Imagens das páginas
PDF
ePub

morto, escapando mal ferido o que logo se poz a tresladar os
Padre Francisco Lopez: com principaes mysterios de nossa
prindose o que Deos tinha, co sancta fè, & mụytas controver-
mo parece, significado a seu fer-

sias, & disputas pera convencer
10,0 qual acabou gloriosamen

agyella obftinada gente; tam te,derramando seu sangue na: cogenhosahe a sharidade, & quelle caminho, que fazia por tam fabio he'o zelo das alobediencia,yencendo com ella mas:11: a certeza que tinha de nam ha 7. A este fervorolo zelo ver de ter effeyto o negoceo a respondeo a gloriosa morte, co Moreoglo que o mandavam, por causa da gye Deos quiz premiar, leus riesamie

, morte que no caminho o espe grandes trabalhos, conceden rava; estimando antes morrer dolhe layar , & purificar suas obedecendo , que viver largos vestiduras no sangue do cor.

ainda que fosse exerci deyro:porque sendo mandado cando a vida em servir a Deos. por ordem de feu fuperior a

16 Que direy da purissima Maçua,ilha do mar roxo , veyo

alma do Padre André Gualda a-cahir em mãos de Turcos, Andrégu. aldanes cones,natural de Xerès de la Fro que conhecendo ser o Padre panheyro tera, ditolo companheyro, en Christám,& ecclefiaftico, pelo

tre os sinco que acompanha trajo que lhe viram,ardedo em archa. vam ao Patriarcha . Entrou

zelo de sua mà ceyta, como na Companhia em Coimbra, crueis,& famintos lobos empolem vinte &quatro de Setembro gáram naquelle manso cordey. de 1555. Era dotado de huma

ro, atraveçandoo às lançadas, maravilhola,& prudēte lippli juntamente com hum Portucidade, & delle verdadeyramé. guez, que levava em lua com

te se podia dizer, o go Senhor, panhia. Defta manegra se parIoan.c. 2.n. de Natanael, - ser verdadeyro tio aquelle puro espirito pera o

Israelita, no qual nam havia en cèo a receber a coroa de vida,
gano. Os fervorosos desejos em

maytos merecimentos,
que ardia de reduzir aquellas & pelo sangue, que por amor
erradas ovelhas de Ethiopia à de Christo derramou, por mám
pastor,o fez logo pór o peyto às

fanctislimo nome. difficuldades da nova lingoa do 8. O quarto companhegro Do P.Ma. Abexim, com tal aplicaçam, do Patriarcha foy o P. Manoel noel Ferque em seis meses, sem ter me Fernãdes. Entrou em Coimbra nandes

. stre de que aprendesse, lahio a 9.de Setēbro de mil quinhémestre pera poder ensinar, por tos fincoéta & tres,ja era facer

dote,

do Patri

[ocr errors]

por seus

obediencia de feu verdadeyro dos Turcos inimigos de feu

[ocr errors][merged small][ocr errors]
[ocr errors]

39.n.g.

[ocr errors][ocr errors]

morrer,

dote,& homem de authorida-, , fua morte, porque fe veyo'ha

de, de quem o Cardeal D.Hen- bicar em o lugar aonde delčā. Jrique fazia muyta confiança: çára em o Senhor o seu sancto

teve feu noviciado, como atraz PatriarchaOviedo, dizendo que
2.pl.4.ca. dillemos, • debayxo da ban-|| fazia esta mudança , porque se

deyra do Padre Antonio Cor-chegava a que havia de fazer
rea primeyro mestre de novi da terra pera o ceo, & queria s
ços que houve nestas partes de o sepulcassem junto do seu fan-
Hespanha, depois de publica-|| Eto Prelado. Em chegando ao
das as consticuicoens. Pedio a lugar adoeceo gravemente,

&
missàm de Ethiopia, aonde foy perguntando quando era dia
muy esclarecida, & venerada de Natal,dizēdolhe que o Do-
fua virtude, pelas obras do- fer mingo seguinte respondeo:nam
viço de Deos , & bé das almas, espero mais que por efle ditofo
en que de contino fe occupou, dia, pera com tal nacimento
andando muycos,& muy traba-
Thosos caminhos, pera acudir à 10 Chegado o dia por el .
quelles christãos; hindo sempre le ram esperado, manda chainas
a pè: nem ouve trabalho,desfer todos os catholicos do lugar,
ro,perseguiçam, nem a presen entram em cala, ouve misa cô
ça da melma morte, que fizeste elles,dalhes as boas festas, con
toldar a alegria, que sempre se palavras de grande cósolaçam,
via no sereno céo de feu alegre & com muyta alegria lhes disle,
rosto.A falta do necessario que que

se foslem todos jantar a
elle,& o Patriarcha,de qué era luas casas , & logo tornassem á
companheyro padecèram, foy Igreja, por ser assim neceffario,
tam grāde, que nos consta por sem The declarar o mysterio 9
carta sua escrica em 29. de lu nas palavras se continha; vamse
Tho de 1562. que escaçamen a casa,tornam à hora assinada,
te tinham cevada torrada pera & jà o achâram passado dos tra-

balhos desta vida, ao eterno A esta liberalidade com descanço, assistindolhe às exeque o servo do Senhor se entre-|| quias, que celebráram, a leu gava ao serviço do proximo | modo,com muytas lagrimas, &

por amor de Deos, respondiam | saudades. Teve reo os mimos,& favores, que o cèo II Nesta ausencia', estanvelaçam liberal communicava:entre ou

do o fervo de Deos muy no ca. Visita que de sua

teve da se tros muytos que pudera con. bo da vida, cendo cõsigo ao P.

