Pesquisa Imagens Maps Play YouTube Notícias Gmail Drive Mais »
Entrar
Livros Livros
" Pacheco fortissimo, e os temidos Almeidas, por quem sempre o Tejo chora: Albuquerque terribil, Castro forte, E outros, em quem poder não teve a morte. "
Obras de Luiz de Camões: precedidas de um ensaio biographico no qual se ... - Página 7
por Luís de Camões - 1869
Visualização integral - Acerca deste livro

Os Lusiadas

Luís de Camões - 1882 - 492 páginas
...reinos lá da Aurora Se fizeram por armas tão subidos, Vossa bandeira sempre vencedora: Um Pacheco fortissimo, e os temidos Almeidas, por quem sempre...Sublime Rei, que não me atrevo a tanto, Tomai as rédeas vós do reino vosso, Dareis materia a nunca ouvido canto: Comecem a sentir o peso grosso (Que...
Visualização integral - Acerca deste livro

Considerações sobre o presente e o futuro politico de Portugal

Duarte Gustavo Nogueira Soares - 1883 - 642 páginas
...reinos lá da Aurora Se fizeram por armas tão subidos, Vossa bandeira sempre vencedora : Um Pacheco fortissimo, e os temidos Almeidas, por quem sempre...forte, E outros, em quem poder não teve a morte. A reputação não é sómente um patrimonio adquirido á custa dos mais duros trabalhos e dolorosos...
Visualização integral - Acerca deste livro

Le Portugal de Camões: suivi d'une traduction française des stances ...

André Adolphe Daux - 1890 - 424 páginas
...reinos là da Aurora Se flzeram por armas tâo subidos, Vossa bandeira sempre vencedora : Hum Pacheco fortissimo; e os temidos Almeidas, por quem sempre...Albuquerque terribil, Castro forte; E outros em quem poder nâo leve a morte. (Canto /, eslancia 14). 1 — La traduction des stancet citéet se trouve à la...
Visualização integral - Acerca deste livro

Camões, Os Lusiadas e a renascença em Portugal

Joaquim Pedro Oliveira Martins - 1891 - 344 páginas
...elementos. A apotheose da nação está feita; o poeta vae cantar os seus actos, os seus heroes: Hum Pacheco fortissimo, e os temidos Almeidas, por quem sempre...Castro forte, E outros em quem poder não teve a morte, Mas para o fazer pede . . .hiia furia grande e sonorosa, E não de agreste avena ou frauta ruda, Mas...
Visualização integral - Acerca deste livro

Diccionario da lingua portugueza e diccionario de synonymos seguido do ...

José Ignacio Roquete - 1892 - 916 páginas
...memória não perecerá em quanto viver a lingua em que o vate portuguez cantou : Um Pacheco fortíssimo, e os temidos Almeidas, por quem sempre o Tejo chora; Albuquerque terribil, Castro forte, E outros em que poder não teve a morte. (Lus., l, U.) Em nenhum dos philosophos estóicos se encontra tal vê/...
Visualização integral - Acerca deste livro

Revista do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, Volume 64

Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro - 1901 - 726 páginas
...do heróe de Ourique resurgia realçada pela civilisação crescente nos perfis legendarios de : « Albuquerque terribil, Castro Forte E outros em quem poder não teve a morte. > E para perpetuar tanta gloria e tanta grandeza surge providencialmente um desses engenhos formidaveis...
Visualização integral - Acerca deste livro

Estudos de literatura brazileira ...

José Veríssimo - 1904 - 330 páginas
...portugueza. De Tritão diz : Não lhe vi na cabeça casca posta (Coino Camões descreve) de lagosta. O Albuquerque terribil, Castro forte E outros em quem poder não teve a morte de Camões, tem o seu par no Ao claro Jorge, varonil e forte, Em quem não dominava a varia sorte....
Visualização integral - Acerca deste livro

Obras completas...

Antonio Feliciano de Castilho - 1908 - 472 páginas
...tão subidos, vossa bandeira sempre vencedora: um i acheco fortissimo, e os temidos Almeidas, por q^em sempre o Tejo chora; Albuquerque terribil, Castro forte, e outros em quem poder não teve a morte. CAMÕES §5.° SONETOS Do soneto ha várias composições; mas a mais usada entre os Antigos, ea unica...
Visualização integral - Acerca deste livro

Dom João de Castro (1500-1548)

Manoel de Sousa Pinto - 1912 - 158 páginas
...a esse para quem Camões descobriu o adjectivo que melhor o qualifica, nos seus immortaes versos : Albuquerque terribil, Castro forte, E outros em quem poder não teve a morte. Pensador e guerreiro, com a espada e com a penn», como heroe e como sabio, philosopho e navegador,...
Visualização integral - Acerca deste livro

Lusíadas

Luís de Camões - 1913 - 424 páginas
...Tejo chora (26), Albuquerque terribil, Cistro forte (27), E outros em quem poder não teve a morte. E em quanto eu estes canto, ea vós não posso, Sublime rei, que me atrevo a tanto, Tomai as rédeas vós do reino vosso, Dareis materia a nunca ouvido canto. Com.ecjem.-a....
Visualização integral - Acerca deste livro




  1. A minha biblioteca
  2. Ajuda
  3. Pesquisa de livros avançada
  4. Transferir ePub
  5. Transferir PDF