Pesquisa Imagens Maps Play YouTube Notícias Gmail Drive Mais »
Entrar
Livros Livros
" Tu só, tu, puro Amor, com força crua, Que os corações humanos tanto obriga, Deste causa à molesta morte sua, Como se fora pérfida inimiga. Se dizem, fero Amor, que a sede tua Nem com lágrimas tristes se mitiga, É porque queres, áspero e tirano,... "
Os Lusiadas - Página 96
por Luís de Camões - 1881 - 140 páginas
Visualização integral - Acerca deste livro

Obras de Luis de Camões ...

Luís de Camões - 1779
...defenterra , Aconteceo da mifera , e mefquinha , Que defpois de fer morta foi Rayiha. H ii CXIX, CXIX. Tufo, tu puro Amor, com força crua , Que os corações humanos tanto obriga, Défte caufa á molefta morte fuá , Como fs fora pérfida inimiga. Se dizem , fero Amor , que a fede...
Visualização integral - Acerca deste livro

Œuvres. Nouveaux mélanges, Volume 1

Jean Pierre Claris de Florian - 1810
...raynba. Tu só, tu , poro Amor , com força ema Que os coraçnens humanos tanto obriga . Deste cansa à molesta morte sua, Como se fora pérfida inimiga : Se dizem, fero Amor, quea sede lua Nem com lagrimas tristes se mitiga , He porque queres, aspero e tiranno, Tuas aras banhar...
Visualização integral - Acerca deste livro

Obras do grande Luis de Camões ..., Volume 1

Luís de Camões - 1815
...guerra; O caso triste, e diguo da memoria, Que do sepulehro os horoées desenterra, Aconteceo da misera, e mesquinha, Que despois de ser morta, foi Rainha....força crua, Que os corações humanos tanto obriga, Déste causa á molesta morte sua, Como se fora perfida inimiga. Se dizem, fi-ro Amor, que a sede tua,...
Visualização integral - Acerca deste livro

Obras do grande Luis de Camões ..., Volume 1

Luís de Camões - 1815
...O caso triste , e digno da memoria , Que do sepulehro os homêes desenterra, Aconteceo da núsera, e mesquinha, Que despois de ser morta foi Rainha....força crua, Que os corações humanos tanto obriga, Déste causa á molesta morte sua, Como se fora pertida inimiga. Se dizem, fi-ro Amor, que a sede tua,...
Visualização integral - Acerca deste livro

Os Lusiadas: poema epico

Luís de Camões - 1819 - 420 páginas
...crua, Que os coraco"es humanos tanto obriga, Déste causa á molesta morte sua, Como se fora perfida inimiga. Se dizem, fero Amor, que a sede tua Nem com lagrimas tristes se mitiga, He porque queres, aspero e tyranno, Tuas aras banhar em -sangue humano. cxix. Estavas , linda Ignez...
Visualização integral - Acerca deste livro

Memoirs of the Life and Writings of Luis de Camoens, Volume 1

John Adamson - 1820
...sepulchro os homêes desenterra, Aconteceo da misera, e mesquinha, Que despois de ser morta foi Rainha. Tu só, tu puro Amor, com força crua, Que os corações humanos tanto obriga, Déste causa á molesta morte sua, Como se fora perfida inimiga. Se dizem, fero Amor, que a sede tua,...
Visualização integral - Acerca deste livro

Obras completas de Luis de Camões, correctas e emendadas pelo cuidado e ...

Luís de Camões - 1843
...guerra; O caso triste e digno de memoria, Que do sepulcro os homens desenterra, Aconteceo da misera e mesquinha Que despois de ser morta foi Rainha. cxix....força crua Que os corações humanos tanto obriga, Déste causa á molesta morte sua, Como se fora perfida inimiga. Se dizem, fero Amor, que a sede tua...
Visualização integral - Acerca deste livro

Obras completas de Luis de Camões, correctas e emendadas pelo cuidado e ...

Luís de Camões - 1843
...sepulcro os homens desenterra, Aconteceo da misera e mesquinha Que despois de ser morta foi Uainha. cxix. Tu só, tu puro Amor, com força crua Que os corações humanos tanto obriga, Déste causa á molesta morte sua, Como se fora perfida inimiga. Se dizem, fero Amor, que a sede tua...
Visualização integral - Acerca deste livro

Os Lusiadas de Luiz de Camões

Luís de Camões - 1847 - 415 páginas
[ O conteúdo desta página está restrito ]
Visualização de excertos - Acerca deste livro

Analyse dos Lusiadas de Luiz de Camões, dividida por seus cantos, com ...

Jeronymo Soares Barboza - 1859 - 114 páginas
...ensinando, e ás ervinhas, O nome que no peito escripto tinhas. Outra ao Amor, no mesmo canto, estancia cxix : Tu só, tu, puro Amor, com força crua, Que os corações humanos tanto obriga, Déste causa 'á molesta morte sua, - * Como se fóra perfida inimiga. Se dizem, fero Amor, que a séde...
Visualização integral - Acerca deste livro




  1. A minha biblioteca
  2. Ajuda
  3. Pesquisa de livros avançada
  4. Transferir ePub
  5. Transferir PDF