nhora. tar, foy noravel o que lhe fez, Frācisco Lopez,de repére se alem lhe declarar o tempo del voroçou , & co novo lobresalio

Mmm 3

de

comer

9

[ocr errors]

morte.

de alegria,cobrando novas for mil quinhentos noventa & leças,exclamoy com fumma de- te,foy o Padre Fråcilco Lopez, vacam: Ah minha senhora, Ah mi natural de Lisboa, ordenado de nha senhora : espancado o Padre missa pelo Patriarcha de EthiFrancisco Lopez de tal novi- |-opia,pera remedio , & consoladade,lhe perguntou a causa da. çam daquelles pobres catholiquelles brados tam alegres? V: cos, dos quaes segundo consta

Grade vir agora ( diz o ditolo agonizante)

do dito das testimunhas , foy rude do P. a Virgem Maria nofja senhora,orna havido pelo mais fancto de to- Francisco da de hùa nóva luz, y fermosura, dos seus companheyros , por Lopez Or com esta vita tam suave, y dico morte dos quaes ficou sò trasa companhia me vou do cèo. Bě em balhando naquella christandapregado mimo em servo tam de,com hum incansavel zelo, leal, & em tam devoto capel cotinua applicaçam,& extraorlàm da Senhora , que afa fa dinaria charidade, trabalhando vorece os filhos desta minima

por suprir elle sô o que dantes Companhia, quando pela glo faziam os mais companheyros. ria de seu benditiffimo filho, || Foy este bom Padre inseparadeyxam as patrias,onde nafcével companheyro do Patriarram, por terras tam remonca cha, & por isso teve mais ocadas,& estranhas, pera onde se siam de estampar em sy hum desterram. Foy sua dirosa mor perfeytissimo retrato de tam to no anno de 159 3.

divino exemplar. Foy homem

de grande penitêcia,perseguinCAPITVLO XXXXIII. do sempre seu corpo, no qual

parecia nam ter mais que a pè. Da vida,& morte do Padre le lobre os ossos: tinha por priFrancisco Lopez,ultimo com

meyro principio, que esta vida

nam nos he concedida mais g panbeyro do Patriarcba Dompera trabalhar, & fazer penitéAndre de Oviedo,em espe cia,com que mereçamos a glocial de sua grande

ria eterna ; em conformidade
do que

diffeo Sãato a paciente,
charidade.

que o homem nasce pera cra- citur ad do balhar,como a áve pera voar;& uis ad vola

he tam natural ao homem esta tum. nheyro do Pa

occupaçam de trabalhar, que triarcha, q desta nem ainda no estado da indo

vida mortal pal-cencia ficariamos izencos de sou pera a eterna, em Mayo de pagar este tributo, pois nos cõ.

sta

2

Iob c. S.n.

7.Homo nal

I

Vltimo compa.

DEZ. ode

b. Gen.c.2.

go Dominus

W

eum in pao

pratis, vt operaretur, &c.

с

[ocr errors]

n. 10. Dum tempus ha

[ocr errors]

remur bos

na. &c.

3

[ocr errors]
[ocr errors]

sta que pondo Deos ja Adamdio csinola,& nam tendo outra

ng Parailo, lhe deo por officio cousa, lhe largou o pedaço red15. Tulic e- cultivar o melmo Paraiso: 5&tance da roupeca , ficando só Deus hom- por islo Sam Paulo nos exhor- cuberto cõio vestido interior, nė,& poluit

ta sempre a fazer bem, adyer- | que tambem era bem pobrė. radifo volu- cindonos, que crabalhallemos, 3 Muy louvada foy na

em quanto tinhamos tempo. Igreja catholica a liberal: 'cha

2. Do conhecimento desta ridade de S. Martinho, que reAd Gal.c.6.' verdade nascia ao grande fervol partio a capa com hum pobre,

de Deos a incomparavel appli- | o melmo Christo com ella le bemus, ope caçam com que trabalhava, quiz oftentar glorioso mostra

mortificandose a sy;& com quedo a estima que fazia de tam

fervia acudindo aos outros. El preciosos despojos, poré o muy Das muy por quãto naquelles trabalho charitatwo varám Francisio tas esmo; los tépos os Christãos, por causa Lopez anda passou avante có las que da

