Imagens das páginas
PDF
ePub
[ocr errors]

Сето сп

Par.1. lib. 2,12. n.6

Par.1,11b.r.

[ocr errors]

quando efa engallada entre os foy mandado pelo Conde Dom Ciforkiá 1553.9 melhores esmaltes, da melhor Diogo-da Sylveira; seu irmám,à 14. nobreza. Esta prerogativa nem

Vniversidade de Coimbra, & faltou ao Padre Dom Gonçalo no anno de' 1$43. fe deliberou

trск па са
da Sylveira, como largamente a entrar na Companhia, movi-

panhia,
referi na primeira parte desta do do raro exemplo de Tandi-
Chronica; aonde'n:oftrey, co dade d'aquelles nollos primey-
mo foy filho de Dom Luis da ros, Padres , & Irmãos, que dès
Sylveira , primeyro Conde da ram principio ao Collegio de
Sortelha, Alcayde mòr de Ale Coimbra como- largamente
quer,& Guarda mòr delRey D. contamos no primeyro livro da c.22,00.6.
loam o terceiro, de quem por primeyra parte) Cousa foy certo
alguns tempos foy muyto vali dignissima de toda a admira-
do; o qual foy casado com Do çam, que sendo aquelles nossos
na Brites Coutinha, filha de em numero tam poucos,&qua-
Dom Fernando Coutinho @ si codos sem ordens de miffa, &
Marichal de Portugal; dos qua estrangeyros , & por ofta causa
es entre os dez filhos, que tives tam desprezados do povo, que
ram, nascèo este, que foy o úlci vulgarmente lhes chamavam
n!0,a quem Deos elcolhéo pera Franchinotes, com tudo foffe

y como antigamente ao Pastor tal a força , & fancta violencia r.Reg.c. 16 David, que foy o menor dos fi de sua virtude, que trouxeram à Thos de llai.

sua imitaçam de vida, o mais 3 O lugar aonde nasceo, forente, & o mais lastroso daDo lugar Gunde nas

foy Almeyrim, aonde naquelle quella Vniversidade, como fo- Muitos f. CEO o P.D. tempo estava a Corte;postoque ram o nosso Dom Gonçalo da dalgos Geçalo da os da villa de Goes(de quem è Sylveira, Dom Rodrigo de Me

fida de en. sylveira. Tra lenhor o Conde seu pay) se nefes, Dom Leàm Henriques de trárom na

querem engrandecer com o fa- Noronha, Luis Gonçalves da Copanhia
zer seu nacural; & nam falcáma: Camara, Antonio Moniz, Dom
alguns, que queiram dar esta Thcotónio de Bragança, todos
gloria a Lisboa, que este bem illuftres fidalgos,& outros mui-

tem os varoens fanctos, que to tos estudantes de melhor nome, cesté urbes dos com elles se querem hon & mayor autoridade ( que esta ceitat de rar, como em Grecia d as sere he a efficacia da virtude , esta a sistemesi, cidades com hum sô Homero. força de sanctidade, que 'aos Sintra, Parlou Dom Gonçalo a idade mayores talentos faz mayor viCote phon, de mining, como se fosse velho olencia , quando se deixam leChios, Ar- na madureza, & fancto nos cu var de fua graça , & enlevar de ges, Athe- Itumes.Sendo de desasete annos sua fermosura)nam houve meyo

nenhum

ar II

na Vniver

[ocr errors]

14:

C. 28

como ondas

noviciado.

Christo de
nenhum de brandura, ou de a menco folle mayor,& a victoria

C Panha pss} meaças, que os irmãos,& paren. mais gloriosa,levara muyraş vetes namulaffem , pera apartar a

zes pelo cabresto hum jumen. sua gràde Dom Gonçalo detta resoluçamtinho., por diante dos olhos de humilda Par: 1.liba (como vimos na primeyra rar- | Seus irmãos,& de toda a Vniver- 'de, & mor

se, contandolhe as batalhas, Relidade de Coimbra; com elle rificaçam
celebrādolhe os trjáphos) polto delcia abayxo ás ribeyras do
que todas as praças., que toma- Mondego,acarretando arča, pe-
ram, pera o fazer voltar atràs, ra as obras do Collegio,que nam
foram ondas de mar ira- he esta a menor gloria d'aquel-
do, que debalde de quebram : le insigne Collegio, qu: follem
no penhasco, que pretendem Seus primeyros fundamentos lā.
quebrar.

