Imagens das páginas
PDF
[ocr errors][ocr errors][ocr errors]

publicas, em que nete tempo

[ocr errors]

& de cativar o entendimento, afligir a carne com apereza continua de jejuns, cilicios, dif- | ciplinas, pondo a ferro os apetites, & mas inclinaçoens: nenhum penfamento tinham que fiaf em defy, fêm primeiro pafl far pela revita, & exame do fuperior, a quem davam fiel conta de tudo o que pafava por fia alma. . . . * * * E como o Padre Manoel Godinho,feu fuperior, fè avançava tanto nas mortificaçoens, & excetos de penitencia, era

Parte figunda. Livro quarto. Cap. J. *)

[ocr errors]

tambem muito pera epantar; ver as muitas mortificaçoens

fè exercitavam os habitado

[ocr errors][ocr errors][merged small][merged small][merged small][merged small][merged small][merged small]

Prefos, & aos hofpitaes, fervin

[ocr errors]

fe por muito têpo: entravam logo outros pela porta do refeitorio,cubertos todos definza,ata. | dos cógroflas cadeas, & cõcor

[ocr errors]

|Parava eftefâncto fervordentro |decafo, os mais graves, os mef tres mais authorizados fahiam } em corpo pela cidade,acarretaYam o neceffario pera as obras, hiam levar efmolá aos pobres, é | comercõ elles, hiam acodir aos

doos cõ toda a charidade, traziã | a carne do afougue às cotas,hiam àfeira,&vinham carregados Pera catacõ húa feirinha,ãvita de toda a Vniverfidade, cõ grãdeepanto,&igualedificaçam. 6... E pera que entendamos quanto fetinha ateado efle epirito de mortificaçoens publicas, & quam fogeitos andavam afe. guir as pizadas de feuReitor,cõtarey hã cafo, que febê namhe pera o imitarmos, he muito pera nos edificarmos. Succedeo, Por caufa de húaleve demanda, (em que o Collegiojutamente fe defendeo,&a Venceo)4 algãs dos cidadãos deCoimbra como mais apaixonados,&ainda obri

ados pela parte cõtraria.mof # # ####

daqueles dourados têpos.Nam |

[ocr errors]
[ocr errors]
[ocr errors][ocr errors][ocr errors][ocr errors]
[ocr errors]
[ocr errors][merged small][ocr errors][ocr errors]
[ocr errors]
[ocr errors][ocr errors][merged small][ocr errors]

que alguns tiveram, por verem huns feus parentes de pedidos da Companhia.Sentioito muito o P.ManoelGodinho,& àlem defenam aproveitar da fentença,que fedeo pela fua parte,quiz como verdadeiro humilde dar fatisfaçam da culpa,quenamti

|nha,da maneira que o Propheta

dizia fde fy, que pagava o que nam devia: & como ete Padre foy dos primeirosÉ difcipulosdo P.M.Simam,& dos mais exercitados vétureiros nas mortificaçoês publicas,emá ele os criava (comovimos na Ipo)facilmête veyo emfazer húa muy notavel, fêmelhãte a outra,que ja fizera, (como cótamos na 1p3)cõ que igualmêtefe mortificafeafy, & fatisfizefe aos outros, poto que

alguem requeria fatisfaçam.

7 Pafou o cafo d'etamaneira: em a oitava de todos os Sanctos,nete anno de 1552, em que himos continuando a hitoria,depois de encõmêdaraDeos

| o negocio,que meditava,foy di

zer mifa, a qual acabada ferecolheo cõDeos é acçam degra

}ças, & algúa deliberaçam do á ... Intentava: fez logo ajütar a cómunidade naCapella,aõde eftã

[ocr errors]
[ocr errors]

ga,pera húa obra muy difficulto fa,que emprédia dizia ittool'adre cõ voz tã (entida,& exterior tã magoado, que caufougrar de

mayor ainda, quãqo acrecétou, quelhes ordenava,quefe deixafem etar em ôraçam cótinua, atê ele tornaraquelle lugar.

