Imagens das páginas
PDF
ePub

Christo de

os Irmãos.

Anno dei nelles fizeslem preza. lo ferram dentro , pregando en Anno da So Postos em salvo os Cal

salvo os Cal-tre aquelles barbaros a fé de Cīpanhia 1554. celhanos,começou o bemavens || Christo. Andando nesta lancta 15.

turado Irmam a pregar a ley de occupaçam că o Irmam loàm Perfuade Christo, por sodas aquella cere de Souza,sucedeo, fòra de toda caufa, por

que se a paz entreras,persuadindo aos Tapis a paz a opiniam,amotinaramse aquel. motinárað aquelles com os Carijòs seus fronteyros, || les barbaros contra os bendicos os barbaIndios.

pera desta maneyra máis facil-Irmãos, & cratarem de os mafros contra
méte cultivar a hús, & a outros; tar, pretendendo elles darlhe à
com a pregaçam do Evāgelho. | vida; foy a causa de cam fubita
Tam boas rezoens lhes deo o mudança a seguinte: havia na-
Irmam, que os persuadio à paz; quellas terras hum Castelhano,
& a fazerem de novo húa gran: que servia de lingoa, ao qual hū
de povoaçam, pera todos junta-

Padre da Companhia, por no-
mente aprenderem as cousas da me Manoel de Chaves, tinha
fancta fé: logo contra seu bar dado a liberdade,& a vida , li-
baro cultume lhe entregaram vrandoo das mãos, & das boca
dous Tamoyos gentios seus co. dos barbaros Tupis, que nell:
crarios , que jà tinham em cor queriam fazer preza, pera o ta-
das

prezos, & bem cevados pe lharem,& comerem abocados. ra os levar ao matodouro, & os Estava juntamente cativa , & já talhar,& comer à sua guiza , da muy bem cevada , pera as mes

manegra que contamos na pri mas igoarias,huma India, com a Lib.3.ca. 4. męyra parte; opreza entre elles qual o Castelhano, antes de ca

de tanta festa , que se pode ter tivar pelos barbaros, vivia no
por grande milagre chegarem cativeyro do peccado. A esta
largala das mãos. Tinham rã.

cambem livrou o Padre,dando-
bem nesta mesma altura a hum lhe juntamente com a vida, re-
Espanhol, que cativou na guer-

se sustentar, pondoa
ra,& logo de boa vontade o lar em estado de matrimonio.
gáram:posto que estava o pobre 7. Fez o Castelhano extre-
ao presente tam'enfermo,&ram mos por tornar a haver às mãos
maltratado, que de pura com esta India, que o Padre lhe ci-
payxam deyxou o bom Irmám,

nha tirado dos laços da morte:
pera o consolar, & curar,hum & pretendendo elle cornala a
dos dous Religiolos, que consi, meter nos do inferno, tratou
go levava.

de tirar a vida a quem o tinha 6. Proseguio feu caminho libertado da morte: cam barbacom o outro Irmàm chamado

ra;&'cam cruel he a torpeza, ģ loàm de Souza,caminhãdo pe nam deyxa lugar a natural gra

b

medio pera

Chrifto de

[ocr errors][ocr errors]

Irmãos.

Toam de
Souza.

Anno de, cidam,que algúas vezes se acha is vozes,& alaridos, despedien hú Anno da

até nas féras do mato, & aqui:|| chuveyro de frechas sobre el- Çöpanhia IS 54: falcou a hum homem criado |les,que como innocences cors 15

em Helpanha , Foy tam fyriola deyros elperavam a morte, a á Come sea ira em que entrou, que te dilim maquinou

nam tinham dado caula. Vinlia a morte | berou nam sê ena matar o Pas o Irmám loảm de Souza actualeftes dous dre, mas em perseguir: a ferrb,& mente por aquelles matos, com

a fogo todos os seus cÕpanheyt hum cestinho de pinhoens na
ros:que aflım he'cègo , ;8 del mam por viatico, & provisâm
cortez o appetite fensual, que pera o caminho,'que havia de
álem de perder respeycos da fazer pera os Ibirajarás; efcaça-
gratidam, ham sabe ter. ptimor mente reve tempo pera fe por
com aquelle aquē devia a vi de joelhos,&nesta postura com
da,& lhę deo a liberdade.Vert

