Imagens das páginas
PDF
ePub

Como li. vrou as

refgacar o filho de huma viuva; u tambem das enfermidades da
tal fay o Padre Francisco Lo- i alma,reduzindose à Igreja Ror
pez, que pega lhe nam falcar 4 mana.
darinventou modos por onde 7. Andando este bom en-
le dèfle a fy mesino; porque ta- fermeyro muy occupado com
to que labia que havia alguns outro doenre de enfermidade costas a
doentes,logo le hia a focorrer- | muy contagiola , por ter a car, hum en.
Thes,acudindolhes com o servi- || ne listulada,&cheya de bichos, fermo,
ço do corpo, pois lhe nam podia focedeo virem os Gallas de ý
valer com o focorro da esmola. || affitna falamos,& começaram a
:6 Entre outros cafos loy-deltrair, &affolar aquella ter-
bę;que estavam em lumma mi-ra;yendo o Padre a presença do
feria,& extremo desemparo hús | perigo, & seguro do mal que
pobreş enfermos de mal.conca. || lhe podia vir, mas muy temero-
gioso, dos quaes pela corrup- | fo como perigo alheyo , tratou
çam,& roim cheyro ,:59d9s ¢i- || de fugir, nam pera se livrar a
nham sal alco, que nam havia fy, mas pera defender ao leu
quem sofrelle entrar aonde el enfermo: tomao às costas, & só
tes miserapeis eftavami foyse,o com elle(porque estas eram as
charitativo facerdote aquelle | riquezas que elle queria liber-
lugar,entra em suas choppanas, tar daquella Troya)levao , co-
acudindo a todos, & repartin-mo pode,a hum monte alco, vi-
dole, do modo que podia , em 1 gião , acompanhao , curao na-
muyos,por nam deyxar de a-li quelle deserto, até os barbaros
cadir a algum; com elles esteve le recolherem ; dos quaės sem
por efpaço de tręs, ou quatro || duvida o enfermo fora morto,
meses servindopş de dia & de como o foram outros muytos,

noyte.com grande fortaleza & que por nam terem quem os charidade.

alegria: era pera ver a aplicar tirasle, ou por falsas seguranças,
çam,& vagar com que o Padre | fe deyxâram ficar, naqueile lu-
felhęs punha , dar de comer gar: Façanha verdadeyramente
por sua imam, 2 yarrer as cafi- digma de ser immortalizada co
nhas, lavar os panos, preparar | mais be empregados louvores,
os figs pera as chagasi 8 nam do que foy, aque tāto a antigui-
descançou are dar perfeyta fay-dade celebrou , oo Capitam
de aquelles que pareciam incy-|| Troyano, que tirou em teus ho-
râveis. Foy este exemplo de bras do incendio da parria ar-
çanta edificaçam, pera todos, || dente,& das armas dos Gregos
affim catholicos, como hereges, vencedores,a feu-pay Anchiles,
que algūs com cal vista farára ml' porque aquelle Troyano era

[ocr errors]

Notavel

h

perá suorú.

filho, a quem instimulava o a seu rosto, parece que lhe feria
mor natural a nam desemparar os olhos; renovando Deos aqui
a hum pay velho ; porém aqui o milagre de que fala a fagra-
aonde faltavam as obrigaçõens da escritura do Sáctc8 Moyses, Exod.c. 34.
da natureza, sobejavam os em- | quando descia do mõte Sinay, num.30.
penhos da graça, a qual aflim | da prática, & familiaridade do
como he mais divina , tambem | Deos,lahindo as luzes da alma
he mais poderosa.

a dar resplandores ao corpo.
8 Taes extremos de cha-

9

À misericórdia, diz o ridade muyto mereciam diãte Sabio, - faz a cada hum parti. Eccle.c.16

. de Deos, & afli cenho por cou cular lugar nocèo; segūdo leus noirs.Omnis sa certa, que os mimos do céo merecimentos. Bem merecia jà faciet locá ainda eram mayores, que os a grande charidade deste nosso fecundum trabalhos de Ethiopia : na in- || insigne servo de Deos hir del meritum oquiriçam que tirou o Vigayro || cançar no céo, aonde tinha grā

geral Melchior da Sylva , affir- des premios apparelhados,& sē Favores oma hũa testimonha jurada aos

duvida hiria logo a gozalos, se Deos The Sanctos Evangelhos, terlhe seu elle nam estimasse mais por afazia. pay por vezes dito, filho faze

