Imagens das páginas
PDF
[merged small][ocr errors][ocr errors][merged small][merged small][merged small][ocr errors][merged small][merged small][merged small][merged small][ocr errors]

mos fazer em femelhantes occafioés,&depois de darmos plenaria noticia das coufas dete Collegio,& Vniverfidade, tornaremos a contar o retante dete anno. 2 Na primeyra parte deta chronica difemos da entradados nofos Religiofos na ci dade de Evora, & os deyxamos governados pelo feu primeyro Reytoro Padre Melchior Carneyro,agafalhados em húas cafas nos paços delRey, & à boo fombra do piedofiffimo Infante Dom Henrique, Arcebipo que

entam era da melma cidade:tã

[blocks in formation]
[merged small][ocr errors][ocr errors][merged small][merged small]

do letras Apotolicas de uniám dos dizimos da Igreja de San&ta Marinha do Zezere, no Bipado do Porto, pera füf tentaçam dos ditos Semina

ritas. -

3 Depois difio por infpiraçam

[graphic]
[merged small][ocr errors][ocr errors][merged small][merged small][ocr errors][merged small][merged small][merged small][merged small][merged small][merged small][merged small][merged small][merged small][merged small][merged small][merged small][ocr errors]

Partefoganda. Livro quinto. Cap. XIII.

Religiofos da Companhia,os|

feus minifterios na cidade, & |

alto,& nos bayxos fe acommo

[ocr errors]

dade, que corre das cafas do |

mam a porta de Machede, de

[merged small][ocr errors]
[ocr errors][merged small][merged small][merged small][merged small]

de affeyçoado o Sereniffimo Infante Dom Luis irmâm do Infante Cardeal, & vendo a fabrica do novo edificio, contentoulhe a obra, nam approvou a tençam; julgando que nam cõvinha etarem dentro do me{

moftio homens Religiofos, cõ

Seminaritas feculares ; pelo que claramente difle ao Cardeal, que o feu parecer era que defe todo aquelle edificio à Companhia, & que pelo tempo a diante faria outro, pera tambem - accomodar os Collegiaes, porque deta forte acudiria ao recolhimento, que os Religiofos profeflavam , & juntamente á doutrina , de que os Seminaritas necefiravam. Como o Cardeal Infante nos etava jà tambem inclinado, facilmente veyo nam sò em nos dar o edificio, mas

[ocr errors]

Copanhia

[ocr errors]

Tratava de ter os daCompanhiajunta mente com 03 Semi

maritas,

[merged small][ocr errors][ocr errors]
[ocr errors]
[merged small][merged small][ocr errors][merged small]

tambem em nos haver bullas |do Summo Pontifice, pera que 1554. •

| de 1 553 o Padre Commifario

/Ife lançarem aos pês do Serenil

|nificencia, & com afecto muy

|nhia:&juntamente vinham pe

3 18 Chronica da CTa Z Ie/h,em PZZI
| -

as rédas applicadas ao Seminario, fe transferifem aos Religiofos da Companhia.

6 Etando as coufas neta altura vieram a Evora no anno

Ieronymo Nadal, & o Padre Provincial Diogo Miràm, pera em nome da Companhia toda, & de feu Patriarcha S. Ignacio,

fimo Infante Cardeal, & em nome da me{ma Religiam, lhe beyjar a mam pelos fingulares beneficios, que com real mag

cordeal,repartia com a Compa

ra publicar as Contituiçoens aos nofos Religiofos, como tinham jà feyto em Lisboa. No me{mo tempo efcreveo Sã&to Ignacio huma carta ao Sereniffimo Cardeal Infante, fobre as coufas do novo Collego,&fobre a vinda do Padre Nadala qual aqui fiz tresladar, conforme cutumo fazer, quando acho alguma carta dete Sanóto.

[ocr errors][ocr errors][ocr errors]

CARTA DE N.S. Padre Ignacio pera o Cardeal Infante D. Henrique. |

[ocr errors]
[ocr errors]

dons de Zeos no/ofenhor, me bafina oto#munho de V.Alteza,pera ter do dito P.muyto conceytogrfolgar de communicar com ele muytas cou/a das que tocam áno/a (ompanhia,pera o divinoferviço,nefes Keynos. Nefia ca/a/o tem dele toda a/atisfaçam, @ 46m operamos, que a me/ma/e terá adiante. Tambem me confoley muyto em o Senhor nofo,com o que C/Alteza dignou e/o/reverme do ferviço que/o /#" partes à divina Xagflade, pelos bayxos infrumentos dia mini|ma (ompanhia,porque tam grave to/ timunho, de quem Zeos nofo fenhor tem dotado de tanta luz, @ pirito, nam pódefenam termuy grande pezo ainda que o particular amor, que cada hum defaucou/as,cofumainclinaloa/entir delas,Grfe poderia inclinar algum tanto a ZZ. Alteza a /entir bem da (ompanhia,porfer ela

toda

[ocr errors][ocr errors][merged small][merged small]
[graphic]
[ocr errors][ocr errors][merged small][merged small]

afinalado em mofa Companhia,emtadas as boas partes, @ por ter particular intelligencia, @ expertencia, do modo dos nofos (ollegos de Sicilia,ç} Italia,o mandeya # Zeyno,pedindome de huma pe/oa habil pera fio. Entendo que/o poderáC/_Alteza fervir delecomfatisfaçam nefe feu Collegio de Evora,nfio, @r no mais em que V. Alteza o quizer occupar. E afirmoferecendome humilmente com

toda esta Companhia 40Jerviço de C/.

heza,nam direy mais, fenam que |

[ocr errors]

todosfia graça,pera que fempre fn

tamos fia /antifima vontade, a cumpramos inteyramente. Ze Ko

ma 6 de lulho de 1553.