os olhos no cèo, & o coraçam como foy
do pois que lhe lescapåta das

em Deos, bradando pelo nome morto ó
mãos o P. Manoel de Chaves,& de IESVS, atravessado co muy. Irmám
sabendo da chegada dos dous tas letas, acabou
Religiosos da Copanhia aquel 9". Fora este ditoso Irimàm
la aldea, ajuntoy ; & appelidou antes de entrar na Companhia
os barbaros, metendolhes em criado do Governador Thome
cabeça,que aquelles door Relif de Souza', & sempre tido por
giofos, com capa de ensinar a homem de grande virtude,
fé de Christa,vinham a fer el qual o ajudava muyto a natural
pias dos Tupis,& que convinha candura;& fuavidade de cultu-
matalos; com toda a presla, por mes,de que Deos o tinha dota-
que os nam engan.ftem à volta do:foy recebido na Copanhia
do Evāgelho ô lhes prègavam. pelo P. Manoel da Nobrega:

8. Nam foram neceflarias' nella viveo sempre aventajan-
Inuycas pregaçoes a este maldi: :dofe a todos nas obras de chari-
to hové perá embravecer gen- dade, humildade, & paciencia;

te tam féra, tam barbara,tam sē aonde quer que residifle femAmorina rezàm,& confelho. Eylos subi- pre servia de cosinheyro, com feos In

camente a morinados, bradam; tanta edificaçam entre os hodios. assuyiam, appellidam, tomam mens,& taes mesecimétos dia

leụs arcos,& frechas, poemse to. te de Deos,que dos tiçoens da
dos em som de guerra; & logo cosinha o tirou, pera o receber
com impeto diabolico , & furia na Corte do cèo , vestido das
infernal,de repentelhes tomahi purpuras,& escarlatas dos Mar-
o caminho aos dous prégadores tyres gloriolos , fazendoo cor-fi
do Evangelho,cercamnoš, dam! Itefam entre os bemaventurados

do

[ocr errors]

10

quanto o dicofo Ir

Gråde .

Mitam

a

Mat.c.14

b

Anno del do Paraiso.

gados trabalhos.

Amo da Christo de Em

dicoso Ir

11 E nam he pequena glo. Cīpanhia 1554. màm loàm de Souza de joelhos ria destes ditosos Irmãos, serem 15.

recebia a morte,o Irmám Pero na causa de sua morte, senam

Correa falava aos barbaros, que I amberno

igoaes ao menos d'algum modo

tura destes Irmam pe advertissem que nam mereciam

semelhantes ao gloriolo Baupti. aous IrTo Correa. a morte, pois lhe vinham a de sta, a ao qual por defenfàm da mãos

. nunciar a fé de Christo, em que castidade, macou hum Rey in- Mar.c.6

. & eftà a verdadeyra vida; mas el

cestuoso,& a estes se originou a les como serpentes surdas pera morte por hũ homem sensual, a ouvir semelhantes vozes ; affu quem o fancto zelo do Padre rãdo com bravozidade de fé

Manoel de Chaves queria per: ras,fem mais demòra descarre luadir a castidade. Có létas lhes gåram sobre elle huma nuvem

atravessaram o corpo, mas como de frechas, as quaes o animolo

tinham jâ o coraçam penetrado Irmam recebeo, posto de joe com a léta do amor de Deos, lhos, largando o bordam pera nam senciram as frechas atira mais livremente levantar as das pelos homés. Sancto b Ago Aug.in solimãos ao cèo,em ģ pož os olhos, stinho desejava o coraçam assè Laq.Sagittacirãdo os de seus inimigos, cha teado desta divina feta, estes mine cor mando pelo nome de IEVS, & dous ditosos Irmãos vencéram bradando mais com o sangue, ģ por effeyto,o que S. Agostinho com a boca, porque a grande pedia por desejos; porque elle multiplicaçam de sècas, que o se contentava sò com ter o coo atravellavam, por varias par raçam assèreado,elles tiveram o ces,lhe tiràram logo a vida.com coraçam todo , & o corpo todo remate tam ditolo andando ac atravessado com sèras do amor tualmēte prégādo a fé de Chri divino, & com frechas de odio fto,& por causa tam justificada deshumano. Nam foram estas da sua parte,quanto mais injuf séras, com a morte que lhes deta,& culpavel da parte daquel-ram, impedimentos de seu bem; le mao homem,mais barbaro, s antes lhes serviram luas pennas os mesmos barbaros do Brazil, de az as ligeyras, pera,como poo qual por lhe tirarem a roim bas innocentes, voarem mais occafiam do peccado, por via apressados à vida eterna , & ao Je hum Padre da Companhia,