nê dafüa parte havia culpa,nem

8. E fahindofedefua presêga, ficando o Collegio todo em ôraçam,tomouhüavete depenitencia,&hüas difciplinas muy aperas,&logo com o roto def: cuberto,fahiopelas ruasda cidade de Coimbra, difciplinãdofe, cõnam menos rigor dafüa parte,4efpato de toda a gête que o via. Hindo afficõtinuãdo,(e ajoe lhou doze vezesnoslugares mais

publicos da cidade, ao multi

[ocr errors]

tãoo mais as vozes,cõgrãdeslagrimas pedia perdam a todos, e os perfüadia a q o pediÍsé abeos | de feus peccados Depois de correrafia cidade, tornou a entrar no Collegio, &fe foya demãdar acõmunidade, que ainda etava jnnta em ôraçam: entra o Padre Manoel Godinho pela Ca

pelladifciplinădote,vemnoveti-lo. do naquellehabito depenitêcia, |

lavado emfangue, banhado em lagrimas, ficã porhüaparte cõfufos, por outra movidos detal exemplo,começam achorar, sê faber a caufa detas lagrimas. No meyo deta confufâm, levãtafe logo o Padre Antonio

Qua

filfpenaõ em toda a capella, & |

[ocr errors]
[ocr errors]
[ocr errors]
[ocr errors]
[graphic]
[graphic]
[merged small][merged small][ocr errors][merged small][ocr errors][ocr errors][merged small][merged small]

| C3 pitaneados • pelo feu Reitor |

| nos epantados da novidade,

[ocr errors]

→Parte figuida. Livro quarto. Cap. 1 - Y

Quadros, pefloa de tanta auto-
ridade (que era como feu mini- |

partel& mais ainda fallaremos
netafegunda) lãçale aos pês do
feu Reitor, pedelhe licença pera
à fua imitaçam tomar outra
difciplina publica pela cidade;
ateafè o fervor de huns em ou-

dencia: em breviffimo tempo
fe prepararam vetes de peni-
tentes,& difciplinas. . . •
"9 Logo com hum eê-
go, & fanctô impeto abalou o
Collegio, quafi todo, em pro-
cifam pelas ruas de Coimbra

[ocr errors]

que tornou a correr as mef |
mas etaçoens na mefina fora
ma; levavã agora diante #
imagem do Ecce Homo , de
grande devaçam : "foguiamfe
dous Irmãos entoando as la -
dainhas em voz alta ; apos
eles vinha o Reitor, & logo
os mais Religiofôs repartidos
em füas fileiras, difèiplinan-
dofe com grande apereza, &
repondendo ás ladainhas, ao
fom dos - açoutes, com voz
baixa , "&" dolorofa": hia
tambem grande multidam de
povo, que tinha concorrido
a efte efectaculo, nam me-

[ocr errors]
[blocks in formation]
[ocr errors]

primeiro a voz fentida, & cho

rofa, começou a pedir a Deos
miféricordia ; feguiramno to-

dos os companheiros, ajuda- • |dos tambem das vozes do po

vo, com hum pranto tamla

{timofo, & com gritos tam al

tos ao cêó,que a todos os prefen
tes moviam a muitas lagrimas,
& a mayores brados: atê que

finalmente # tornaram a reco-
iher ao Collegio com a melino |
folennidade delagrimas, dela-
dainhas,& de açoutes.Eté fov.
contado com toda a verdade, o
cato da difciplina publica dos
| | "ofos em Coimbra, que tam
selebre foy fempre, nam sône-
ta Provincia, mas na Compa-

nhia toda." - - - -

[ocr errors][merged small][merged small][merged small][merged small][merged small]

guma das fuas fanctas valentias. que edificados de tal peniten-||Nôs nam pretendemos agora

