Os manguezais e nós: uma síntese de percepções

Capa
EdUSP, 2003 - 244 páginas
Transcrever a essência do que os manguezais tentam ensinar aos homens, é o que Marta Vanucci faz neste livro. Ao dedicar-se ao estudo dos mangues da Ásia, do Pacífico e do Brasil, a autora reúne parte do grande acervo de conhecimentos sobre áreas, relatando observações, tradições, informações obtidas no campo, na literatura científica, na troca de idéias com colegas e com habitantes dos manguezais. Ressaltando a riqueza e a produtividade deste ecossistema, mostra seus principais componentes, levanta questões ainda sem respostas, aponta os desafios para o cientista, o usuário e o gerenciador. Descreve a especificidade das florestas, com árvores dotadas de sistemas e mecanismos adaptativos únicos; águas, sem as quais as florestas marinhas não prosperam.
 

Opinião das pessoas - Escrever uma crítica

Procura do Utilizador - Denunciar como inapropriado

Esse excepcional livro foi escrito pela catedrática Marta Vannucci, pesquisadora Ítalo-brasileira. A leitura é simples, emocionante, empolgante. Ela consegue transitar por todo o ecossistema, destacando fatores bióticos, abióticos e humanos, quando da importância do manguezal. O livro está estruturado em três partes, onde o primeiro elucida a origem do nome, a importância e esplendor das florestas de mangue e o ecossistema, destacando a importância desse e com especial enfoque às águas e os solos, além da história, distribuição e sobrevivência do Manguezal. Na segunda parte denominada de Nós, Vannucci discorre sobre o ser humano enquanto observador, morador, usuário, explorador e (infelizmente) destruidor. Na terceira parte é abordado os manguezais quando do seu desenvolvimento e o desenvolvimento dos manguezais. Ainda destacamos a apresentação dessa obra pela própria autora, agradecimento (uma rede de pesquisas...) e o prefácio por Marc Steyaert. Ao final, nos apêndices é possível visualizar fotografias de manguezais do Brasil e Índia, além da bibliografia utilizada. Um livro para conhecer e logo depois proteger os manguezais, acessível a qualquer grau de escolaridade, podendo ser utilizado desde o ensino fundamental as pós-graduações. 

Índice

Secção 1_
15
Secção 2_
97
Secção 3_
98
Secção 4_
121
Secção 5_
183
Direitos de autor

Informação bibliográfica