[merged small][merged small][ocr errors][merged small][merged small][merged small][merged small][merged small]

|nham,famofo Orador daquel

| Philofophia,&Theologia na de Coimbra;dete muy Reliofomuy douto, & muyto humil

[ocr errors]

berto em Lisboa, conforme as boas novas que dete particular lhe tinha efcrito por cartas, & lhe tinha referido por palavra feu irmam o Infante Dom Luis,

8 Conformaramfe o Padre Cômifario, & o Padre Pro. vincial com a vontade de Sua Alteza,beyjãdolhe a mam pela mercè que fazia à Companhia, fundandolhe Collegio naquella füa cidade: & logo fizeram vir de Lisboa pera Metre de Rhetorica o Padre Pero de Perpi

les tempos,como jà difemosos: ainda diremos a diante, o qual em Sam Antàm lia humanidapade.Foram maisnomeados pera tres claffes de Grámatica o Padre Ioám de Mello, que de pois morreo fanctamente occupado na converfim dos Indios do Brazil, & o Irmam Roque Sans Valenciano, & Nuno Alvres Portugues; pera Lente de Theologia moral foy nomeado o Padre Marcos Iorge,que nef. te tempo ainda nam era Sacerdote,mas jà com tanto cabedal de fciencia, que podia ler com grande fatisfaçam eta cadeyra, & andando o tempo fe agraduou de Doutor em Theologia na nôva Vniverfidade de Evora, tendo primeyro lido

dos etudantes, fe tinham ja a--Arno da

*** - ***............

[ocr errors]
[ocr errors][merged small][merged small][merged small][ocr errors]
[ocr errors]

de

[ocr errors]
[ocr errors]
[ocr errors]
[ocr errors][ocr errors]

parte o deíta chronica, & logo terey occafiam de dar delle mais alguma noticia, falando dos primeyros fuperiores dete Collegio Eborenfe. 9 Abriramfe os etudos em 29. de Agoto do me{mo anno de 1553.em que foram a Evora o Padre Commifario, & o Padre Provincial,dandofelhe fauto, & felice principio com huma elegante àraçam,que te

|ve o muy excellente orador Pero dePerpinham,que tinha vin- |

do de Lisboa,do qual por vezes tenho falado,& era Metre defignado pera a Rhetorica; que fem duvida foy como bom pronotico dos Metres infigneo, em Rhetorica,& humanidades, que a Companhia fempre teve

|nete magnifico Collegio de

Evora. Aos nòvos metres concorreo grande numero de difcípulos,pera o que ajudou muyto,a boa fama, que logo voou de feu grande cabedal de doutrina, & fingular modetia de cutumes,de forte que emAbril do anno de 1554.já havia mais de trezentos etudantes, & foy necéfario acrecentar mais hú Metre; o qual foyhum Irmãm muyto bom humanita, que fe chamava Francifco de Moraes. Tãbem pera ito ajudou, o que ordenou Sua Alteza,que nenhü outro Metre enfinafe Latim

na cidade de Evora, o que logo

fe executou,fendo afim,que hã delles era o famofo Andrè de Rezende,cujas obras dam bom tetimunho de fua grande erudiçam, & excelente eftylo, & tinha fido tam etimado de fua Alteza,que por lhe fazer honra o hia ouvir algumas vezes,

autorizando com fua real pre- .

fença a efchola de tam infigne Metre. 1o Nete mefmo tépo nos hia o Sereniffimo Infante preparando o Collegio, pera onde nos haviamos de mudar, comprandonos junto delle terra batante pera hortas, com agoa em abundancia, & cercãdoo cõ muros convenientes, pera claufura dos Religiofos, mandando plantar toda a forte de arvores de fruyto, & outras pera fref cura,& fermofura da cerca, cõ o cuydado que hum pay muy folicito o podia fazer pera hum filho unico, que muyto amafe, que he o que SanctooAmbrofio confiderou no amorofo cuydado,com que Deos nofo Senhor fundava o mundo, & preparava o paraifo terreal,pera o homé, que era o filho morgado, pera quem fe preparava efte grande, & {umptuofo palacio do orbe univerfal. Nem aqui nos falta fundamêto pera podermos ufar deta comparaçam,pois nos cõ= ta que efte piedofifimo Princepé chamou ao feu Collegio de Evora, filho feu primoge

[ocr errors]

nito;

[ocr errors][ocr errors][merged small][ocr errors]
« AnteriorContinuar »