mor de Dcos trabalhar com os muyco caso do P. Francisco Lo- pobres em Ethiopia, que descā. pez, porque he hum grande çar entre os Anjos no paraiso. lancto,&eu o vi por muytas ve Cahio em huma grave doença, zes, no tempo que dizia mifla, na qual parece que a vida se & se virava pera o povo, com o The hia acabando: estava elle, rosto abrazado, fermolo, & res ainda que muy doente, també plandecente como sol,& quan- || muyto alegre,& consolado,mas do se tornava a virar pera o al os catholicos tristes ; & desconcar,aquella mesma claridade, & || Solados,vendo em tal extremo resplandor o hia seguindo , & fe || aquella vida,da qual depédiam como ado hia virando com o melmo rol- || luas vidas, sentiam faltarlhe seu ecco co. Nesta conformidade jurou | pastor, seu medico, seu pay, & outra testimunha de vista , que todo feu bē: choravam haverę quando dizia mifla , era tanta a de ficar fem facerdote , & fem claridade de leu rosto, que pa- | facramentos:nam ceflavam de recia hum Anjo,& que leus ca rogar á Deos, com grande inf bellos resplādeciam, como fios || cancia, por sua saude. de ouro, tornando, em fahindo 10 Nam deyxou de ser da Igreja,a ficar brancos, como ouvida no cèo tam piadosa òradantes: & que muytas vezes à

çam, & assim, ainda

que

o bom reverberaçam, & claridade de Padre por hűa parte se desejava

de

[ocr errors]
[ocr errors][merged small]

de fe ver com leu Deos, com tu-|Igreja Romina,dandolhes fau

do sentindo a falca, que havia|| daveis documentos, & avisos,
como meu de fazer a fuas ovelhas , parece concluyo a pratica com lhes
Thorou da
doença.

que admicio que aquelles rôgos declarar, que dally a oyro dias
foffem bem despachados; porg parteria desta pera a oucra vi-
no mayor perigo da doença seda, que nam tomallem pena
levantou com grande alvoroço, por fua morce, nem se houvessé
& com universal alegria dos ca- por deséparados,certificãdothes
tholicos į vayse logo â Igreja, que nam estariam hű ango in-
dizlhes miffa, & no fim della teyro sé cer sacerdote da Igreja
thes fez hama pratica, declacā Romana, porque Deas nosso le-
do a todos como Deosinoflo ahor os proveria de pastor que
senhorimovido da efficacia de los consolaffe:cúdo facedeo, co-
fuas oraçoens, lhe oftendéra o

mo lhes prophetizou 3 porque
prazo da vida, por mais.dous an- dally a oyto dias, em o primey-
nos, o que elle aceytava com o de Mayo de mil quinhentos
muyto gosto, cortando pelos noventa & sece,com gran'le po.
tinha de hir delcançar ao ceo, breza,mas com celeltial cono-
par mais os poder ferwiczem E-laçam,entre divinos colloquios

De sua
thiopia; affini fucedeb,-& oestes ao ceo, fe foy receber a coroa
dous ultimos annos, que depois devida a cam gloriosos traba-
viveo cresceo aoravelmente no thos, sendo de oytenta annos.
amor de Deos , & no serviço | 12 E antes de hum anno como

veyo
dos proximos trabalhando com chegou a Ethiopia ham facer- a Ethiopia
o espirito incantavel como quedore Theologo, de vida

muy

dote. pouco tempo queria ganhar aprovada,&' de exemplar promuyto; delle podemos dizerocedimento chamado Melchior

que a Igreja tanto loova em $. Ida-Sylva, que reyo ally por ortimur , nec Martinho; i que por bé de fais | dem do Illatrili mo, & Reveviuere re -, ovelhas nem temeo morrer, në rendillymo Arcebispo de Goa Breu. in le recufou viver:

Dom Aleyxo de Meneses, cothread.D. Marin Chegado o fim dos mo camzeloso da salvaçam das

dous annos, ülimo renrade dhe jalmas,da maneyra que jà diffe-
fua larga , & ditofa peregrina- |mos, o qual facerdote encheo
çam; em húa fomana, antes de aquelles catholicos de extraor-
tua morre, ajuntando os cacho- dinaria alegria, por veremem
licos(como outro Sam. Paulo, comprimento da prophecia do

quando se despedia pera hura Padre Francisco Lopez , o que A&t. C 20.4. Ephefo K ) exhortandoos 'a per- | de quarenta annos àquella par: leverar na virtude , & uniam da

te nam puderam alcançár , que

Sacer

em

Nec mori

[ocr errors]

K

num.17.,

[merged small][ocr errors]
[ocr errors]
[ocr errors]

Paes.

era hum sacerdote catholico,

estava na mesma sepultura,dey-
vindo de novo,cousa que tantas xou o Padre Pero Paes , em E-
vezescinham intentado os reli-

thiopia, pera confolacam deto-
giosos da Copanhia, fem poder da aquella christādade, porque
nenhum delles paffar, ficando os varoens fanctos nos defendē
huns cativos entre os Turcos, lendo vivos,& nos hõram ainda
& hindo outros martyrizados depois de mortos.
ao céo : & por esta causa foy 14. Estes foram em vida,
muy festejada esta mercê do

