Imagens das páginas
PDF

Comofazia a doutrina

aos pretos.

[blocks in formation]

Atè os forçados das galês hia vifitar, & confolar o Padre Metre Ignacio com os feus mininos da doutrina,levandolhe ef molas,mimos, & outros regalos, que por fua ordem (e lhes defo tribuiam. "ir o , 6 Nam contente efte fanótovaràm com o que já tinha conquitado,&rendido à fancta doutrina dos Portuguezes, & mais gente branca; no anno de 1587 tratou de conquitar os negros, & mais gente preta,que neta cidade he muyta, & muy neceffitada da doutrina Chriftã:pera feito executar cõ mais

[ocr errors]

da,nam fó a ver a celebridade com que fe fazia efte acto de

|em epecial os efcravos traba|lham pela femana, mas querem

fuavidade, chamou aos principaes das naçoens, & juntos em conclave lhes propoz o grande bem que fefeguiria de ouviré a doutrina, que elles muyto deviam etimar, pois todos eram Chriftãos. Os que foram chamados ao confelho, primeyra

porém repretentàram,duas,que pareciam as principaes difficuldades;a primeyra era, que pela fomana nam fe podiam ajuntar, por andarem occupados no ferviço de feus fenhores; a fegüda, que pera fer aos Domingos, & dias fanótos de goarda, lhes fe ria a elles de grande incõmodo, porque nos taes dias fe ajuntam cada huma das naçoens por fy,

[ocr errors]

mente motràram boa vontade, fez com o: pretos.

em feus bayrros; &pera fe ali. viarem do trabalho da fomana, gatam as tardes em fuas fetas, & baylos(porque os criados, &

folgar ao Domingo)porêm nam obtantes etas difficuldades,fe affentou neta confulta(na qual o Padre Metre Ignacio prezedia) q cada Domingo fahiriam á doutrina finco naçoens, & co. mo eram por todas vinte, as ue entam havia em Lisboa, # no mez cahindo hum Domingo pera a doutrina, & tres Domingos, & os dias fanótos lhe ficavam livres, pera füas recreaçoens.

o 7 Confültado o negocio

T 4 neta

[merged small][ocr errors]

neta forma, ordenou o Padre por via detes me{mos feus mayoraes,que em hum Domingo dos feguintes fariam huma procifam à Igreja do hopital del Rey,aonde por rematefe ordenaria o negócio,& fe affentaria, & tomaria a ultima refoluçam. Afim fuccedeo, & acudiram a eta Igreja mais de mil pretos: junto todo ete luzido exercito de negros, branqueados com a augoa do fincto bautifmo,&repartidos com doze bandeyras: depois de recolhidos na Igreja, o Padre Metre Ignacio do pulpito lhes fez fua pratica, falandolhes a feu modo,& quafi pela fua lingoagé, pera que melhor o entendefem; que hum varám fanéto, ainda que feja fabio, tãbem fabe fingirfe ignorante, quando obriga a charidade; como Sam o Paulo, que dizia, Fačius fum in/piens, vos me coegitis. Ally lhes deo conta do que ef. tava aflentado, cõ os feus principaes; & perguntandolhe fe eram cõtentes do que lhes propunha,acerca do Domingo,em portnrno haviam de vir? Ref pondèram todos com grande alegria,& alvoroço, & com outrcs vivas,& finaes de feta,feytos a feu modo,que eram muyto cõtentes, com ito fe acabou a folemnidade daquelle dia; & afim neta forma,& bem ordenada difoofiçam, continuáram

muytos annos, acudindo à fan

[merged small][merged small][merged small][merged small][merged small][ocr errors][merged small][merged small][ocr errors][merged small][merged small][graphic]
[ocr errors]

TPEÇZILEZZYXXXXIX >;"

[blocks in formation]

tentaçam de enfeytes, o que os Sanótos inventáram pera exercicio de devaçam; & tomando pera atavios de vaidade os mel|mos intrumentos da piedade.

| 2. Com a me{ma confian|ça com que dava huma veroni|ca de chumbo,offerecia humas contas de carvãm ( que afim

|chamavam às que mandava fa

zer, dandolhe por muy pouco dinheyro muytas duzias) etas |repartia pelos mininos, &tal

| vez as dava aos mais ricos, &

[blocks in formation]

a gente naquelle tempo de ou

nhia, que età de guarda;affitia na janella (em que os Governadores dete Reyno cutumavam ver as fetas daquelle ter

- reyro) O Cardeal Alberto , fi

lho do Emperador Maximiliano , Archiduque de Auftria, &irmam de tres Emperadores, (Rodolfo,Matthias,&Fernãdo) Principe dignifimo dos etados de Frandes (o qual entam governava ete Reyno) porêm ef. tava recolhido dentro com as vidraças corridas,de tal maneyra que ele via, fem o verem. Chegou o Padre Metre Igna

cio pelo difcurfo da doutrina a hum pafo,nelle muyuzado, 6 era pergütar a todos fe tinham contas? E em prova da devaçam

| da Senhora,fazia com o audi

torio, que cada hum fahiffe a publico, fazendo motra, &

|do conta de fuas contas; & era |nete particular tanta a con

fiança do Padre, & tinha ordinariamente tam bons fucefoo nete féu alardo gèral, que com todos entendia, & nenhum fe

|lhe efculava de motrar as fuas

[blocks in formation]

