Imagens das páginas
PDF
ePub

h

só nam

lacum leonum,& erat

IO

i Pfal.

1.33. nu. 21. Cufto

nus

omnia

oila eorum,

non coateretur,

I 2

mas tantos leoés, tantos tigres, por muytos annos; aquelle ba da
que
sam fèras voracisfi nas, nam segūda vez,depois dos seis dias, Dan.C.14.n.

comem este bendito | foy logo achado,este depois de ferüt eù in corpo, mis tambein o defen

muytos annos,está ainda encu-
dem que outros lhe nam ,che-berto; naquelle quiz Deos en- ibi fex die-
guem.
sinar o cuydado que tinha de bus

.
Admiravel caso he esguardar hum Propheca vivo,
te, & digno de grandissima cõ.

neste nos mostra Deos a provi-
Gideraçam, & por ventura que dencia que tem em conservar
venhum se conta semelhante: as reliquias de hum varám juf-
conserva Deos muytos corpos ro, que destes diz Davidi que
de Sanctos , huns debayxo da The tem Deos seus offos como dit Domi-
terra sépultados, outros em grã- 1 guardados em huma custodia,
diolos sepulchros venerados, sem consentir que nem hum vnü ex his

mas estar hum corpo inteyro, || só se quebre; & aqui nam sò Elle caso

& intacto entre féras vorases guarda os ossos inteyros, mas tem em sy cousas por natureza, que nam sò lhe

tambem conserva o corpo inmuyto pro nam tocam,mas que tambemo

corrupto. digiosas. guardam, pera que ninguem

No Paraiso terreal té The toque ; & que nam só o Deos retirado o Propheta Elias guardem,mas que tambem lhe vivo, nestas brenhas de Monocantem,& lhe dem musicas,ca- motapa tem Deos escondido o so he este nunca ouvido,& que Padre Gonçalo da Sylveyra só se conta do Padre Gonçalo, morto; aquelle tratando com a quem Deos fez admiravel em Anjos, este acompanhado de vida,& fingularilou depois de fèras:&ainda tenho por melhor

a sorte do Padre Gonçalo, pois Sám milagres estes o tem jà a alma no céo, logrando Lidit iliisba brados por aquelle Senhor,que da vista de Deos, & tem o corniferüt illü assim como jà guardou o Pro-|| po no seu paraiso terreal, que in lacu leo- pheta fDaniel, vivo entre leoés, como tal se lhe representava a

conserva agora o Padre Gon-| Cafraria,que com tanto gosto
çalo morto entre tigres;aquelle demandava. Bem lhe cumprio
no lago de Babylonia, este nas o Senhor seus desejos, bem lhe
brenhas da Cafraria; aquelle fatisfez sua vontade, que nam
perseguido por Idolatras, este fossem suas reliquias achadas,
martyrizado por Mouros; le & veneradas, pois, pera o nam
nam que

Daniel g da primeyra acharem, o guardam aquellas
vez esteve ally, per poucas ho-/féras , nam consentindo que
ras,o Padre Gonçalo continuall ninguem chegue de perto ao

aorto.

f Dan. C. 14,

II

11.30. Tra

nun.

[ocr errors]

ver,

gein

ver, pera nam ser venerado com hun Crucifixo à cabe-
depois de morto, como elle ceyra; hum sepultado no már,
canto delejava , sendo vivo; outro lançado em hum rio;
mostrando o Senhor com isto, hum hindo pera o Brazil, cu-
que he digno de honra , quein tro estando na Cafraria ; hum
ace dos brutos he tam hon. | estando pregando aos Ca-
rado, porém que por outro fres, outro hindo doutrinar os
mais alto fim , que nam al Brazis.
cansamos , nam permite que

14 Com muyta rezàm se
seja achado, & venerado dos pò dem gloriar eltas duas ca-
homens.

las por terem juntamente taes 13

Este foyo Padre Gon- duus fuperiores, & fundadores; çalo da Sylveyra em vida, & com os quies ficam mais hon em morte: este foy o primey-radas, que Roma com os seus ro Preposito da casa. de Sain dous fundadores Romulo, & Rcque, aqual nam podia dey-|| Remo, pois destes, como dir xar de ter tam felices prin- Sam Leám Papa, o que

lhi cipios , & tam ditolos progress|deo o nome, a infamou com los, como vemos, pois quao: o sangue de seu mesmo irman; & Pauli. Ex do começou

teve logo tal porém estes dous illuftrifs, quibus is, Boa sorte superior . Esta nocavel ven. mos Padres, irmãos na mesma men dedić da casa de

cura tiveram a casa de Sam profissam, & filhos da mesma fraternale & de s. Roque, &o Collegio de San-|| Religiam , honraram as duas uit. Antám. co Antàm, nesta Cidade de casas, que no mesmo tempo

