiveite outro em Novanager, ou porque os seus Generaes divertirao, e seguráraó a tema po o que elle trouxéra para Dio. Sem demora mandou o Governador Emilsarios para consolarem a Rainha na morte de seu filho; para o escusarem na causa

4 Yella, ; para lhe fazerem osi cumprimentos de pezamęs ; mas a Rai. nba nað se considerava em situaçao de acceitar nem cumprimentos , nem el

, cusas de Nuno da Cunha. Ella fugio com as suas gentes, e thesouros de No. vanager sem responder a civilidades, co. radas, que sem demencia nao podia. estimar Gincéras , quando as encontravað os effeitos.

Tiveram os nossos Chéfes por grande fortuna apparecerem na Secretaria. de Estado de Sultao. Badur papeis, que provavao , como, elle contra os Por-, tuguezes pedíra soccorros ao Turco, e negociava em seu prejuiso por todas. as Cortes do Indoftaó. Com estes papeis tremulando nas mãos de Coge.co. far, entao nosso officioso apparente ,

CO

como tropheos do triunfo sobre Ba- Era vulgi dur, nós quizemos justificar o barbaro attentado, desculpar a nossa conducta , fazer menos horrivel a fealdade da sua mórte. Elles poderiaố causar alguma impreffaó nos espiritos escuros ; mas os illuminados havia) clamar, que pretexto algum podia justificar attentado tao atroz como o da morte de bum Soberano, que de qualquer Religiao, genio , e condiçao, que elle seja , se deve estimar como Ungido de Deos , Chrifto do Senhor, Vice-Gerente do Altiffimo; epithetos sublimes , que o Espirito Supremo dá nas Escrituras Divinas aos impios , barbaros', e Idola tras Nabuco , e Cyro. Em fim , Cou ge Çufar tudo adoçou comb bom poNitico: nós o veremos logo o primeiro vingador do sangue de Badur, como noflo contrario.

[ocr errors]
« AnteriorContinuar »