[ocr errors]
[ocr errors]
[ocr errors]
[ocr errors]
[ocr errors]
[ocr errors]
[ocr errors]
[blocks in formation]

moderatrix difcretio

[merged small][ocr errors][ocr errors][ocr errors]

11. Bem entendo quenaceo eta obra do epirito verdadeiramente mortificado, & defrezador do mundo do Padre Manoel Godinho,&de feus fub

- #" o que julgo he,que

a caufa,que ele teve, nam era

do a tam grãde fatisfaçam, pois fabemos de certo que namhea que aponta o Padre n Orlandino no livro duodecimo da fua

| Hitoria gêral: os que nos cria

mos no Collegio de Coimbra, ainda hoje vemos fechadas as janelas de huma torre (quenos Pertence ao nofo edifició) que etâna cortina do muro da cidade, que fica mais fobranceira aos Reverendos Padres de San

|cta Cruz; & porque havia queixas que etas janellas os devaçavam, felevantou etapoeira da

demanda(pretendendo elesque

|fe fechafem,& futentando nos |anofa pote)na qual poto que o # Collegio ficou com a fentença

bem julgo que devem fer regu| ladas pela prudencia interior:

batante perafe dar por obriga- |

[merged small][merged small][merged small][merged small][ocr errors][ocr errors][merged small][merged small][ocr errors]
[blocks in formation]

das,& condenandofe nas cuítas, com penitenciatam cuflofa. Eu

ftoria, com o |" de nofo |

Sepeteu filho, em lugar do Pa

real

aufentado pera Roma. Foyefa

chando pera (empre 2S janelas , | Copa, ha | • •

[ocr errors]
[ocr errors][ocr errors][ocr errors]
[graphic]
[ocr errors][merged small][merged small][merged small]

Parte/guida. Livro quarto.

[blocks in formation]

lhe otrangeiro, palavras,por certo, dignas de perpetua lembrança, &merecedoras de eterna grátidam, que, como epero, nunca na Companhia faltarâm a tal Rey,& a tal pay. Em refoluçam com tantas verasfe etcufou, dido tam eficazes rezoens, que nam foy pofivel acabar com ele aceitar eteoficio, por lhe parecer que com íto podia entrar na Companhia, em confê

[merged small][merged small][merged small][merged small][ocr errors][merged small]

era de tanto pezo, & em que fe deixava de dar goto a "hum Rey, a quem fe devia a me{ma Comparohia,houve muitos, que

S.gnado.

***----------" "...

era capaz de tal oficio: Per,

Princepe, nenhum da Companhia

quencia detecargo, algum lu-||

nidades,&prelafias, que ele fã-
bia que eram tanto contra o ef.
pirito de nofo fundador, de
guem eleerafilhotam particu-|.
lar; & por etame{ma razam o

mara fetinha quafiretirado de confeffar ao Princepe, & agora

mildade detes dous Padres, & eles tambem deram conta a

nofo fancio Patriarcha, pera

que julgafe o que tinham feito

neta materia, & os enfinafe no lque haviam de fazer em outra |femelhante: & pera que entendamos a opiniâm de nofo Sancto nete particular, quero aqui tresladar huma carta füa,queachey no cartorio de Coimbra, fôbre ete negocio, efcrita ao Padre Provincial M. Diogo Mi râm, a qual he afeguinte, que porey aqui, poíto que veyo no annofeguinte. " . " , " ' - - - - - - ..." ... , * * * * C A RTA DE NOSSO Padre fancto '# pera o Pa

dre Metre Diogo Miram,

"Províncial da Compa* ; nhia em Por- o "gol > > /\ o Summagraça, @ amor

eterno de Z)eos no/a

[ocr errors]
[ocr errors]

de nam menos de recu/> juê deve

1 mar Zifados , ou capelos em e/le

[ocr errors]

A

[ocr errors]

TITZZZZ

[ocr errors]
[merged small][ocr errors]
[ocr errors]

Miram

[merged small][ocr errors]
[graphic]
« AnteriorContinuar »