Imagens das páginas
PDF
ePub

clareira de céo azul, voltava a cantar o seu infinito amor, a sua paixão ideal pela

...ditosa patria minha amada,
A’ qual se o Ceo me da que eu sem perigo
Torne com esta empresa ja acabada,
Acabe-se esta luz ali comigo. 1

3

E essa paixão, impellindo-o, era a monção que o levava, ao S. Bento e a Portugal inteiro, até ás praias alagadas de Goa, onde a sua nau deu fundo a salvamento. As outras da frota ficaram demoradas pelo caminho 3. Aportava no verão de 1553 (setembro) quando a Goa chegavam as noticias pavorosas do naufragio tragico de Sepulveda.

«Depois que d'essa terra parti (escrevia para Lisboa) como quem o faria para o outro mundo, mandei enforcar a quantas esperanças déra de comer até então... E assim posto em estado não via senão por entre lusco e fusco, as derradeiras palavras que na náo disse, forão as de Scipião Africano: Ingrata patria, non possidebis ossa mea». Não se injuría senão o que se ama; e as palavras do Scipião retratam esse estado crepuscular e afflictivo que o poeta accusa. «Da terra vos sei dizer, accrescentava, que é mãe de villões ruins e madrasta de homens honrados. Porque os que se ca lançam a buscar dinheiro, sempre se sustentam sobre agua como bexigas; mas os que sua opinião deita á las armas Mouriscote, como maré corpos mortos á praia, sabei que antes amadurecam, se seccam. ...Se das damas da terra quereis novas, sabei que as portuguezas todas cáom de maduras, que não ha cabo que lhe tenha os pontos, se lhe quizerem lançar pedaço. Pois as que a terra dá ? além de serem de rala, fazei-me mercê que lhes falleis alguns amores de Petrarca ou de Boscão: respondem-nos huma linguagem meada de hervilhaca, que trava na garganta do entendimento, a qual vos lança agua na fervura...»

que me

1 C. 111, 21.

- 2 Carta 1.

3 Couto, Dec. VI, X, 16.

Taes eram as primeiras impressões do poeta. Partira com o pensamento e a vontade em lusco e fusco; chegava sentindo um enjôo e nauseas, resi gnado e quieto. Em novembro o vice-rei D. Affonso de Noronha, avendo que era necessario acudir ás cousas de Cochim, pela guerra que o Rey da Pimenta lhe fazia» !, arrolou soldados e pôz a armada no mar. Camões foi um dos reinoes da expedição em que iam D. Fernando de Menezes, filho do vice-rei; Bastião de Sá, D. Alvaro de Noronha, filho do vice-rei D. Garcia, que voltava da sua capitania de Ormuz; Vasco da Cunha, D. Antonio de Noronha, Francisco Barreto, que em 1555 havia de succeder a D. Pedro Mascarenhas; Gil de Goes, Manoel de Mascarenhas, irmão do successor do vicerei; Antonio Moniz Barreto, adolescente ainda e que veio a governar a India em 1573; D. Diogo de Athayde e muitos outros. Ia frota, que contava mais de cem velas, entre galés, galeões, galeotas latinas, caravellas e fustas, a flôr dos portuguezes da India, e ia Camões. O vice-rei embarcára na galé Reliquias.

Chegando á barra da ria de Cochim, o vice-rei deixou fóra todos os galeões e caravellas, e entrou com as galés e mais navios de remo, effectuando

1 Couto, Dec. vi, x, 14.

- V. Eleg. III:

Huma ilha que o rei de Porcá tem
E que o rei da Pimenta lhe tomara... etc.

um desembarque, depois do qual acomeçou a assolar e destruir e pôr a ferro e a fogo todas aquellas ilhas d'aquella parte, matando e captivando muita gente, e depois de não haver cousa alguma em , se tornou a embarcar e se foi para a armada). ! Estas foram as primeiras armas de Camões na India. N'esse episodio viu a força e o imperio dos modernos carthaginezes; e o seu espirito, educado por successivas iniciações, recebia agora a do Terror, que bramia em bombardadas nos palmares viçosos das ilhas alagadas de Cochim (outra Veneza trasladada).

E com pouco trabalho destruimos
A gente no curvo arco exercitada:
Com morte, com incendios, os punimos...