descanso da gloria. tomou fogo co furor de sua len

Atiraram a estes ditosualidade, contra dous innoceni los Irmãos com nuvens de sèras, tes, que com morte tam gloriosa mas nunca o cèo lhes appare'pozeram fim a seus bem empre ceo mais claro com rayos de rel

plan

meum,

I 2

V v

deran al

Anno de plandores, que quando se lhes nharem ao Paraiso.

Anno da Christo de encubrio com estas nøyens de 13 Assim acabàram estes Cipanhi a 1554 tiros. Peleyjàram à sombra def dous servos do Senhor,alcança, 15.,

tas nuvens , & por isso tiveram do desta inaneyra a prerogati-
morte també assombrada. En-

va dos primeyros, que
tre estas sombras,com mais gra-

vida

por Christo no Brazil; & ça brilharam as luzes de sua honrando estes ditosos Irmãos gloria. Melhor resplandecêram o estado, que na Companhia estas fuas letas, que as do fingi chamamos de Coadjutores sédo Sagittario do ceo, elmalta poraes(de que faley na primeydas en tre as estrellas , & canta

ra parte c) os quaes senam fam 1.2.1.C.-4 das entre os signos fabulosos; os mais authorizados na profilporque assim como as vēceram lam, nam fam os menos ricos no numero,& na verdade, tain nos merecimentos. E com este bem se lhe aventajàram na luz,

dicolo fim destes dous benave& no resplandor. Cahiram cu turados Irmãos, damos fim ao bertos com hum chuveyro de livro quinto,& ás cousas do ansèras,mas logo subiram ligey. no de mil quinhentos sincoenta ros em huor carro de gloria : 0 & quatro,& entraremos no leychuveyro foy de ferro , mas o sto livro,& nos annos leguintes, premio foy de ouro. Có qua que tambem nos daràm matas mais sècadas os atravessaram teria, pera cousas nam tantas mais estradas lhes abri.

menos glorio. ran, pera mais depresia cami

fas.

[merged small][ocr errors]

IHS

[ocr errors]
[ocr errors]

Anno de
Christo de
LIVRO SEXTO

Anno dia 1555

Capaphia
DA CHRONICA 16:

DA COMPANHIA DE
IESV, NOS REYNOS

DE PORT VGA Ł.
CAPITVLO? anno em que acerto de hir, pe-

ra levar ao cabo os sucessos per-
Volta de Africa a Portugalo tencentes às pessoas, & aos Col-
Padre Ioam Nunez Barreto a

legios, ou calas da Companliia,

segundo os fundamentos, que solicitaro resgate dos Chris no tal anno le me offereceram. stãos cativos: 22 Agorà entro a referir as cou- Trata el

sas pertēcētes ao anno de 1555. Reyde maÖncluhimos com

em que se contavam 16.da cá dár Patricom as coufas per seranno, dc ma en epada dette ti: o quinto livro, & panhia.E logo no principio del archa aE

thiopia.

vro le nos offerece tratar da 'o-
de 1554. o qual nos deo larga casiam,ĝ teve o ferenissimo Rey
materia por cousa do Collegio Diloam Ill.pera mādar a Ethi-
de Evora , cuja entrega fe nos opia há Patriarcha da Compa-
fez no dito anno, seguindo a or nhia,com intētos de reduzir a-
dem
que

neita Chronica guar quella gente scisınacica ao gre-
damos,cõforme a salva, que no mio da Igreja. Veremos neste
principio tomey, de me nama. livro como estes grădes desejos
tar a fazer annaes, pera que pol- ġ o piedosislimo Rey tinha , fi
sa com mayor clareza dar nori nalmére fe executâram na pel-
cia,& melhor expediére ás cou-

loa do P.loâm Nunez Barreto, sas;que vou contando;& por if o qual foy o primeyro ĝ na Cosocostumo tomar ocasiam do panhia teve dignidade Episco

V v 2

pal;

I

tencentes ao anno

« AnteriorContinuar »