Lisboa, que o primeyro Rey- fundàram, & governàram,der-
tor de Sancto Antám , & o ramando seu sangue pela Re.
primeyro. Preposiço de Simlig:am, que protellavam, &
Roque, que no mesmo tem pela Fè que prégavam. Bein
po eram fuperiores, alem de podemos dizer deltes dous
ferem tam illustres em sangue, insignes varoers con s Sam Apocal.cap.
ambos o derramiáram pela Fé, loàm no Apocalipse :: Hi funt fünt düz ba
que prégavam ; o Padre Gon-dua oliua , y duo candelabra , in liuz, & duo
çalo da Sylveyra ás mãos de confpectu Domini; pelo oleo da candelabra
Mouros, & o Padre Ignacio misericordia , de que uzáram tu Domini.
de Azevedo em poder de He com os proximos

& pela i
reges: este alanceado, àquel-| | luz da. charidade ; que ti-

3.Reg. c. 9. le afogado: o Padre Ignaciə veram, pera com Deos. Sam 6.21. Et ita!e Azevedo com huma ima

os Padres Ignacio de Azevedo, sin duas & Gonçalo da Sylveyra aquelas particu të:

í D.Leo Set. 1. in natali Apoft.Petri

S. Roque,

ز

1

[ocr errors][merged small]
[ocr errors]

nas ærcas.

lumnarum,

ta erant.

â entrada do templo, porque meyro no confessionario ,
os poz Deos no frontispicio mais continuo no pulpito, o
desta Provincia, como duas mais frequente , & humilde
colunas fortissimas, nas quaes

na cosinha. Visitava muycas
enram se fundàram, & susten vezes os doentes nos holpi-

târam estas duas casas da Com taes, os presos nos carceres, Ibidėjn.15

. panhia m. Com esta differença os forçados nas galès, os Lazaduas colü- porém, que aquellas colunas ros no seu retiramento. E ein

eram de bronze, mas estas sam fim em tudo o mais procedeo Ibid.nu.19.

de ouro fimillimo, pela chari sempre nesta casa o Padre Capitela au dade, com que ardiam em sy, Gonçalo da Sylveyra, como erant” super & abrazavam os outros; aquel le podia esperar de quem só capita co- las tinham por remate nos ca queria a vida pera ajudar o quafi opere piteis humas flores de lirios; proximo, & pera morrer por Ilijsfabrica estas alem dos lirios brancos Christo. Bom exemplar tem

da pureza , tem as rózas en aqui diante dos olhos, leyan-
carnadas do sangue, com todo no monte desta casa (co-
que deram remate á vida, & mo o que Deos antiguamen-
principio a sua gloria.

mostrou a Moyses
IS
Nam tem mayor

monte Sinay) pera os Padres, nu. 40. Fac honra esta casa de Sam Ro

que forem Prepositos de Sam

exemplar, que , que ter tido tal Prepofito Roque, poderem imitar, nas quod tibi ini qual foy o Padre Gonçalo da virtudes de tal Preposito, que ftratum eft. Sylveyra, o qual a governou

assim como foy o primeyro mais com a suave força de leus em seu exemplo, deve tamraros exemplos, que com os bem ser o primeyro preceytos de suas leys; po

em nofla imiIto que com notavel cuyda

taçam.
do, & brandura meteo a ob-

(?)
servancia das constituiçoens,
que em seu tempo, como dil-
semos, novamente foy intro-
duzindo . Teve grande cuy-
dado de prover os Religiosos
de todo o necessario, que
entam se ajuntava com traba-
lho, por começarem, & por
ser a casa pobre, & que nam
póde terrendas. Era o pri-

te

n

no

Exodi c.23.

fecundum

СА.