çados cõ os luores deste famil
Como pas
4 Exercirqule este fancto,

ale este fancto, lustre varàm. Encontrou, entra fou o PD. & resoluto goviço som grande outras , huma vez a leu irmào Gonçalo cuydado, & com os mayores

Dom Alvaro da Sylveira, qu
iempo
da

desyclos, em,mortificar seu cor- andava naquella Vniversidade,
Po com jejuns , yigias, & dikilo qual, com huma lubita, & no-
plinas, sem deixar cousa, que lhe || curalvergonha,poz cs olhos ng
pudelle aperfeiçoas lua alma, & chám,pera o nam ver em tal of
exesucando muitas rique mais

facio. Bem entendèo Dom Go-
Sam pera ad pirar, qus pera imi çalo a causa da modestia de seu
car. Algumas vezes le fingia ir mam Dom Alyaso,porém co.
doudo com a gente de fora, pe: mo tam confiado, & como tam
ca que, desconhecendoo de que li humilde , entam com mais ca
era, o tivessem pelo que fingia lor,com as vozes,& com a vara,
fer, & com iste se avilcaffe, & oi comple fulle official velho, el
desprezaslem que os Sandys pertou o jamentinho, & pallou
como sô tratam de fer conheci- por diante do irmám,á se o nam
dos de Deos, a quem queremviq,do menos bem o fentio; jul-
contenjar, entam letem porgando este grãde fetvo de Deus,
mais feludos, quando os julgam que pam devem os Religiosos
por mais doudos, fingindo por pejarse de exercitar acçočs hu-
arte, da virtude, 9 que he achy:|| mildes, que quanto mais dela-
que da natureza. Andaya,em gradam aos olhos do mundo,
corpo pelas praçaspublicastra- | mais concordam com os conse-
zende as çaltas as ceyrishas lhos de Christo; pois nem os
sarregadas do que era nesedlar Apaftolos a tiyetam por afrónta Mae.il.n.6
rio peca cala.uoliniai trazer o xil animalfinho, que o Euntes .aw

Segera que o merecis! Senhor lhes maridou bolcar;

[ocr errors]
[ocr errors]
[ocr errors]

d

.

uem

sus.

Rex tuus

!

Hier.in vita

Saccú qdo femel fue

7

Christod?, nem elcolhèo outras Aguias que na verdade os varoens lan- Cēparkia 1553. mais generofas,nem outros Ele ctos mais querem ter hunia oc 14. cepit eis le phantes mais soberbos, nem ou

casiàm de merecimento, que tros Lebens rompentes, pera a possuir grandes estados, pois ef

juntar ao carro de leu triūpho, tes lhes podem occafionar pecIsaiz 6, 72: no dia em que entrou em Ieru cados, & aquelle lhe aflegura a n.11. Ecce falen.eOutra vez encontrou falvaçam. Nam havia poder avenit tibi co o Cõde D. Diogo da Sylvei- ||cabar com elle, que madafle de ledes fuper raiseu irmám, o qual vinha com

roupa , por mais remendada, & alinam &c. grande acompanhamento de por mais velha que andaffe ; &

gente de fè, & de cavallo; quiz quando lhe diziam, que' tomal
o Padre Gonçalo, nesta occa fe outra mais limpa, respondia
fiàm ; fazer hum lanço dos seus o que traz S. Ieronymo de Sap
custumados ; à vista de feu ir do Hilariâm, que là nam havi-
mám se nietèo pela mais alta