das guerras, roubos,& cótinuos façanha mais apostolica., pois dre Fran. aflaltos dos Gallas, padeciam tambem deo o pedaço da rouciscolo peż quasi extremas necessidades, o peta, que pera ly deyxava , de

bom Padre vēdole sò por mor- pois de ter jâ dada a capa coda,
te de seus companheyros , dil- que pera os pobres crazia : &
tribuio entre os catholicos tu nam ha duvida , que a resolu- **
do

quanto tinha em casa; & ve- Il çam de dar tudo he mais lou.
do que com ter dado quancovavel que o lanço de repartir
tinha em cala, ainda nas alhe-|| sò parte; Zacheo só dco ameta-

havia faltas, le relolvèo de de, S.Pedro largou tudo, & por Luc.c.19.n.
dàr o que crazia sobre fy_bum illo ficou Pedro mais estimado, mi diceret boe-
dia repartio o mancèo em pe- & o seu lanço mais louvado. norú meo-
daços por varios pobres, andā-|| Allim o fez o bemaventurado

peribus.
do dally por diante em roupe- || Padre Francisco Lopez, que
ta, porém nem esta lhe ficou, nenhấa coula deyxou que nam
porque a febre da abrazada delle aos pobres como hiremos
charidade parece que lhe nam vendo; & pera dally por diante
deyxava sofrer ' nenhum vefti-l poder resistir aos frios excelfi-
do sobre ly, & affim pedindo- | vos do inverno (qué naquellas Cubriase o
lhe hum pobre elmola , por terras fam intoleraveis) då mel P.com húa
nam ter que lhe dar, repartio ma maneyra havendo de fazer pèle

.
com elle a roupeta,dandolhe a algú caminho comprido, se cu-
mecade,cubrindose com.oou-

bria,conforme ao uso da terra, tro pedaço;encontrou logo ou-l por nam ter outra melhor a roupeia. tro pobre,que tambem lhe pe ca.com búi péle de algum ani

mal

[ocr errors]

yas

rum de

pau

[ocr errors]
[ocr errors]

Como deo

pe

Mmm 4

[ocr errors]

pellibus ca prinis, ege

&c.

mal, parecendolé melhor com freo o coraçam dormir pelle,
este trajo o Pastor sancto, com havendo pobres enfermos que
as ovelhas pobres: & nem com dormiam no cham , & logo o
este despresivel trajo defautho- || deo a hum delles, & com isto
rizava este bom Sacerdote o ficou descāsado, porque nenhua
habito clerical, antes com elle cousa lhe ficou: posto que por
hõrava mais a Deos, & edifica outra parte tinha o sentimento
va melhor aos homens,sendo sê de ver pobres, sem ter que lhes
duvida do ditoso numero da- repartir;& affim quando Deos
quelles gloriosos confeflores || foy servido de o levar pera ly,
de Christo, que com serem tam nam se achou na sua pobre
illustres, que o mundo nam era choupana com que o podessem

digno delles, andavam perse- || amortalhar,nem na doença teAd Heb.ca. guidos,& angustiados vestidos, ve outra cama mais,quc hū

pecuierunt in como diz Sam Paulo, In melo-. ||daço de couro velho, & muyto melotis, in tis,in pellibus caprinis.

roto, ô lhe emprestáram, sobre
4 Pallemos avante em có: o qual espirou : a este extremo
tes,angufti-
ati,afflicti,

car femelhantes casos, porque de charidade chega hum servo
nesta pobreza do lervo de Deos fiel,que desprezando o mundo,
ha riquissimas minas de precio- | sò estima a Deos.

sos exemplos : achando huma nica que

5 Parece que se devia dar

Сото е vez huma pobre molher jà de por satisfeyto o bom Padre Frãfunta, tam desemparada, que cisco Lopez.com dar cado og parrio penam havia com que a amorta tinha pera darzporém sua cha- los pobres. lhar, se aparcou hum pouco , &

ridade, como era tam engenhodespindo a pobre tunica (gesta | sa, ainda passava mais avante; era a peça interior & ainda lhe quando lhe falcàram as alfàgas restava) a deo a qué cõ ella a a de casa,dava os vestidos do cormortalhou, que foy a testimu-.po; agora que jâ estes estavam nha de vista, isto jurou , que- || repartidos aos pobres, tratou rendo antes ficar fem tunica, gde se dâr a fy mesmo aos doendeyxar a defunta fem morta tes,& desta måneyra achou ý lha. Ainda lhe ficava ao servo dar, porque os lanços da charide Deos hűa pobre cama, & dade, nam se limicam com os depois de a ter repartida , dor: apertos da pobreza;de S.Paulimia no cham;&dandolhe hum no Bispo de Nola , conta Sam christam hum sacco de pano Gregorio Magno, 4 depois de D:Gires.CM. groffo,pera se lançar nelle,o P. | dar tudo quanto tinha,pera refo recebeo com mostras de a gate de cativos, invētou outra gradecimento, mas nam lhe fo-traça de se dar a sy mesmo, pera

relga

Deo a tu

crazia.

deo, & re.

« AnteriorContinuar »