[ocr errors]

anno

I

I

giocns. Começou aqui o

Onevicia. CAPITULO XXXIX. noviciado, quasi no mesmo do no prin

tempo, com a casa de Sam. cipio du

Roque com grande pobre- rava hum Dåse alguma noticia de Pa za, & aperto de habitaçam, dre Antonio Correa (que foyo

porque esta falta , sopposto

chegava aos irais velhos, coprimeyro mestre de noviços,que mo atraz arcntamos,

necer houve na casa da Sam Ro farianiente havia de abran

ger aos mais moços na idaque) das mortificaçoens com

de, & mais novos na Relique

criava os seus noviços, & giảm. Depois de acommodou das mais virtudes, en que

melhor a habitaçam do novi. se exercitou em vida,

ciado , & semudou pera as ca

fas, que ainda hoje vemos so.
& em morte.

bre a portaria do carro,servin
Jolhe entam a falla grande, que

ainda agora ally eità, de Ca-
o Ois fallámos no pella.
primeyro Pre-

O primeyro mestre de
posito da casa

Noviços, que houve nesta casa, de Sam Roque, & que tambem foy o primeyro (qué foy o incomparavel va em toda a Provincia , & ainda ràm Dom Gonçalo da Sylvey. em todaHespanha,depois de pua) rezàm he, que tambem di blicadas .as constituiçoens da gamos alguma cousa do pri Copanhia,foy o Padre Antonio meyro mestre de noviços, que Correa, natural da Cidade do ally houve; & como entam Porto,de cuja entrada fallamos se começaram a praticar as na primeyra o parte, o qual por consticuicoensa da Companhia, meyo. dos exemplos dos nof

1.p.1.1.cap se houve tambem de execu sos Religiolos, se moveo a 22.n.11, 49. 16. Et tar a que ordena, qué os nol seguir a Christo Senhor nosso

fos Religiofos logo quando debayxo das regras do Padre
entram tenham dous annos Sancto Ignacio ; fazendo em
de noviciado ( alem de ou pouco tempo taes progressos
tro anno, que tem acabados na virtude, que sendo ainda
os estudos ) porque atè entam, na idade muy mancebo, pare-
nam durava o noviciado mais, cia jâ n'uy velho na virtude,
que anno, & dia, como & em rezám d'isto logo ofi-
he cultume nas outras Relie zeram em Coimbra meltre de

P2

2

[ocr errors]

In exam.c. 1.$.1 2.&c.

[ocr errors]

P.4.C.3.1.3.

[ocr errors]

та

CO

te

. noviços; na qual occupa- , virtude aqnelle grande mesçam, deo taes

mostras de tre de Theologia Luis de
espirito , & de talento pe- Molina, cujas obras que an-
esta occupaçam ,

que dam impresias, sempre eter-
havendo de meter em Lis|nizarâm seu nome na memo-
boa o noviciado, o escolhè ria das gentes ,. & nos thea-
ram a elle pera mestre , & tros das Vniversidades;
capitam desta espiritual fol mo veremos no livro seguin-
dadelca , conforme já o fo fallando das cousas do
ra em Coimbra. No qual Collegio de Evora Aqui
officio procedeo com tan foy tambem seu noviço o-
to exemplo , & edificaçam, Padre Ruy Vicente que
que veyo a ser hum Religio-|| acabou na India , sendo Pro-
so muy perfeyto ; insigne na vincial na dignidade , & sen.
mortificaçam , & homem do o mais humilde na sogey-
de conhecida humildade, çam.
& muy dado ao sancto 4. Tambem foy aqui no-
exercicio da oraçam men viço o Padre Manoel Fernan-
tal.

des, que na Echiopia sobre 3 Começou logo o Pa o Egypto, procedeo em viTeve novi

dre Antonio Correa a exer da; & em morte com nome, ços aforam

citar o officio de mestre varoens

& com opiniam de sancto, muy insigo de noviços com á boa ditta

como veremos no sexto livrode cer por noviços alguns com estes sogeyros começou

Mortificafogeytos de grandes talen © Padre Antonio Correa o

va muyto

os noviços
& que ao diante fi seu officio de mestre de no-
zeram nobres progressos na viços ; & tinha elle grande
virtude , nas letras , & nos mam, pera os criar, & pera
governos , aqui foy seu no os ensinar , porque se por
viço o Padre Gaspar Alvarez, huma parte os amava como
que muytos annos foy Reytor pay, por outra os mortificava
do Collegio de Sancto An como mestre; julgando, que
tám, procedendo sempre co mais perdem os noviços por
mo hum grande servo de

mimosos, que por mortifica-
Deos
& veyo finalmente

& que como diz o El- Prou. c. 13. à: abar no mesmo cargo, com

pirito Sancio , quem perdoa parcit virgæ opiniam de fancto , andando á vàra, nam ama o filho , a odic filium. na peste, como adiante conta qual sentença principalmenrey , nelte melino livro. Teve

te pertence aos filhos espiritambem aqui por discipulo na tuaes, que nos noviciados

nês.

tos

с

dos ;

[ocr errors]
« AnteriorContinuar »