Subsidios para a historia de Cabo Verde e Guiné: memoria apresentada á Academia real das sciencias de Lisboa, Volume 1

Capa
Por ordem e na Typographia da Academia, 1899
 

Opinião das pessoas - Escrever uma crítica

Não foram encontradas quaisquer críticas nos locais habituais.

Páginas seleccionadas

Outras edições - Ver tudo

Passagens conhecidas

Página 187 - Rei de Portugal, e dos Algarves daquem, e dalem Mar em Africa Senhor de Guiné e da Conquista, Navegação, e Commercio da Ethiopia, Arabia, Persia, e da India.
Página 146 - ... hei por bem que valha e tenha força e vigor como se fosse carta feita em meu nome, por mim...
Página 112 - Rei de Portugal e dos Algarves, daquem e dalem mar, em África, senhor de Guiné e da Conquista, Navegação e Commercio da Ethiopia, Arabia, Persia e da India etc.
Página 129 - Ordenação do 2.° livro titulo 20, que diz que as cousas, cujo effeito houver de durar mais de um anno passem por Cartas, e passando por...
Página 143 - Cidade em boa guarda, e me praz que valha tenha força e vigor, como se fosse Carta 'feita em meu nome, e por mim assinada, sem embargo da Ordenação en contrario.
Página 103 - Collegii praefatorum etiam juramento confirmatione Apostólica vel quavis firmitate alia roboratis, statutis et consuetudinibus, privilegiis quoque, indultis et litteris Apostolicis in contrarium praemissarum quomodolibet concessis, confirmatis et innovatis.
Página 175 - Antäo e das carnes, se se n'ella aproveitarem; pelo que mando ao regedor da casa da supplicaçâo e ao governador da casa do Porto e aos desembargadores das ditas casas ea* todos os corregedores...
Página 49 - ... outros nossos officiaes e pessoas a que esta nossa carta for mostrada eo conhecimento pertencer que lh'a...
Página 43 - Senhorios, e em especial aos Meus Reis de Armas, Arautos, e Passavantes, ea quaesquer outros officiaes, e Pessoas a quem esta Minha Carta for mostrada, eo conhecimento...
Página 136 - E o dito Tomé de Sousa jurará na chancelaria aos Santos Evangelhos que bem e verdadeiramente sirva, guardando em tudo, a mim meu serviço e as partes seu direito. E por firmeza do que dito é lhe mandei passar esta carta, por mim assinada e selada, do meu selo pendente. Bartolomeu Frois a fez, em Almeirim, a sete dias do me.c de janeiro do ano do nascimento de nosso Senhor Jesus Cristo de de mil bc Rix.

Informação bibliográfica