Pesquisa Imagens Maps Play YouTube Notícias Gmail Drive Mais »
Entrar
Livros Livros
" Sabe que quantas naos esta viagem Que tu fazes, fizerem de atrevidas, Inimiga terão esta paragem, Com ventos, e tormentas desmedidas : E da primeira armada, que passagem Fizer por estas ondas insoffridas, Eu farei d'improviso tal castigo, Que seja mór... "
Archivo Bibliographico - Página 10
por Universidade de Coimbra. Biblioteca Geral - 1877
Visualização integral - Acerca deste livro

Obras completas do cardeal Saraiva (d. Francisco de S. Luiz) patriarcha de ...

Francisco de S. Luiz - 1883
...mesmo se collige com igual clareza da est. 42. a: Ouve os damnos de mi, que apercebidos Estão a teu sobejo atrevimento Por todo o largo mar, e pela terra, Que inda has de sobjugar com dura guerra. Queixa-se depois mais determinadamente de quem o descobrio; ibid., est. 44. a: Aqui espero tomar, se...
Visualização integral - Acerca deste livro

Poesias selectas para leitura, recitação, e analyse dos poetas portuguezes ...

Henrique Carlos Midosi - 1884 - 320 páginas
...nobre ou de immortal merecimento; /. -... Ouve os damnos de mim, que apercebidos '-.', Estão a teu sobejo atrevimento Por todo o largo mar, e pela terra, Que inda has de subjugar com dura guerra. XLIII Inimiga terão esta paragem Com ventos e tormentas desmedidas: E da...
Visualização integral - Acerca deste livro

Histoire de la littérature moderne: La réforme, de Luther a ..., Volume 2

Marc Monnier - 1885 - 495 páginas
...matelots Ne m'ont connu ; nul ne sait mon histoire ; Ouve oa damnos de mi, que apercebidos Estâo a teu sobejo atrevimento Por todo o largo mar e pela terra Que inda has de sobjugar com dura guerra. » Mais hia por diante o monstro horrendo Dizendo nossos fados, quando alçado Lhe disse eu : Quem...
Visualização integral - Acerca deste livro

Histoire de la littérature moderne: La réforme, de Luther a ..., Volume 2

Marc Monnier - 1885 - 495 páginas
...nul ne sait mon histoire ; Ouve os damnos de mi, que apercebidos Estâo a teu sobejo atrevimento For todo o largo mar e pela terra Que inda has de sobjugar com dura gnerra. » Mais hia por diante o monstro horrendo Dizendo nossos fados, quando alçado Lhe disse eu...
Visualização integral - Acerca deste livro

Works Issued by the Hakluyt Society, Volume 55

1877
...grande humano concedidos De nobre ou de immortal merecimento ; Ouve os damnos de mi, que apercibidos Estao a ten sobejo atrevimento Por todo o largo mar,...pela terra, Que inda has de sobjugar com dura guerra. 43. Sabe, que quantas naos esta viagem, Que tu fazes, fizerem de atrevidas Inimiga terao esta paragem,...
Visualização integral - Acerca deste livro




  1. A minha biblioteca
  2. Ajuda
  3. Pesquisa de livros avançada
  4. Transferir ePub
  5. Transferir PDF