Pesquisa Imagens Maps Play YouTube Notícias Gmail Drive Mais »
Entrar
Livros Livros
" Apartado se via em terra estranha, A cuja triste dor não acha igual. Só sua doce musa o acompanha Nos soidosos versos que escrevia, E nos lamentos com que o campo [banha. Destarte me figura a fantasia A vida com que morro, desterrado Do bem que em outro... "
Obras de Luiz de Camões: Vida de Luiz de Camões. Elogios dedicados a L. de ... - Página 43
por Luís de Camões - 1860
Visualização integral - Acerca deste livro

Poesías

Carolina Coronado - 1843 - 530 páginas
...soidosos versos que screvia E nos lamentos com que o campo banha. Dest'arte me figura à phantasía A vida com que morro, desterrado Do bem que em outro tempo possuía. D' aqui me vou com passo carregado A um outeiro erguido, e alli m' assento. Soltando toda rédea ó...
Visualização integral - Acerca deste livro

Ensaio biographico-critico sobre os melhores poetas portuguezes, Volume 3

José Maria da Costa e Silva - 1851 - 356 páginas
...Getas : é isto o que me parece deprebender-se do seguinte Terceto. Desta arte me figura a pbantasia A vida, com que morro, desterrado Do bem, que em outro tempo possuia. Queixa-se o Poeta de ser punido sem razão, e com pouca culpa, mas em vez de invectivar contra...
Visualização integral - Acerca deste livro

La Sigea: Novela original ...

Carolina Coronado - 1854
...soidosos versos que screvia E nos lamentos com que o campo banha, Dest'arte me figura á phantasia A vida com que morro, desterrado Do bem que em outro tempo possuia. D' aquí me vou com passo carregado A um outeiro erguido, e alli m' assento. Soltando toda...
Visualização integral - Acerca deste livro

Obras de Luiz de Camões: Precedidas de um ensaio biographico no qual se ...

Luís de Camões - 1860
...mais puro do amor, para a privação forçada e immerecida da vista do objecto que lh'a fazia nutrir. Desta arte me figura a fantezia A vida com que morro, desterrado Do bem que em outro tempo possuia. Aqui me representa esta lembrança Quão pouca culpa tenho, e me intristece Ver sem rasão...
Visualização integral - Acerca deste livro

Obras, Volume 1

Luís de Camões - 1861
...arte me figura a fantezia A vida com que morre, desterradp Do bem que em outro tempo possuia. « • * Aqui me representa esta lembrança Quão pouca culpa...quão violentado aqui residia; e que aguardava com impaciencia um praso, determinado ou indeterminado, para por termo a este degredo, consta igualmente...
Visualização integral - Acerca deste livro

Historia de Camões, Parte 1

Teófilo Braga - 1873
...soidosos versos que escrevia, E nos lamentos com que os campos banha. D'est'arte me figura a pbantasia A vida com que morro, desterrado Do bem que em outro tempo possuia. Aqui contemplo o gosto já passado, Que nunca passará por a memoria De quem o traz na mente...
Visualização integral - Acerca deste livro

Luis de Camoes. Oxford 1923

Aubrey Fitz Gerald Bell - 1923 - 160 páginas
...achou esta noite no jardim com Filodemo.' (40) El. i. (iii. 163-6 : O siilmonense IV 119 Ovidio) : ' A vida com que morro, desterrado Do bem que em outro tempo possuia.' (41) ' Nao'vejo senao monies pedregosos, E sem graga e sem flor os campos vejo One ja floridos...
Visualização integral - Acerca deste livro

Os Nossos escritores: classes IVe V

Augusto César Pires de Lima - 1928 - 258 páginas
[ O conteúdo desta página está restrito ]
Visualização de excertos - Acerca deste livro

Luís de Camões em Constância, Volume 1

Adriano Burguete - 1942
[ O conteúdo desta página está restrito ]
Visualização de excertos - Acerca deste livro

Camões: temas e motivos da obra lírica

Cristiano Martins - 1944 - 202 páginas
[ O conteúdo desta página está restrito ]
Visualização de excertos - Acerca deste livro




  1. A minha biblioteca
  2. Ajuda
  3. Pesquisa de livros avançada
  4. Transferir ePub
  5. Transferir PDF