Revista do Archivo publico mineiro ..., Volume 4

Capa
 

Opinião das pessoas - Escrever uma crítica

Não foram encontradas quaisquer críticas nos locais habituais.

Outras edições - Ver tudo

Passagens conhecidas

Página 117 - Rei de Portugal e dos Algarves, daquem e dalem mar, em África, senhor de Guiné e da Conquista, Navegação e Commercio da Ethiopia, Arabia, Persia e da India etc.
Página 405 - O ser senhor de engenho, é título, a que muitos aspiram, porque traz consigo, o ser servido, obedecido, e respeitado de muitos. E se for, qual deve ser, homem de cabedal, e governo; bem se pode estimar no Brasil o ser senhor de engenho, quanto proporcionadamente se estimam os títulos entre os fidalgos do Reino.
Página 405 - Servem ao senhor de engenho em vários ofícios, além dos escravos de enxada, e foice, que tem nas fazendas, e na moenda, e fora os mulatos e mulatas, negros e negras de casa, ou ocupados em outras partes; barqueiros, canoeiros, calafates, carapinas, carreiros, oleiros, vaqueiros, pastores e pescadores.
Página 159 - Faço saber aos que esta minha carta de sesmaria virem, que tendo respeito ao que me representou Mathias Barbosa da Silva, ea sua petição, cujo theor he o seguinte: Senhor.
Página 512 - ... em catar, outras em mandar catar nos ribeiros do ouro; e outras em negociar, vendendo, e comprando o que se há mister não só para a vida, mas para o regalo, mais que nos portos do mar.
Página 909 - ... nos livros da Secretaria deste Governo, e nos mais a que tocar. Dada neste Recife de Pernambuco aos 7 dias do mez de Agosto.
Página 408 - ... evitar demandas, e pleitos, que são huma continua desenquietação d'alma, e hum continuo sangrador de rios de dinheiro, que vai a entrar nas casas dos Advogados, Solicitadores, e Escrivães, com pouco proveito de quem promove o pleito, ainda quando alcança, depois de tantos gastos, e desgostos, em seu favor a sentença.
Página 98 - ... se-. contem, sem duvida alguma, a qual valerá como carta, sem embargo da ordenação do Livro...
Página 407 - Por isso tenho já fallado do que pertenceu ao cabedal, que ha de ter, tratarei agora de como se ha de haver no governo ; e primeiramente da compra, e conservação das terras, e seus arrendamentos aos lavradores que tem ; e logo da eleição dos...
Página 536 - Bahia para as minas é muito melhor, que o do Rio de Janeiro, e da vila de S. Paulo: porque, posto que mais comprido, é menos dificultoso, por ser mais aberto para as boiadas, mais abundante para o sustento, e mais acomodado para as cavalgaduras e para as cargas.

Informação bibliográfica