am de buscar delicias nos celi- B.Hilar.c.s.
lama , & depois de todo ficar cios.
cheyo de lodo, continuou seu Nam deixarey de con- rat indurys,
caminho; mostrando nesta hu tar aqui o que neste particular vans, & ta-
milhissima acçam, que mais se lhe sucedeo na villa de To: perfluu elle
deleytava com á vileza da vida, |inâr,aonde esteve alguns meses dicias in ci-
ģco os apparatos do mundo; & em mislàm, com grande provei-
que sóde huma alma fer mais có das almas; & recolhendose
pura, quando o corpo està mais

a Coimbra, advirtiram alguns Da traça enlodado,

d'aquelles honrados moradores gusàsam 6 Tratavase tam mal no de tam nobre, & antiga 'villa, pera The Como se vestido,& com tam pouco cuy- ll que o Padre Gonçalo hia puy-capatos no morifica dado de o alimpar, que a muy- to mal provido de calçado, pelo voso Inico.

tos causava grande asco de o levar todo roto; mandaram logo
verem, nam alimpando de pro- comprar "huns' çapatos novos,
posito os bichos, que necellaria & The rogaram que os tonr:afle,
mente o haviam de molestar pois tiriha doze legoas que an-
muyto: hum dia lhe estranhou data pe ; Padre agradeciềo'a
ilto'o Conde seu irmáin,& co boa vontade, porém efculouse
mo por graça lhe disse,qae nam de aceitar offerta", dizendo
fosse tam cuydadoso pastor de que le lhe faltarse m'os cápátas,
tal gado; ao que o Padre Gon andaria a pé o que lhe restaffe
çalo respondeo logo, que mais do caminhos, fem que correffe
estimava hum bichinho d'aquel muytờ pteingö lúa vita a trata-
les que o molestavain, que o ram entam aquelles feas devo-
seu Condado que elle prezava;) tos de levar por traça, o que

licio quære

re,

[ocr errors]

va no ve

[ocr errors]

Christo de

1

o que nam podiam acabar com contar d'elte grande lervo do

Capanha 1553: rezoens;usaram de hum gracio-:| Senhor: notavei era o cuydado,

14 so, & engenhoso ardil, inventa com que tratava de, encubrir do pela tua grande charidade; quen era por sangue, & por gè- je faze os

Quäto ca. concertáramlo que o acompa racam. He muy natural aos ho- homens de nhasłem acé fora da villa,& que mens pretenderem ser tidos por serem noquando fuffe na despedida , a. muy nobres;& tal vez,aonde há

bres.
braçandoo (em final do grande menos fundamento,ahi le achà
amor, que lhe tinham) o levan mais vaidade ; & acè na Reli-
calfem no ar, em quadco Ibe.ci giàm (na qual os servos de Deos
ravam os çapatos, velhos, & lhe le haviam de perfuadir, que o
calçavam os novos:assim o fizes mais laumilde he o mais honra-
ram, & lhe suce deo tam bem a do.)entrà tambem esta payxam,
traça, que o Padre vendofe en & em alguns com tal fervor, &
ganado, com estas cam noteweis em outros com tal furor, qu:
mostras de benevolencia, nam quando haviam de tratar da
quiz mais apor:fiar ; aceitou a bumildade da casa de Christo,
charidade offerecida com cam pretendem brazoens da nobre
boa vontade & cgercicada por za do mundo; desconhecendolo
mayos tam affectuofas; mokra. afy, & cuydando que os nam
do que fe era pobte;cambein fa. conhecem os outros; mendiga-
bia fer correlam,

do honras de antepáfsados fin
Luule tratto gidos, & revolvendo arvores de
tai is .

genealogias falsas; sendo assim, CAPÍTV:L0 XXX.. que bam hâ mayor miseria (co

mo diffe o outro Romanca que Mileru eft Da grande humildade, com quando podieys

tet a nobreza ma

buscar honra da fama alhcya, aliorum inque o Padre Gonçala da Syma da viräde propria; que veira encubria ifua nabroui arê par resoluçám dos lábios an za; 3 de sua taral on tigos b, aquelles fam mais no

bres, que foram mais virtao- de republ. " mortifita los:

Qani 3"71374 2 : Muy bem estava neltas
!?)!!': Tiia

verdades o Padre Gonçalo da

Sylveira , & muy alheyo vivia Vytos outros exe- de femelhantes vaidades este plos de virtudes: humilde yarám, porque tendo & de rara humil

parentes tam illustres, se nám e dade poderiamo ' 1 davä por achado d'elles, fugin

[ocr errors]

à Juven. fat. 8

Arift. lib.se

[ocr errors]
[ocr errors]
[ocr errors]
[ocr errors]

do

[merged small][ocr errors]

b

me fibi exi- | breza.

stimabat

tat. presta

Tari.

mer

Christo dedo de os tratar, & procurando

capar da morte: a elte modo o Cofarbia 1553. com todas as veras, que o nam Padre Gonçalo da Sylveira, se- 14; conheceffem por quem era, por

do tam prudente, fe fingia inque sô pretendia ter a honra de fensato, & fazia acçoens de hoservo de Deos, nesta nam que mem sem juizo, pera que o del ria que ninguem lhe levalle a prezasfem por louco, pois lhe ventagem; tendo por grande nam valia mostrarse rigoroso:

afronta (como de fy dizia o ou porém.efta differença havia en. Valer. Max. tro generoso Romano Scipiám tre o Padre Gonçalo , & entre 1.b. 3. cap.2: Emiliano) ser vencido na virtu David, que este fingia aquellas lianus desor de dos que elle vencia na no visagens, pera escapar da morte,

& o padre Gonçalo as fazia, po gu s digni3 Mandavao algumas ve

ra fugir do paço; laivo fe a elle ab his zes chamar ao paço a Rainha fe lhe representava a morte, no virtute fupe Dona Catherina, por dar gosto lugar aonde tantos vam buscar

a duas primas com irmás, que a vida; & por iflo desejava fugir Das tra. aly tinha, que eram suas damia delle com mayor vontade, do ças q uja- muy validas; hia o Padre por o que he o gofto, com que outros va pera fu bedecer, mas muyco contra sua o buscam : que a estes estremos gir do pa vontade; buscando traças. pe

chegam os varoens fanctos , &
ra se enfadarem delle ; ao prin entam pa verdade lam mais le-
cipio lhes praticava de Deos,& ludos,quando por amor de Deos
Ibes reprehendia os peccados, le fingem mais loucos.
com grande aspereza', & com 4

Com estas notaveis tra-
palavras muy ordinarias, & rofi

ças pretendía o Padre Gonçalo cas; pera ver se desta maneyra da Sylveira fugir das honras, desgostavam de fazer vir ao pa que estas senhoras suas parentas ço, quem era tam inculto em as The queriam fazer, vendoo, & reprehender: mas vendo que tratandoo no paço, como'a feu isto.nanı bastava, quiz vsar de primo, & filho de hum Conde outro meyo, fazendofe mente

tam honrado:de outros muytos Chega a fe capta,pera que o desprezasem, | meyos usava, pera encubrir qué fingir dvu

por rezán de loucura, pois namera; nem hðuve nunca pessoa al-
fugiam dello por causa da afpe- guma, que lhe ouvisle de sua

reza; buscou o'remedio de que boca fallar eni cousa, que,nem
1.Reg.:21 usou David diante d'elRey A por fombra cheirasse á sua no- Nam quiz
mutavit os chis , quando deitando escu- breziantes por todos os modos dizer a hi
fiuebareque gens com o rosto; le fingio dou-Eltando em milsåm na villa de cra filhodo
in barbam. I do, pera enganar ao Rey, &ef! Tomár, lhe fucédéo que con. Sortella.

feffan

do.

[ocr errors]

$

с

fuú, coram

Conde da

« AnteriorContinuar »