Revista do Instituto histórico e geográfico de São Paulo, Volume 10

Capa
Instituto histórico e Geográfico de São Paulo, 1906
Vol. 22: Consagrado á passagem do 1.̊ centenario da independencia do Brasil em São Paulo; v. 29: Conferencias commemorativas do IV centenario da fundaçao de São Vicente.
 

Outras edições - Ver tudo

Passagens conhecidas

Página 304 - ... vivessem possuidos do amor da gloria e cada vez mais inflamados no desejo de ver livre e independente o seu paiz natal, era impossivel que, depois de tão...
Página 110 - Ex." seja presentemente remunerado, e agradecido: assim o praticou o mesmo Senhor fazendo a V. Ex.
Página 74 - Dom João por Graça de Deus Rey de Portugal e dos Algarves, d'aquem e dalem mar em Africa Senhor de Guiné e da conquista, navegação e commercio de Ethiopia, Arabia, Persia...
Página 189 - Paulo, pode o Príncipe ir para Santa Cruz, logo que cheguem as representações pede-se ao mesmo Príncipe que se deixe ficar no Brasil. Estas minhas palavras serviram até depois para uma devassa por crime de republicano, na qual houve quem foi jurar que eu era tão republicano, que tinha feito as observações que acabo de referir. Mas o caso é que o Sr. José Mariano eo Sr. José Joaquim da Rocha acharam boas as minhas observações, e concordaram em que se deviam dirigir aos governos de São...
Página 304 - Portuguezes nascidos no Brasil prezaram sempre a sua independencia, ainda quando agrilhoados pelo barbaro despotismo. Era impossivel , pois , Real Senhor, que os Brasileiros de hoje , herdeiros dos nobres sentimentos e valor...
Página 305 - Mas, que homem ha tão estupido, que não penetre o verdadeiro fim de taes expedições? Os Brasileiros, Real Senhor, estão persuadidos de que é por meio de baionetas que se pretende dar a Lei a este Reino ; muito se enganam de certo os seus inimigos, que intentam pôr em pratica tão errada politica; o Brasil conhece perfeitamente toda a extensão de seus recursos.
Página 304 - ... em 1808 ; depois de haverem recebido dos Brasileiros as mais decisivas provas de uma confraternidade sem igual, mudaram inteiramente de tom a respeito d'estes mesmos sinceros Brasileiros, a cuja indiscreta cooperação devem em grande parte o feliz resultado de sua perigosissima empreza.
Página 304 - Portugal, vendo illudida a sua boa fé, e ultrajado o seu decóro nacional, reconhece hoje o seu erro, e, á vista de procedimentos nunca esperados, parece jazer amadornado; podendo apenas acreditar tão absurdas disposições a seu respeito. Os Paulistas porém não podendo por mais tempo disfarçar seu...
Página 305 - Brasil sem centro commum de governo e união, e tornando-o dependente de Lisboa em todas as suas relações e negocios, qual vil colonia sem contemplação. Esta medida, a mais impolitica, que o espirito humano podia dictar, tomada sem se consultar os Representantes do Brasil, é o maior insulto, que se podia fazer a seus habitantes; e sua execução, nós o ousamos dizer, será o primeiro signal da desunião, e da discordia, será o principio das desgraças incalculaveis, que tem de arruinar a ambos...
Página 181 - Meu pae e meu Senhor: — Hontem pelas 8 horas da noite, recebi de S. Paulo um proprio com ordem de me entregar em mão propria o officio que ora remetto incluso, para que Vossa Magestade conheça e faca conhecer ao soberano Congresso quaes as firmes tenções dos paulistas e por ellas conhecer quaes as geraes do Brazil».

Informação bibliográfica