& em morte os ditosos sinco
Seohor,a qual sua divina bon companheyros do glorioso Pa-
dade quiz dobrar , mandando triarcha , varoens verdadeyra-
lhe no anno de mil deiscentos

mente apostolicos, dedicados como che. gou a E. & quatro o Padre Pero Paes da

ao trabalho, & destinados à Thiopia o

noffa Companhia,que jà outra morte, como Sam Paulo' del s.ad Cor.c P. Pero vez rentára paflar a Ethiopia,co

creve aos verdadeyros fervos 4.0.9, Tano Padre Antonio de Monserra- || do Senhor. Tal pastor nam po- deftinatos. te, polto que ambos da primey dia deyxar de criar taes overa vez foram prefos, & cativos lhas. Affim viveram , & affim ados Turcos.

cabâram aquelles : excellentes 13 Depois da chegada do varoens,desterrados voluntariaPadre Pero Paes,fe.volcou pera mente das terras aonde nalceGoa o Vigayro Melchior da ram, por regioens tam remonSylva,tendo governado aquel-tadas, pera ferem verdadeyros la christandade por espaço de cidadaos da patria celestial. E sete annos,com muyta edifica com isto damos fim à missàm çam,& zelo,o qual levou con dos Patriarchas de Ethiopia(co sigo as informacoens authenti os quaes fizemos esta bem emcas de tudo o que desta missâm | pregada digressám) que senam brevemente relatey · Por sua fervio tam bem começada emvia mandou o P. Pero Paes a || presa pera reduzir aquelle ImGoa a cabeça do bemdito Pa- perio,como dantes se cuydava, triarcha Dom Andrè de Ovie- || aproveytou pera edihcar o mádo, estimandoa como reliquia do,como agora cobramos; propreciofiffima , & como tal foy. cedendo todos estes apoftolirecebida , & festejada dos Pa cos varoens com exemplos tam dres da nosia Companhia , & raros, que os vivos temos que collocada pelo Padre Provin imitar,os paflados tiveram que cial Manoel da Veyga, no Col-respeytar , & os vindouros telegio de Sam Paulo de Goa; a ràm sempre g admirar. O mais do Padre Francisco Lopez, que

delta missàm le verâ na historia

de

[ocr errors]

de Ethiopia, que ja alleguey, \|(que estava fundado no fim da Anno da Christo de

composta pelo noslo Padre Ma rua de Sancta Sofia,aonde ago- Copanhia 1556.

noel de Almeyda, a qual muy-ra estam os carceres do Sancto 17. to cedo se dará ao prélo. Officio ficou a Companhia tē.

do em Coimbra dous ColleCAPITVLO XXXXIIII. gios,ham, que le hia fabricado

no mais alto da cidade , aonde Trata o Padre Provincial| agora estamos (& era obra em Miguel de Torres de mudar cudo grandiola

, & que deman

dava grandes gastos )& o outro, em Coimbra o Collegio de que já estava edificado no mais IESVS pera o Collegio das lil bayxo da melma cidade;era neArtes , que tinhamos na rua

ste tempo Reytor do Collegio

de sima (a que chamamos Col de Sancta Sofía; vem de Ro- legio de IESVS)aquelle grande ma por Visitadoro Padre Luis lervo de Deos o P. Leâm Hen Gonçalves,& resiste a esta tiques; no Collegio de bayxo,a

que chamavam Collegio das mudança. Arres,era superior o P. Miguel

de Sousa, de quem tenho jâ falaOm a viagem do do, o qual juntaméte era Pre-2.p.l.6.c.s. Patriarcha Domfeyto dos estudos, que entam loàm Nunez Bar-chamavam o Principal, ao mo

reto, & com o su- do Parisiano; posto que em tuceffo delta missám, nos divertido ficava subordinado ao Rey. mos das mais cousas perten- tor do Collegio de IESVS. centes ao anno de mil quinhen Porém como a distácia tos,& fincoenta & seis , em que dos lugares era grande (por hú hiámos nesta Chronica ; agora estar no mais alco, outro no mais tornaremos a continuar com as bayxo da cidade) a subordina

cousas deste mesmo anno. Difu |çar continua, & a depēdencia 2.p.1.6.c.21 lemos no capitulo 2 vinte & | nećeslaria, causava esta divisam hum como eneràra a governar dos dous Collegios, hum

peresta Provincia o Padre Miguel | peruo trabalho no provimento de Torres : cámbem contamos ordinario, que do Collegio de

no capitulo desoyto, como nos fina se mandava todos os dias incômodi. Tinha acó entregou el Rey Dom Joám o

ao Collegio debayxo:ainda que dades que panhia em Terceyro o Collegio das Ar- | neste trabalho havia huın bé, g

e tes,& mais classes de humani-lera o exercicio de humildade, ter esies

dade. Com este novo Collegio '“ daqui le originava;&le repar- legios. legios. ob

Nnn

tia

[ocr errors]

I

28

2

a

havia

por

Coimbra dous cola

dous col.

« AnteriorContinuar »