Pesquisa Imagens Maps Play YouTube Notícias Gmail Drive Mais »
Entrar
Livros Livros
" Se já nas brutas feras, cuja mente Natura fez cruel de nascimento; E nas aves agrestes, que somente Nas rapinas aerias tem o intento; Com pequenas crianças vio a gente Terem tão piedoso sentimento, Como co'a mãi de Nino já mostraram... "
Parnaso Lusitano: ou, Poesias selectas dos auctores portuguezes antigos e ... - Página 18
1826
Visualização integral - Acerca deste livro

The Lusiads, tr. into Engl. verse by J.J. Aubertin, Volume 1

Luis Vaz de Camoens - 1878
...sentimento, Como co'a mãi de Nino já mostraram, E co'os irmãos, que Roma edificaram : cxxvii. ' " Ò tu, que tens de humano o gesto, eo peito, (Se de humano he matar huma donzella Fraca e sem força, só por ter sujeito O coração, a quem soube vencel-a)...
Visualização integral - Acerca deste livro

Lusiadas de Luiz de Camões

Luís de Camões - 1878 - 354 páginas
...sentimento, Como co'a mãi de Nino já mostraram, E co'os irmãos, que Roma edificaram : cxxvn. ' " Ò tu, que tens de humano o gesto, eo peito, (Se de humano he matar huma donzella Fraca e sem força, só por ter sujeito O coração, a quem soube vencel-a)...
Visualização integral - Acerca deste livro

Cancioneiro alegre de poetas portuguezes e brazileiros commentado

Camilo Castelo Branco - 1879 - 568 páginas
...lesmas, já assim fallou — Foi um discurso de zurrar aberto, Do senado um tachygrapho o tomou : « O tu que tens de humano o gesto eo peito, Se de humano é matar um bicho feio Só porque o costado tem sujeito A quem lhe soube por o sujo arreio, A estas mataduras...
Visualização integral - Acerca deste livro

Os Lusiadas

Luís de Camões - 1882
...piedoso sentimento, Como co'a mãe do Nino já mostraram, E co'os irmãos, que Roma edificaram: CXXVII Oh tu, que tens de humano o gesto, eo peito, (Se de humano é matar uma donzella Fraca e sem força, só por ter sujeito O coração a quem soube vencel-a) A estas criancinhas tem...
Visualização integral - Acerca deste livro

Poesias selectas para leitura, recitação, e analyse dos poetas portuguezes ...

Henrique Carlos Midosi - 1884 - 328 páginas
...sentimento, Como co'a mãe de Nino já mostraram, (14) E co'os irmãos que Roma edificaram; (15) CXXVH Ó tu, que tens de humano o gesto eo peito, (Se de humano e matar uma donzella Fraca e sem força, só por ter sujeito O coração a quem soube vencel-a) A estas...
Visualização integral - Acerca deste livro

The Lusiads, tr. into Engl. verse by J.J. Aubertin, Volume 1

Luis Vaz de Camoens - 1884
...sentimento, Como co'a mãi de Nino já mostraram. E co'os irmãos que Roma edificaram ; cxxvn. ' " Ó tu, que tens de humano o gesto eo peito, (Se de humano he matar huma donzella Fraca e sem força só por ter sujeito O coração, a quem soube vencel-a) A...
Visualização integral - Acerca deste livro

Cancioneiro alegre de poetas portuguezes e brazileiros commentado....

Camilo Castelo Branco - 1887 - 362 páginas
...lesmas, já assim fallou — Foi um discurso de zurrar aberto, Do senado um tachygrapho o tomou: cÓ tu que tens de humano o gesto eo peito, Se de humano é matar um bicho feio Só porque o costado tem sujeito A quem lhe soube por o sujo arreio, A estas mataduras...
Visualização integral - Acerca deste livro

Poesias selectas para leitura, recitação, e analyse dos poetas portuguezes ...

1891 - 320 páginas
...sentimento, cxxv Como co' a mãe de Nino já mostraram, (14) E co'os irmãos que Roma edificaram; (15) cxxvn Ó tu. que tens de humano o gesto eo peito (Se de humano é matar uma donzella Fraca e sem força, só por ter sujeito O coração a quem soube vencel-a) A estas criancinhas tem...
Visualização integral - Acerca deste livro

Revelacões da minha vida e memorias de alguns factos e homens meus ...

Simão José da Luz Soriano - 1891 - 610 páginas
...da sua uniáo com o infante D. Pedro. Camóes Ihe pue por esta occasiáo na bocea a seguinte falla: Ó tu, que tens de humano o gesto, eo peito, (Se de humano é matar urna donzclla Fraca, e sem força, so por tor sujeivo O coracáo a quem soube vcncel-a), A estas creancinhas...
Visualização integral - Acerca deste livro

Obras de Luis de Camões: Os Lusiadas, Volumes 1-4

Luís de Camões - 1905 - 360 páginas
[ O conteúdo desta página está restrito ]
Visualização de excertos - Acerca deste livro




  1. A minha biblioteca
  2. Ajuda
  3. Pesquisa de livros avançada
  4. Transferir ePub
  5. Transferir PDF