Pesquisa Imagens Maps Play YouTube Notícias Gmail Drive Mais »
Entrar
Livros Livros
" Ó glória de mandar, ó vã cobiça Desta vaidade a quem chamamos Fama! Ó fraudulento gosto, que se atiça C'uma aura popular, que honra se chama! Que castigo tamanho e que justiça Fazes no peito vão que muito te ama! Que mortes, que perigos, que... "
Camões, Os Lusiadas e a renascença em Portugal - Página 75
por Joaquim Pedro Oliveira Martins - 1891 - 324 páginas
Visualização integral - Acerca deste livro

Obras completas de Luis de Camões, correctas e emendadas pelo cuidado e ...

Luís de Camões - 1843
...Oh vãa cobiça Desta vaidade, a quem chamámos fama! Oh fraudulento gosto, que se atiça ('"In i ma aura popular, que honra se chama! Que castigo tamanho, e que justiça Fazes no peito vão que muilo te ama! Que mortes, que perigos, que tormentas, Que crueldades nelles exprimentas ! XCVI. Duru...
Visualização integral - Acerca deste livro

Os Lusiadas poema epico de Luis de Camões: restituido a' sua primitiva ...

Luís de Camões - 1846 - 585 páginas
...fraudulento gosto, que se atiça C' uma aura popular, que honra se chama ! Que castigo taminanho , e que justiça Fazes no peito vão, que muito te ama!...que perigos! que tormentas! Que crueldades n'elles exp'rimentas! XCVI. « Dura inquietação d' alma , e da vida , Fonte de desampares, e adultérios,...
Visualização integral - Acerca deste livro

Estudo moral e politico sobre Os Lusiadas

José Silvestre Ribeiro - 1853 - 236 páginas
...mandar ! oh vãa cobiça Desta vaidade, a quem chamamos lama' Oh fraudulento gosto, que se atiça C'huma aura popular, que honra se chama! Que castigo tamanho,...que perigos, que tormentas, Que crueldades nelles exprimentas! Dura inquietação d'alma, e da vida, Fonte de desamparos e adulterios, Sagaz consumidora...
Visualização integral - Acerca deste livro

Os Lusiadas

Luís de Camões - 1859 - 415 páginas
...Oh vãa cobiça Desta vaidade, a quem chamamos fama! , Oh fraudulento gosto, que se atiça C' huma aura popular, que honra se chama : Que castigo tamanho,...que perigos, que tormentas, Que crueldades nelles exprimentas! XCVI. Dura inquietação d' alma, e da vida, Fonte de desampares, e adulterios , Sagaz...
Visualização integral - Acerca deste livro

Os Lusiadas

Luís de Camões - 1860 - 397 páginas
...Oh fraudulento iiosto, que se atiça C'lnima ama popular, que honra se chama! Que casulo tamanlio, e que justiça Fazes no peito vão que muito te ama!...mortes, que perigos, que tormentas, Que crueldades r.dles exprimenta»! cxv xcvi Dura inquietação <Talma, e da vida, Fonte de desampares, e adulterios,...
Visualização integral - Acerca deste livro

Os Lusiadas

Luís de Camões - 1860 - 397 páginas
...Oh fraudulento go•sto, que se atiça C'hama aura populjr, que honra se chama! Qae castigo tanunho, e que justiça Fazes no peito vão que muito te ama! Que mortes, que perigos, que tormentas, ();ic crueldades adias exprimeoUs! xcvi Dura inquietação d'aima, e da vida, Fonte de desampares,...
Visualização integral - Acerca deste livro

Selecta camoniana: ou, excerptos dos Lusiadas

Luís de Camões - 1863 - 314 páginas
...mandar! Oh vãa cobiça Desta vaidade, a quem chamámos fama! Oh fraudulento gosto, que se atiça C'huma aura popular, que honra se chama: Que castigo tamanho,...que perigos, que tormentas, Que crueldades nelles exprimentast ICVI Dura inquietação d'alma, e da vida, Fonte de desampares, e adulterios, Sagaz consumidora...
Visualização integral - Acerca deste livro

Os Lusiadas, poema epico de Luis de Camões

Luís de Camões - 1865 - 536 páginas
...quem chamámos fama! Oh fraudulento gosto, que se atiça C' huma aura popular, que honra se chama í Que castigo tamanho, e que justiça Fazes no peito...que perigos, que tormentas, Que crueldades nelles exprimentas! xcvi Dura inquietação d' alma, e da vida, Fonte de desamparos, e adulterios, Sagaz consumidora...
Visualização integral - Acerca deste livro

Obras de Luiz de Camões: precedidas de um ensaio biographico no ..., Volumes 6-7

Luís de Camões - 1869
...Oh fraudulento gosto, que se atiça CThuma aura popular, que honra se chama! Que castigo tamanho, c que justiça Fazes no peito vão, que muito te ama!...mortes, que perigos, que tormentas, Que crueldades nclles exp'rimentas! XG VI Dura inquietação d'alma e da vida, Fonte de desamparas e adulterios, Sagaz...
Visualização integral - Acerca deste livro

Obras de Luiz de Camões: Os Lusiadas. Estancias desprezadas. Lic̜ões varias ...

Luís de Camões - 1870
...mandar! Oh vãa cobiça Desta vaidade, a quem chamamos fama! Ob fraudulento gosto, que se atiça 17huma aura popular. que honra se chama! Que castigo tamanho,...que perigos, que tormentas, Que crueldades nelles PxpYimentas! XGVT .1 Dura inqiiietarau < l'aima e da vida. Fonte de desamparos e adulterios. Sagaz...
Visualização integral - Acerca deste livro




  1. A minha biblioteca
  2. Ajuda
  3. Pesquisa de livros avançada
  4. Transferir ePub
  5. Transferir PDF