[ocr errors][ocr errors][ocr errors]
[merged small][merged small][merged small][ocr errors]

fabia

[ocr errors]

fabia que etava o Cardeal, & com a me{ma confiança, entendendo com elle,lhe pedio, que quizeffe tambem fua Alteza, honrar aquele auditorio, mofo trando fuas contas, pois també era devoto da Senhora; & vendo que lhe nam refpondiam, virandofe pera o povo,dife:parece que nos nam quer motrar as fuas cõtas ricas, & logo chamou hum minino da doutrina

que etes eram os feus embayxadores)&lhe poz fobre o cha

éo húas das fuas cõtas de carvam,dizendolhe que foffe affi. ma,& que de fua parte as ofereceffe a fua Alteza.Sahe logo ete anjo da embayxada, fobe as primeyras efcadas,atravèfla a fala dos Tudefcos, paffa portodas as máis efcadas,falas,& corredores,véce quátasguardas cuf tumam affitir nas portas reaes, entra dentro da camara, aonde etava o Sereniffimo Princepe, poem o joelho no cham, & na alva do chapèo lhe ofereceo os contas de carvam; recebeoas o Chriftianiffimo Cardeal, & com a confiança de Princepe, fez logo abrir a janella, & mof. trandofe ao auditorio, deytou o braço fôra, motrando ao povo as contas da fancta doutrina, % o Padre Metre Ignacio lhe mãdou. Cõ a vita de acçam de tanta chritandade, foy grande o applaufo no auditorio; levan

[blocks in formation]

} & direyçam, por onde havian

de doutrinar aos difcipulos, fazendolhes todos os dias enfinar as oraçoés, entoandoa dous delles em voz alta, & repetindo logo todos; & pera que os mininos fugifem de muficas def honetas, fez compor, & elle me{mo compoz algumas cançoens epirituaes, & cantigas devotas,que andam no fim da Cartilha; as quaes ainda q nam fam as que etimam os cultos, fam as que prezam os Sanétos; & etas lhe fazia tomar de côr, & lhas fazia cantar de dia,& de noyte; que afim lemos daquel

le grande Padre Gregorio"Nazianzeno, que fè occupava em compor verfos,& efcrever poe

mas,nos quaes metia os myterios de nofia fancta fé, pera cõ ete mel de poefia adoçar a curiofidade aos de menos idade, & refitir à impiedade do Apo. tata Iuliano; julgando hum tam grave Padre fer efta obra digna de fuas cans,& de fua au

toridade; pelo bem que d'aqui

' to "ra o - rdeal as critay.

rando todos hum grande viva,

reful

Das câtigas queçãpunha Pera os miInimos camfál/62/77.

2 Vide Ribad. in enus vita, menfe Maij 9

---

[ocr errors][merged small]

|hindo húa nota embarcaçam | |- |ram o cafo, dando a Deos infi

[merged small][merged small][merged small][ocr errors]

FãEZLE

ZZYXXXIX 227 |

de, como enfina Sancto o Am

cas,quando hiam lidando com

refultava na boa criaçam dos | de menos idade;que na verda

brofio,a Religiam a quem fervimos autoriza as obras humildes que fazemos.Totum decer quad difertur religioni. 5 Ordinariamête no principio da doutrina, depois de fe; benzer, & dizer algumas oraçoens,mandava cantar por dous mininos de vozes excelentes, Todo ofiel Christam,he muy obrigado, a tèrdoaçam,de todo coraçam á São | éia Cruza@rc. A eta cãtiga, chamava elle, cantiga dos Anjos, a rezám dito era a que ele contava muytas vezes, que eu aqui referirey. Dizia, que na India, |

[ocr errors]

de Portuguezes, lhe deo humi forte temporal, com que obrigada dosventos,foy dar atravês| fobre hum penedo; falvoufe a

com a morte diante dos olhos, | brádando a Deos, mifericordia, ouviram de repente na proa do

[ocr errors][merged small]

vendofe recreados com mufi.

[ocr errors]
[merged small][ocr errors]
[ocr errors]
[ocr errors]

e#tranquilitas magna. Amaynando logo a tempetade, parando o vento,& cefando os mares;4 ***** parece tambem quizeram lo- /** grar pacificamente aquella tam # sxcelente mufica,que nam era milagro/o. dada por Sereas enganadoras, como foy a que contam darfe a Vlyffes no mar de Sicilia, mas por Anjos do cèo,no mar da In- dia;os quaes vinham nam pera enganar os pobres paflageyros,

fragantes , que livres por hum modo tam raro, depois contà.

[ocr errors]

nitas graças, que em tal hora | nam sò lhes acudio com o remedio, mas tambem os recreou com muficas, | ..

. 6 Elle fücefo contava muytas vezes o Padre Metre Ignacio, & parece digno de todo o bom credito, pois o affirmava hum varàm de tanta autoridade, o qual fingularizava todas as mais circunfancias, á eu aqui nam ponho, porque nam vieram à nofa noticia, por to que o referido lhe ouviram contar muytas vezes pefoas de grande verdade, & autoridade, que a mim mo diferam. De forte que os me{mos Anjos do |

a morte,bradaram pela San&

cèo lhe celebravam as fuas

tigas

- - -

[graphic][graphic]
« AnteriorContinuar »