Oh lavradores bem-aventurados!
Se conhecessem seu contentamento,
Como vivem no campo socegados !..

Bem mal pode entender isto que digo
Quem ha de andar seguindo o féro Marte;
Que sempre os olhos traz em seu perigo.

Regressando a Goa com a armada, tornou logo a embarcar em fevereiro (1554) na que o vice-rei mandou ao estreito de Meca, á caça das naus, com ordem de invernar no golpho persico, para esperar as galés que saíssem de Baçorá em agosto. Commandava a armada D. Fernando de Menezes, filho do vice-rei, e iam n'ella mil e duzentos homens em seis galeões, seis caravellas e vinte e cinco fustas «mui bem negociadas). · Navegaram para a costa da Arabia, onde pairaram, esperando em vão as naus de romeiros do Achem e de Cambaya, até abril, em que era necessario recolherem-se. Foram, pois, a caminho de Mascate, dando de passagem em Fartaque, sem poderem tomar a fortaleza, e em Mascate, onde a armada ficou a invernar; e partindo D. Fernando de Menezes para Ormuz, entregou o commando a Manoel de Vasconcellos, «que foi sogro de Diogo de Mesquita e de Pantaleão de Sá, que era um fidalgo velho de muito bom entendimento, que o vice-rei mandou embarcado com seu filho para o aconselhar em tudo.» ?

1 Couto, Dec. vi, x, 16.

.-2 Elegias, 3.

Em julho, D. Fernando despediu de Ormuz, onde se achava, tres fustas para o estreito de Baçora, afim de vigiarem certas galés de mouros, em cuja pista se andava; e voltando em agosto as fustas com o aviso dos movimentos d'essas galés, D. Fernando foi-se a Mascate, d'onde saíu com a armada, levando á frente, como espias, alguns catures e embarcações ligeiras. Ao dobrarem o cabo Moçandan viram as galés inimigas: eram quinze. «D. Fernando negociou os seus galeões e deu ordem no modo como se haviam de commetter as galés; e indo adiante encontrou-se com ellas, e mandou as fustas e caravellas, por mais ligeiras, para pegarem com ellas, como fizeram, ateando-se entre todos uma formosa batalha de bombardadas). 3 Mas as galés coseram-se com a terra e escaparam aos galeões alterosos, que as não podiam seguir no mar aparcellado. D. Fernando, deixando vigias á caça que tinha levantada, foi a Mascate armar mais fustas e catures, navios ligeiros com que podésse arre

1 Couto, Dec. vi, x, 18. — Id., ibid.—3 Id., ibid.

metter; e quando estavam accesos na faina os capitảes, «viram correr no ceu hum cometa d'esses errantes, muito grande e fogoso e se foi desfazer naquella parte em que depois os nossos tomaram as galés». ! Bom signal, que enthusiasmou a chusma. As galés andavam arrimadas aos ilhéos de Soar, cousa de doze leguas de Mascate... Saiu a armada, empavezada, a 25 de agosto, dia de S. Luiz.

A batalha foi breve: sete das quinze galés ainda conseguiram fugir, duas foram naufragar a Dabul e Damão, e seis foram tomadas, queimadas o «a gente dellas que se lançou ao mar foi toda morta». Quando a armada victoriosa entrou em Goa, no meiado de setembro, já chegára do reino o novo vice-rei, D. Pedro de Mascarenhas.

Tal foi a segunda aventura em que Camões se achou, e de que nos deixou a impressão graphica nos versos inspirados por essa costa da Arabia em que andou oito mezes :

Aqui, n'esta remota, aspera e dura
Parte do mundo, quiz que a vida breve
Tambem de si deixasse um breve espaço ;

Porque ficasse a vida
Por o mundo em pedaços repartida. 3

Além dos trabalhos da viagem e dos combates, acudiam-lhe a memoria as lembranças de «alguma ja passada e breve gloria) com que ia «gastando tempo e vida) amarrado ao «secco, duro o esteril monte» da Arabia «Feliz, por antiphrase infelices.

1 Couto, Dec. vi, 1, 20.– 2 Id. ibid. tambem a Canção 6.

3 Canção 30. V.

« AnteriorContinuar »